Saltar para: Posts [1], Pesquisa e Arquivos [2]




subscrever feeds


Arquivo



Deja vu

por jonasnuts, em 20.07.14

Mas com um resultado diferente.

 

French blogger fined over review's Google search placing

 

O post parece ter desaparecido (o que é uma pena), mas o Blog onde foi escrito originalmente, pode ser visto aqui. É uma pena que o post tenha desaparecido, porque o efeito Streisand aplicado a este caso, seria um mimo. Mimo que gostaria de endereçar ao senhor dr. juiz e ao restaurante propriamente dito. Mais sobre este tema assim que tenha tempo :)

 

 

Via Facebbok do Miguel Albano.

 

 

Autoria e outros dados (tags, etc)

Efemérides

por jonasnuts, em 27.12.11

Faz hoje um ano, precisamente por esta hora, mais coisa menos coisa, que fiz um post e um tweet que deram origem a uma semana, enfim, turbulenta.

 

O post foi este.

 

O tweet, não consigo recuperar o permalink, mas foi este:

 

Autoria e outros dados (tags, etc)

Cara Meios & Publicidade

por jonasnuts, em 25.01.11

Antes de mais, o meu lamento, pelo facto de não terem uma versão online. Lamento por duas razões, porque teriam mais potenciais leitores e porque, agora numa visão mais egoísta da coisa, teriam poupado algum trabalho ao Pedro Rebelo que fez o scan, e a mim, que transcrevi uma parte da coisa.

 

Não defendo que, para escreverem sobre o caso Ensitel, tivessem de falar comigo, a coisa ultrapassou-me, em muito, mas teria dado algum jeito (a bem da verdade) confirmarem alguns dos factos que publicam, mesmo que esses factos surjam relatados pelos entrevistados.

 

Gosto, sobretudo, da afirmação do vosso entrevistado Nuno Costa, social media manager da agência digital View (de quem nunca ouvi falar - falha minha, certamente), quando afirma, entre outras pérolas, "Deve ter havido muito off antes do on", denunciando claramente que, não só não se informou devidamente, como não compreende o meio que pretende dominar. Gosto também da forma intimista como o vosso entrevistado se refere à minha pessoa "...julgo que esta situação ganhou as proporções que ganhou por causa da Maria João." ou, mais à frente "A Maria João trabalha no Sapo Blogs", esta coisa do tu cá tu lá, denuncia uma relação de intimidade (ou, pelo menos, de conhecimento pessoal) que não existe. Mas enfim, há coisas que vocês não podem controlar.

 

Por último, não concordo com a vossa análise. Já tentei explicar aqui a minha opinião sobre o tema (que é tão válida como qualquer outra, evidentemente), mas acima de tudo, não concordo com essa coisa dos padrinhos disto e dos padrinhos daquilo, e não acho que as marcas tenham de se preocupar especialmente com pessoas que possam, potencialmente, ser opinion makers.

 

Na minha opinião, as marcas têm de se preocupar, por igual, com todos os seus clientes, independentemente destes terem blogs, sites, twitters, facebooks, linkedins, hi5, telemóveis e o raio que os parta.

 

Se tratarem bem e justamente todos os seus clientes, têm a clientela garantida, e previnem situações dramáticas idênticas às da Ensitel.

 

Um dia destes, depois das coisas acalmarem (ainda anda tudo à bolachada nos posts que escrevi sobre a Ensitel, mesmo os mais antigos) terei oportunidade de, a frio (ou tão a frio quanto possível, para mim), fazer uma análise mais técnica da novela. Tenho lido muito do que se tem escrito (umas coisas melhores que outras, evidentemente), mas, sinceramente, da vossa parte, esperava mais. Esperava pelo menos que tivessem feito uma triagem melhor dos gurus que, por ocasião do caso Ensitel, de repente apareceram e saíram de baixo dumas pedras obscuras, e que mandam umas postas de pescada que ou são ignorantes, ou desonestas, ou apressadas ou de La Palisse.

Autoria e outros dados (tags, etc)

Último episódio

por jonasnuts, em 31.12.10

De acordo com o comunicado na página da Ensitel no Facebook, e, sobretudo, de acordo com o mail que recebi da Ensitel, está concluído todo este processo. Os senhores reconheceram um erro, pediram desculpas (que eu aceitei), aprenderam com o erro e, de acordo com o que referem no comunicado, vão estar mais atentos. Vão também retirar de imediato a acção judicial.

 

Era tudo o que eu queria.

 

Por mim, este episódio Ensitel fica encerrado.

