Saltar para: Posts [1], Pesquisa e Arquivos [2]





subscrever feeds


Arquivo



Caro Millennium BCP - Adeus

por jonasnuts, em 26.05.14

 

 

Depois de muita insistência da minha parte, lá consegui que me respondessem à reclamação de que já aqui falei (auto-link) no passado.

 

Pois que insistem que os todos os cartões de débito duma determinada conta têm de ser entregues ao titular da conta, mesmo que o destinatário final não seja essa pessoa.

 

Aquilo a que vocês chamam de participante solidário não tem direito a receber os seus cartões. Insistem na vossa posição de que, vai tudo para o titular, que se encarregará de fazer chegar, se lhe apetecer, os cartões à sua real destinatária.

 

Verdade seja dita que não esperava outra resposta.

 

Não tenho nada que me prenda ao Millennium. Nem créditos, nem seguros, nem nada. Fácil de mudar. 

 

Alternativas ao Millennium? Alguém recomenda? 

 

Autoria e outros dados (tags, etc)

Alguém conseguiu entrar na plataforma que gere os painéis de turismo de Ponte de Lima. E não só conseguiu entrar como conseguiu pôr aquilo a transmitir conteúdos que terão maravilhado os transeuntes.

 

A minha parte favorita é quando o senhor (ou senhora) viu a polícia a chegar e de imediato contextualiza os conteúdos face ao novo segmento de audiência e passa a mostrar badalhoquice que incluía intérpretes fardados de polícia. 

 

E porque é que isto me diverte à brava? Não faço ideia, mas dá-me vontade de rir à gargalhada :)

 

A notícia é daqui.

 

 

Autoria e outros dados (tags, etc)

Caro Millenium BCP

por jonasnuts, em 07.05.14

 

 

Olá, amiguinhos.

 

Sou vossa cliente desde mil novecentos e troca o passo. Vejam lá vocês bem que ainda se chamavam Nova Rede. Não sou uma cliente esquisita, pelo que não tenho tido razões de queixa de maior (enfim, a barbaridade que cobram pelos vossos serviços não é exactamente um motivo de satisfação, mas não é disso que pretendo tratar).

 

Até ontem eu era uma freguesa relativamente inócua. Nem bem, nem mal.

 

Tenho 3 contas convosco. 2 em nome próprio, de que sou a única titular, e uma na qual participo, julgava eu que em igualdade de circunstâncias, com uma outra pessoa.

 

Qual não é o meu espanto quando chego a casa, ontem, e vejo o meu novo cartão de débito, referente à tal conta conjunta, ainda colado à cartinha, e ao pé do envelope aberto. O destinatário da carta, não era eu. Mas o cartão era o meu. 

 

Ora, eu não sei como é que vocês funcionam nas vossas casas, mas em minha casa ninguém abre correspondência que não venha em seu próprio nome, ou em nome de um menor a seu cargo, e mesmo essas, depende.

 

Descobri que o MEU cartão de débito, com o meu nome lá escarrapachado, foi enviado não para mim, mas para o outro participante da conta.

 

E telefonei-vos, e fui muito bem atendida, e pedi que fosse registada a minha reclamação, e estou à espera que me respondam. 

 

Mas, como suspeito de qual venha a ser a resposta que vou receber, fica aqui o registo da minha opinião, e o que decorrerá dessa resposta.

 

Eu não sei em que século é que vocês vivem, mas aquela coisa do chefe de família, e do homem que trata dessas coisas de dinheiros que para as mulheres são muito complicadas, e do marido que recebe a correspondência da mulher pertencem a uma era na qual eu já não vivo, e à qual não pretendo voltar.

 

Sim, podem dizer-me que se fosse eu a titular, o cartão dele teria vindo para mim, e essa resposta também não me deixa satisfeita. É que eu não sou muito adepta das hierarquias. Existe uma coisa chamada igualdade de circunstâncias, em que os participantes duma conta são tratados da mesma forma, sem chefes nem chefinhos (já tenho que chegue disso, noutras áreas da minha vida). Se os vossos sistemas de informação não suportam esta possibilidade, são claramente um banco do século passado, a tentar manter clientes que já mudaram de século. 

 

Aguardarei pela vossa resposta e, dependendo da resposta que me derem, manterei as minhas contas no vosso banco, ou não.

 

Sim, os preços absurdos que me cobram pela prestação dos vossos serviços não são incentivo suficiente para que eu mude de banco, mas isto, isto é.

 

 

P.S.: Já para nao falar das questões relacionadas com segurança e privacidade, mas isso dava para outro post mais técnico. Este é um post emocional.

 

 

Autoria e outros dados (tags, etc)

Da noite de ontem....

por jonasnuts, em 02.05.14

Retenho 2 coisas. O final do jogo visto com nervos à flor da pele, com a minha mãe, e isto:

 

 

 

É deste senhor.

Autoria e outros dados (tags, etc)





subscrever feeds


Arquivo