Saltar para: Posts [1], Pesquisa e Arquivos [2]





subscrever feeds


Arquivo



Life is a bitch

por jonasnuts, em 30.11.13

Já escrevi este post em Agosto deste ano, por motivos menos felizes, sinto que preciso de o republicar (adaptado):

 

Salvo raras excepções...... nós não temos problemas.

Temos contrariedades, pequenas desilusões, minúsculos dilemas.

 

Não nos apercebemos disso, normalmente. Empolamos tudo. Dramatizamos ao limite. E levamos a nossa vidinha cheios de "problemas" que, vai-se a ver, e não têm real importância nenhuma. Vão-se, com a espuma dos dias.

 

Tenho acompanhado ao longo das últimas semanas (interessa o tempo, nestas coisas?) um colega com um problema. Um problema real. E assisti, impotente como o resto do mundo, à luta que foi travada, na tentativa de resolver o problema.

 

A batalha foi travada, e foi perdida.

 

Devia haver uma lei natural, qualquer, que impedisse os pais de sobreviverem aos filhos.

 

Life is, indeed, a bitch.

Autoria e outros dados (tags, etc)

Galambagate (take 2)

por jonasnuts, em 22.11.13

Confesso que quando fiz um pequeno apontamento humorístico acerca deste tema (auto-link) achei que a coisa não tinha pernas para andar, de tão ridícula que era, e é.

 

No entanto, como acontece com mais regularidade do que aquela que gostaria, enganei-me. Lá está, não há limite para a estupidez humana. É um dos meus mantras e mesmo assim, por paradoxal que pareça, um dos que mais dificuldade tenho em interiorizar, nestas coisas mais mundanas.

 

Do princípio....

 

Há quase 1 mês, o deputado João Galamba, na sua conta de Twitter @joaogalamba, faz um tweet.

 

 

Ontem, noticia a Exame informática, que a FEVIP (Associação Portuguesa de Defesa de Obras Audiovisuais) emite um comunicado na sequência deste tweet. Eu começaria por dizer que em tempo de reacção, a FEVIP é claramente do tempo da pedra lascada. Até por snail mail a reacção teria sido mais célere. Se calhar tiveram de ir ver o que essa coisa do Twitter ou mesmo das Internetes.

 

E estes senhores da FEVIP comunicaram que achavam mal que um deputado pedisse um link, em público (presumo que em privado já não houvesse qualquer problema, são, portanto apologistas e adeptos das virtudes públicas e dos vícios privados), demonstrando uma "... falta de respeito que o senhor deputado tem pela propriedade intelectual e para com os setores que representam mais de 2% do PIB e cujos atores económicos ajudam na empregabilidade e desenvolvimento da economia do próprio país".


Hoje chegam uns primos da FEVIT, a ACAPOR (Associação do Comércio Audiovisual de Obras Culturais e de Entretenimento de Portugal), que também emite um comunicado. E escala o tom. Pede, numa carta (aberta, claro) que o deputado renuncie ao mandato, manifestando "... o seu profundo desagrado com o comportamento do Sr. Deputado na rede social Twitter, em concreto com o seu pedido à comunidade que lhe facultasse um link com a transmissão não autorizada do jogo entre o FC Porto e o Sporting CP."

 

Há mais primos nesta família, e, ou muito me engano, ou eles aí aparecerão, a seu tempo. É o que dá, os casamentos consanguíneos. Tem pai que é primo.

 

Esclareçamos primeiro as coisas do ponto de vista do enunciado, e sejamos rigorosos ao detalhe.

 

Nada, no tweet de João Galamba, indica que esteja a ser pedido um link para uma transmissão ilegal. É pedido um link. Se os senhores primos assumem à partida que se trata de um pedido para um link ilegal (que é coisa que não existe - já lá vamos), isso diz mais de quem assume e presume tal coisa do que sobre quem faz o pedido original.

 

Há transmissões de jogos autorizadas e algumas até oficiais, como os primos deveriam saber, se fizessem bem o seu trabalho de comércio e promoção de obras audiovisuais. E se fizessem o seu trabalho de forma excelente, mais transmissões desse tipo haveria.

 

Do ponto de vista formal, da legalidade da coisa, há outro detalhe importante. Quando é transmitido, sem autorização, um qualquer evento, quem está a cometer a ilegalidade, não é quem consome, mas sim quem transmite. Os primos sabem disto, mas para mandarem ondas de choque para a comunicação social (que come e cala) chega-lhes a ignorância alastrada.

 

Quando estamos a ver um jogo de futebol num café, ou num centro comercial, vamos pedir aos responsáveis pelo espaço que nos mostrem o documento que os autoriza a fazer a transmissão? Não. Sentamo-nos e olhamos para o ecrã. Se a transmissão é ilegal, quem está a ver, não está a cometer qualquer crime, quem está a cometer o crime é quem assegura a transmissão.

 

E gosto muito de ver, aqueles que odeiam João Galamba (seja lá qual for o motivo, não é relevante), a caírem que nem patinhos, e a deixarem-se manipular (e a tentar manipular terceiros, através ou da sua ignorância ou do seu dolo), e cair na esparrela de alardear a sua ignorância, aproveitando a boleia dos primos, para ataques ao deputado.