 

No entanto, pela parte que me toca, este episódio foi muito para além da Ensitel. Foi gigantesca, e verdadeiramente comovente, a onda de solidariedade que se gerou. Todas as visitas ao meu Blog (acho que nestes dias, teve mais gente que na soma dos quase 6 anos que leva), os comentários, os tweets, outros posts, links, Facebook, SMS, mails, pessoalmente. Enfim, a todos os níveis foi avassalador.

 

Ontem à noite coloquei na barra deste blog um botão que permitia donativos para ajudar às custas que se anteviam. Foi extraordinária a adesão. Uma vez que a Ensitel vai retirar o processo, as despesas com que me deparo são agora menores, pelo que prefiro assumi-las por inteiro. Custou-me muito colocar ali o botão para donativos. A primeira coisa que fiz assim que soube da decisão, foi correr a tirar o botão. Assim, todas as doações feitas por paypal foram já devolvidas na sua totalidade (mas não deixo de estar muito grata a quem decidiu apoiar-me dessa forma). Eventuais doações por transferência bancária que me caiam na conta serão também integralmente devolvidas.

 

Hei-de escrever mais sobre este tema, nomeadamente indicando alguns dados que podem ser interessantes para quem queira aprofundar aquilo que, para mim, foi um verdadeiro fenómeno. Mas esse post não é para já.

 

Agora, verdadeiramente, o que eu quero é celebrar em paz (a tal paz que eu pedia no post anterior) este fim-de-ano, e passar, nos próximos dias, algum tempo com a minha família, que com esta coisa toda já não deve lembrar-se de mim :)

 

A todos, mas todos mesmo, votos de um excelente 2011 (sim, Ensitel e seus colaboradores, incluídos).

 

Autoria e outros dados (tags, etc)

Tags:

Comovida

por jonasnuts, em 31.12.10

Têm sido dias cansativos e de sentimentos contraditórios. Por um lado, uma embrulhada na qual me vi envolvida, que me está a causar stress e preocupações, por outro, a onda gigantesca de solidariedade que recebi aqui, no Twitter, no Facebook, por SMS (sim, no telemóvel do momento, é ainda o que uso), pessoalmente, por mail, etc...

 

Têm sido centenas de contactos, aos quais não estou a conseguir responder mas que me deixam surpreendida e, sobretudo, comovida. Os mais atentos terão reparado que coloquei um botão de donativos ali na barra lateral do Blog. Hesitei bastante antes de fazê-lo, pois sabia que algumas pessoas certamente me acusariam de oportunismo.

 

No entanto, pelo facto de já ter pago à advogada, e porque alguns amigos mo pediram, lá me decidi. No entanto, é para mim muito importante que o processo seja o mais transparente possível. Daí que darei contas de todos os donativos que receber (sem personalizar, evidentemente, os agradecimentos faço-os em privado), de forma a que todos possam acompanhar todos os valores, sem que haja margens para quaisquer dúvidas.

 

Assim, até ao momento em que escrevo, foram doados €514.22 distribuídos por 35 doadores.

 

A eles, a todos os que aqui vieram e participaram (independentemente da opinião que expressaram), a todos os que me contactaram ou se solidarizaram comigo, o meu sincero agradecimento e, sobretudo, votos de um excelente 2011 :)

Autoria e outros dados (tags, etc)

Ensitel - alguns esclarecimentos

por jonasnuts, em 29.12.10

Este blog, que era uma salinha pequenita, viu-se, de repente, obrigado a fazer obras de aumento de espaço, para acolher a imensidão de pessoas que aqui chegaram, fruto da polémica em que me encontro, inadvertidamente, envolvida. Sejam muito bem-vindos e estejam à vontade. Costumo responder à grande maioria dos comentários mas, lá está, quando são 3 ou 4 é fácil, tratando-se de centenas fica um bocadinho mais complicado :)

 

 

Assim sendo, gostava só de deixar perfeitamente esclarecidos alguns detalhes que têm passado ao lado de algumas pessoas:

 

1 - O meu conflito de consumo com a Ensitel foi um episódio que vivi há quase dois anos.

 

2 - Para mim era um tema completamente ultrapassado e esquecido, e sobre o qual não voltei a escrever.

 

3 - Não quero um telemóvel novo, nem dinheiro, nem indemnizações.

 

4 - Só voltei a escrever sobre o tema porque a Ensitel me moveu este processo, despoletando toda esta onda de solidariedade para com a minha pretensão (que me surpreende e comove).

 

5 - A única coisa que pretendo, é que me deixem em paz (e aos meus posts).

 

Nem mais, nem menos.

Autoria e outros dados (tags, etc)

Tags:

Ensitel

por jonasnuts, em 27.12.10

No passado dia 22 fui surpreendida, ao receber uma nota de citação pessoal.

