Saltar para: Post [1], Comentários [2], Pesquisa e Arquivos [3]






Arquivo



Caro Millenium BCP

por jonasnuts, em 07.05.14

 

 

Olá, amiguinhos.

 

Sou vossa cliente desde mil novecentos e troca o passo. Vejam lá vocês bem que ainda se chamavam Nova Rede. Não sou uma cliente esquisita, pelo que não tenho tido razões de queixa de maior (enfim, a barbaridade que cobram pelos vossos serviços não é exactamente um motivo de satisfação, mas não é disso que pretendo tratar).

 

Até ontem eu era uma freguesa relativamente inócua. Nem bem, nem mal.

 

Tenho 3 contas convosco. 2 em nome próprio, de que sou a única titular, e uma na qual participo, julgava eu que em igualdade de circunstâncias, com uma outra pessoa.

 

Qual não é o meu espanto quando chego a casa, ontem, e vejo o meu novo cartão de débito, referente à tal conta conjunta, ainda colado à cartinha, e ao pé do envelope aberto. O destinatário da carta, não era eu. Mas o cartão era o meu. 

 

Ora, eu não sei como é que vocês funcionam nas vossas casas, mas em minha casa ninguém abre correspondência que não venha em seu próprio nome, ou em nome de um menor a seu cargo, e mesmo essas, depende.

 

Descobri que o MEU cartão de débito, com o meu nome lá escarrapachado, foi enviado não para mim, mas para o outro participante da conta.

 

E telefonei-vos, e fui muito bem atendida, e pedi que fosse registada a minha reclamação, e estou à espera que me respondam. 

 

Mas, como suspeito de qual venha a ser a resposta que vou receber, fica aqui o registo da minha opinião, e o que decorrerá dessa resposta.

 

Eu não sei em que século é que vocês vivem, mas aquela coisa do chefe de família, e do homem que trata dessas coisas de dinheiros que para as mulheres são muito complicadas, e do marido que recebe a correspondência da mulher pertencem a uma era na qual eu já não vivo, e à qual não pretendo voltar.

 

Sim, podem dizer-me que se fosse eu a titular, o cartão dele teria vindo para mim, e essa resposta também não me deixa satisfeita. É que eu não sou muito adepta das hierarquias. Existe uma coisa chamada igualdade de circunstâncias, em que os participantes duma conta são tratados da mesma forma, sem chefes nem chefinhos (já tenho que chegue disso, noutras áreas da minha vida). Se os vossos sistemas de informação não suportam esta possibilidade, são claramente um banco do século passado, a tentar manter clientes que já mudaram de século. 

 

Aguardarei pela vossa resposta e, dependendo da resposta que me derem, manterei as minhas contas no vosso banco, ou não.

 

Sim, os preços absurdos que me cobram pela prestação dos vossos serviços não são incentivo suficiente para que eu mude de banco, mas isto, isto é.

 

 

P.S.: Já para nao falar das questões relacionadas com segurança e privacidade, mas isso dava para outro post mais técnico. Este é um post emocional.

 

 

Autoria e outros dados (tags, etc)



4 comentários

Sem imagem de perfil

De Ricardo a 07.05.2014 às 14:09

O BCP sempre foi conhecido por descriminar funcionárias, não a muitos anos até saiu nos jornais... Ah eu sou do tempo do BPA :)
Sem imagem de perfil

De PM a 07.05.2014 às 23:22

Vá lá, é mau mas não tão mau como descobrir que durante vários meses (para não dizer 1 ano e mais uns trocos) foi cobrado um valor de spread superior ao contratado.

Claro está que tive de andar a enviar emails, a insistir, a comunicar com o provedor de cliente, etc... Para no fim, devolverem, segundo as constas deles, o valor devido. Juros de mora? O que é isso? Acho que MBCP não sabe...
Sem imagem de perfil

De Ricardo Duarte a 08.05.2014 às 01:28

> questões relacionadas com segurança e privacidade, mas isso dava para outro post mais técnico. Este é um post emocional.

Aguardo :)
Sem imagem de perfil

De joao p. a 09.05.2014 às 20:44

Penso ser uma picuisse exagerada, a criar um problema de feminismo que n me parece existir e que parece estar a imaginar. Um recalcamento? O erro provavelmente deveu-se ao facto de ser a 2a titular. Como aconteceria ao contrario. Em termos de segurança n é nada de mais visto ter ido para outro titular da mm conta, e n lhe deram propriamente o PIN.

Já eu vou sair deles, por ja ter ficado sem poder pagar com o cartao de debito inumeras vezes por problemas centrais.

Comentar post






Arquivo