 

Odeiem o deputado, mas por favor, sejam mais discretos acerca da vossa monumental ignorância. Assim toda a gente fica a saber que os vossos pais são primos (e que não correu bem).

 

Santa pachorra.

Autoria e outros dados (tags, etc)

Se me saísse o Euromilhões.....

por jonasnuts, em 22.11.13

 

Largava tudo e transformava-me numa activista dos direitos civis a tempo inteiro.

 

Mesmo.

 

 

O cartoon é do Kudelka.

Autoria e outros dados (tags, etc)

Há formas e formas de fazer chegar a mesma mensagem a um target. A identificação da forma como se deve fazer chegar a mensagem a um determinado target é uma das partes do planeamento estratégico duma campanha de comunicação e marketing. As escolhas podem ser muitas. Há sempre umas melhores que outras.

 

Fica aqui um exemplo de duas formas distintas de transmitir a mesma mensagem ao mesmo target. Adivinhem lá qual é aquela de que o target mais gostou? (ou, não tendo gostado, a mensagem que o enganou melhor :)

 

Se isto fosse um blog americano, eu agora dizia que os vídeos contêm cenas que podem chocar os mais sensíveis, e que contêm imagens de partes pudendas. Mas como não é um blog americano, não digo :)


LFTC Testicle Check from Maverick TV on Vimeo.

 

 

Autoria e outros dados (tags, etc)

Caro João Galamba

por jonasnuts, em 21.11.13

Isto é inadmissível.

 

 

Não pelos motivos apresentados pelos produtores de vídeo (o que é que lhes garante que tu não estavas a pedir um link para a transmissão online legal da coisa?), mas porque, desportivamente, as escolhas são deploráveis.

 

Ainda se fosse um Benfica -Qualquer coisa, ou um Qualquer coisa - Benfica, compreendia. Mas lagartos e andrades?

 

Deplorável.

Autoria e outros dados (tags, etc)

Cara Fnac

por jonasnuts, em 19.11.13

Se por acaso alguém vos comprar um iPhone, e, passados uns tempos o puser aí a reparar, não contactem com a cliente a pedir o username e a password do Apple ID.

 

Sabem..... pedir usernames e passwords do Apple ID (ou de qualquer outro serviço) vai contra o bom senso, contra as mais básicas normas de segurança e, mais importante, contra os termos de utilização do serviço.

 

E insistirem com uma pessoa para que dê o username e a password, para que vocês possam transmitir a terceiros, também não é boa ideia.

 

E serem mal educados, alegando que a pessoa "não está a facilitar", também não ajuda. Não é por mim que falo, eu sou, para vocês, um caso perdido e não voltarei a ser vossa cliente (ver aqui porquê - auto-link).

 

Quando a cliente se oferece para se deslocar às vossas instalações, para ser a própria a inserir username e password para desactivar a app que está, dizem vocês, a impedir a intervenção, aceitem, e não digam que é impossível.

 

Por acaso deram com uma cliente muitíssimo bem informada (e sensível) acerca das questões relacionadas com a segurança dos dados, mas suponho que seja o pão nosso de cada dia, fazerem este tipo de pedido aos clientes.

A Apple vai gostar de saber.

Autoria e outros dados (tags, etc)

Insultos desconcertantes

por jonasnuts, em 06.11.13

Ando a trabalhar num conceito que me parece vencedor. O insulto inusitado, desconcertante, e que deixa o destinatário dividido. Acho o máximo. São sobretudo eficazes com pessoas muito burras, ou muito arrogantes (os dois conceitos andam normalmente juntos, mas não é obrigatório).

 

Dou assim início às hostilidades com um desses insultos, que ainda não usei, mas que é uma questão de tempo.

 

"Olha lá, os teus pais são primos?"

Autoria e outros dados (tags, etc)

10 anos

por jonasnuts, em 04.11.13

 

Há 10 anos e qualquer coisa, num corredor do SAPO, o Dr. Baldino (sem link porque ele não gosta) disse-me assim: Óh Maria João (das poucas pessoas que não me trata por Jonas), Ó Maria João..... isto dos Blogs é um fenómeno muito interessante, e nós devíamos ter uma plataforma de Blogs. Trate lá disso.

 

Esta foi a especificação inicial. 

 

Eu argumentei. Ó Dr. Baldino, isso dos Blogs é uma treta, isso não são mais do que homepages, com uns perlimpimpins (não estava desprovida de razão, tecnicamente falando). 

 

Bottom line, manda quem pode, obedece quem deve. E eu obedeci.

 

Por motivos que agora não interessam para nada (mas que eu não esqueço), optámos por uma plataforma tecnológica tenebrosa, o Movable Type (na altura também não havia muito mais escolha), e, faz hoje dez anos, lançávamos os Blogs do SAPO.

 

São, no SAPO, um dos meus projectos de vida profissional.

 

Dei muito aos Blogs, e os Blogs deram-me muito a mim (quer pessoal quer profissionalmente).

 

Hoje, noutro projecto, tento desligar-me, cortar o cordão umbilical, sei que estão bem entregues, os Blogs do SAPO. Mas é difícil.

 

Não é todos os dias que um filho faz 10 anos.

 

Parabéns, Blogs do SAPO :)

Autoria e outros dados (tags, etc)





subscrever feeds


Arquivo