 

Parece que a Ensitel não gosta mesmo nada dos posts que aqui escrevi sobre a minha experiência enquanto cliente deles, e acha que eu não tenho o direito de partilhar, neste meu espaço, aquilo que penso e sinto acerca da empresa.

 

Posto isto, os senhores, em vez de me telefonarem e perguntarem como é que poderiam resolver o problema, decidiram que era mais eficaz pedirem aos advogados que os representam que me escrevessem, intimando-me a apagar os posts em causa. Não pediram direito de resposta, não perguntaram como é que poderiam resolver o problema, não quiseram, sequer, saber, porque razão é que eu estava chateada com eles, não, decidiram que o que queriam era que eu apagasse os posts. Não apaguei.

 

Assim sendo, os senhores cumpriram a ameaça, e no dia 22 recebi a tal citação pessoal, que é um documento de 31 página (sim, 31) em que sou intimada pelo tribunal a constituir um advogado, e é um procedimento cautelar.

 

Basicamente querem que o tribunal me mande apagar os posts que escrevi sobre a Ensitel. Estão ali, linkados na barra da direita do Blog. São 6. Com este 7.

 

Portanto, a Ensitel não gosta que os clientes expressem livremente a sua opinião. A liberdade de expressão é muito linda e coiso e tal, mas só quando não chateia. Se chateia, já não há liberdade de expressão para ninguém.

 

Eu não minto nos meus posts sobre a Ensitel. Descrevo a situação, dou os factos, e escrevo o que penso acerca da coisa.

 

A Ensitel está a precisar de contratar uma empresa de Relações Públicas, mais do que uma sociedade de advogados. Triste é que, passado tanto tempo, ainda não tenham percebido isso.

 

Para quem tiver pachorra para a novela toda, é seguir os links.

 

Take 1

Take 2

Take 3

Take 4

Take 5

Take 6

Autoria e outros dados (tags, etc)

Tags:

Ensitel

por jonasnuts, em 30.08.10

Recebi uma cartinha dos senhores advogados da Ensitel e estou para aqui cheia de dúvidas.

 

Não sei se a transcreva para um post, se a mande directamente para a minha advogada, ou ambas as anteriores.

 

Indecisões, indecisões.

Autoria e outros dados (tags, etc)

Viver no cu do mundo (take 2)

por jonasnuts, em 22.08.10

Acho que me expliquei mal no post anterior.

 

Eu conheço 1001 estratagemas e esquemas para dar a volta ao facto de algo não ser vendido em Portugal. A minha irmã viveu nos Estado Unidos e durante uns tempos tivemos um negócio de contrabando de DVDs muito interessante :) Eu encomendava na amazon.com, mandava entregar em casa dela, e ela depois remetia os caixotes para mim. Devo desde já informar que este contrabando era:

1 - Para uso meramente pessoal.

2 - Devidamente assinalado, já que ela fazia questão de escrever do lado de fora dos caixotes que se tratava de contrabando de DVDs (a mais pura das verdades, e nunca tive qualquer problema).

 

Tenho amigos ou conhecidos em muitas partes do mundo, e em cima disto tudo, há formas de subverter o esquema, online.

 

O que me irrita, é ter de recorrer a estratagemas. Não deveria ter que fazê-lo.

 

Eu conheço a forma de furar o esquema, e furo, mas irrita-me que as grandes empresas que andam por aí a gastar milhões em marketing de fashion stickness não percebam que há outras forma de agarrar os clientes. No meu caso, são precisas poucas coisinhas:

 

1 - Que falem na minha língua, correctamente.

2 - Que me tratem da mesma forma que tratam qualquer outro cliente, independentemente do país de origem.

 

Não é a primeira vez (nem será certamente a última) que me incompatibilizo com uma empresa por causa de uma das razões acima apresentadas.

 

Assim de repente, ocorre-me a Ensitel, obviamente, e a Kodak. Para a novela Ensitel, ver aqui ou  consultar a barra lateral deste Blog. Para a Kodak, é ver aqui.

Autoria e outros dados (tags, etc)

Se eu tivesse jeito para cantar......

por jonasnuts, em 15.10.09

....a Ensitel ia ter banda sonora, era garantido!

 

Um cliente insatisfeito com o serviço prestado pela United Airlines, depois de meses de Herodes para Pilatos, decidiu fazer uma música e o respectivo teledisco, como forma de reclamação.

 

O resultado da coisa foi que o vídeo já teve mais de 5 milhões de visualizações, e os senhores da United Airlines já tentaram fazer aquilo que recusaram durante 9 meses de contactos (e ele declinou).

 

A história está aqui, e chegou-me via Nélio, com link para aqui.

 

O vídeo, esse, é imperdível:

 

 

Autoria e outros dados (tags, etc)





subscrever feeds


Arquivo