Saltar para: Post [1], Comentários [2], Pesquisa e Arquivos [3]






Arquivo



Genericamente falando

por jonasnuts, em 10.05.11

Não há discussão digna desse nome que não meta lá pelo meio a frase "as generalizações são perigosas", e esta é a afirmação com que todos parecem concordar digo eu, lá está, generalizando.

 

Mas se muita gente, eu diria mesmo, generalizando, a maioria, acha que generalizar é perigoso ou que, pelo menos, deixa de fora os cinzentos, limitando-se aos aborrecidos brancos e pretos, porque raio vivemos nós de generalizações?

 

Os portugueses são assim, as portuguesas são assado, há pouco tempo tivemos o censos 2011, que é a ferramenta maior da generalização, essa, sim, a perigosa. Dos resultados deste censos vão sair várias conclusões sobre os portugueses, não me reverei ou identificarei com 90% dessas conclusões.

 

Aliás, a grande maioria dos textos começados por "os Portugueses" acertam sempre ao lado, no que à minha mouche diz respeito.

 

Não sei se será assim com toda a gente, ou se serei apenas eu, que sou demasiado fora da norma. Ou é a norma que é demasiado fora de mim.

 

Económica, social, profissional e familiarmente somos sempre avaliados estatisticamente, porque a amostra consultada é estatisticamente viável. Nas sondagens é a mesma coisa.

 

E eu fico sempre a achar que a amostra é um desvio ao meu padrão.

 

Sim, tenho mau-feitio suficiente para achar que eu estou certa, e o padrão, não estando errado, não está mais certo que eu.

 

Odeio preto e branco, a riqueza não está no sim e no não, mas nas gradações cinzentas do talvez.

Autoria e outros dados (tags, etc)



4 comentários

Sem imagem de perfil

De Manuel Padilha a 10.05.2011 às 12:27

E só porque gosto do espectro todo, direi mesmo que muitas vezes à mais respostas para além do binómio sim/não, e que a riqueza está nas respectivas gradações entre eles (uns "talvez" multidimensionais, ou os 32 bits de cor).

:)
Sem imagem de perfil

De Jose Gaspar a 10.05.2011 às 16:02

"Crude classifications and false generalizations are the curse of the organized life." -- A generalization by H. G. Wells
Sem imagem de perfil

De Amadeu a 10.05.2011 às 19:32

Lá está!...ia tudo tão bem até ao "odeio preto e branco".
Digo eu que sou do Boavista ;)
Imagem de perfil

De Terebi-kun a 16.05.2011 às 12:13

Como muitas outras coisas, as generalizações são ferramentas, que até podem ser bastante úteis.

Não vejo nada de mal nas generalizações em si, o problema é quando são mal usadas (como quando são usadas para tirar conclusões que não correspondem à realidade).


"tenho mau-feitio suficiente para achar que eu estou certa, e o padrão, não estando errado, não está mais certo que eu"

Não percebi =)

A estatística é descritiva, não diz nem o porquê nem o como, não diz o que está certo ou errado.

Além disso, não é por haver mais pessoas a dizer uma coisa que isso se torna "mais verdade".

Comentar post






Arquivo