Saltar para: Posts [1], Pesquisa e Arquivos [2]





subscrever feeds


Arquivo



Tia

por jonasnuts, em 03.02.08
Sou tia de dois sobrinhos lindos, o Vicente (5 anos) e a Teresa (2 anos).

Com a minha irmã de passeio de namoro pelas Itálias tocou-me a mim trabalhar para a vida social do mais velho e levá-lo a uma festa, há bocado. Sabendo que queria muito estrear-se num Smart (para andar à frente) lá levei o Smart.
Quando dá de caras com o Smart, abre-se-lhe um sorriso na cara e sai-lhe uma exclamação de parazer:

- Ó tia Jonas, vamos andar de smartie?

Mais tarde, durante a viagem, reage às indicações do GPS de forma categórica:

- Tia Jonas, tens de comprar outro GPS.
- Então porquê? Não gostas deste?
- Não. Fala pelos cotovelos.

Melhor que isto é a mais nova a cantar O Balão do João.

Ser tia é muito bom, principalmente ser tia destas duas encomendas. Adoro quando me chamam tia.

Autoria e outros dados (tags, etc)

Esplanadas

por jonasnuts, em 02.02.08
Quanto melhor é a vista, pior é o serviço.

É uma constatação baseada na experiência. Na linha de Cascais não há, que eu conheça, uma esplanada de jeito, onde se possa estar descontraidamente, comer fora de horas (e fora de horas é almoçar às 4 da tarde), com uma vista de jeito.

A esplanada de S. Pedro é a mais razoável (embora o serviço já tenha visto melhores dias), mas no Verão é impraticável. No Inverno está-se bem. Mas o Inverno este ano decidiu não passar por cá.

Enchi-me de esperança quando vi uma nova esplanada na praia de Paço de Arcos. A areia mesmo ali ao pé, dá para os putos estarem a brincar enquanto esperamos e não esperamos. É mesmo ao pé de casa. O espaço propriamente dito não é feio. Fomos lá a semana passada e esta semana, e não correu bem, o serviço foi péssimo e a comida não foi melhor. Pode ser que tenha sido azar. Repetimos a experiência. Nope, confirmado. Foi ainda pior. O serviço à mesa não é feito por profissionais, dá ideia que aquilo foi um grupo de amigos que se juntou para pagar a concessão, e que achou que dava conta do recado. Servir às mesas não deve ser assim tão complicado. E não é. Mas servir BEM às mesas e gerir um bar/café/restaurante é complicado, é também para isso que existem cursos de hotelaria.

A vista é fantástica. E vamos repetir. Preparamos a trouxa em casa e levamos para a praia. A vista é a mesma, a comida será melhor e o serviço será excelente.

Autoria e outros dados (tags, etc)

Inside Visita Guiada

por jonasnuts, em 02.02.08
Agora que já foi para o ar, já posso falar acerca do assunto.

Perdoem-me a insistência no tema, mas deixa cá fazer render o peixe dos meus 15 minutos de fama, que isto não é todos os dias que se está em amena cavaqueira com a Maria de Vasconcelos, com a Sílvia Alberto e com a Ana Malhoa.

Fui contactada pela produção do programa Visita Guiada, do Rádio Clube Português, para ir conversar um bocadinho sobre o "fenómeno" online da Ana Malhoa. Fui convidada na qualidade de responsável dos Blogs do SAPO e "especialista" em Blogosfera e Internet. Está correcto, ando nisto há tantos anos que já tenho um conhecimento acima da média.

Fiz os trabalhinhos de casa, recolhi dados da pesquisa, refresquei o tema, de que já tinha até falado aqui nesta chafarica. É mais ou menos simples, a explicação. As fotos "desinibidas" da Ana Malhoa, o post do Ricardo Araújo Pereira no Gato Fedorento, a capa do 24 horas.

Estava preparada. Qualquer que fosse o tom, eu alinhava. Dançaria a música que a Maria tocasse. Mais light, mais heavy, o que fosse.

Chego adiantada (chego sempre adiantada) e é giro estar na sala de espera de uma rádio (neste caso mais do que uma) e ouvir vozes que conheço do éter ali ao lado, a falar de trivialidades. Passado um bocadinho chega o produtor e indica-me a entrada, a mim e a mais uma pessoa, e de repente volta para trás. Fiquei ali pendurada, juntamente com a Sílvia Alberto. Olhámos uma para a outra, do tipo, e agora? E eu pensava......... bom, se já tinha sido um sururu quando souberam que vinha conversar com a Maria e com a Ana Malhoa, espera até saberem que também cá estava a Sílvia Alberto. Não lavo as mãos durante 1 semana, e cobro por aperto de mão. Vou ficar rica.

De repente o corredor enche-se de gente. Maria de Vasconcelos, o Pedro Múrias (produtor), a Sílvia Alberto, a Ana Malhoa e, surpresa das surpresas, a família. Sim a Ana Malhoa levou o marido e a filha (que por sinal é giríssima). Pensei logo, epá, então está aqui a família? Como é que a gente vai fazer isto? Bom, pode ser que eles fiquem na sala de espera.

Entramos no enorme estúdio, que já lá tem gente. O Nuno Markl que ia entrar na segunda hora. E eu cá para mim, epá, a coisa promete, ó p'ra mim aqui no meio de tanta gente conhecida.  Fecha-se a porta do estúdio. Família da Ana Malhoa lá dentro, sentados nas cadeiras dos convidados. Começa a conversa. E eu cá para mim, mas como é que eu vou falar do post do Ricardo, e das fotos "desinibidas" e da capa do 24 Horas com a filha, de 8 anos, sentadinha à minha frente?  Não há guarda-costas mais eficaz do que uma criança. Pelo menos na parte que me toca.

Não iria nunca ser indelicada, não faz o meu estilo e, além disso a Ana Malhoa é muito simpática e foi uma querida. Mas seja como for, podíamos ter ido um bocadinho mais longe do que fomos. Pelo menos eu poderia ter ido mais longe do que fui, se não estivesse por ali a filhota.

Estou a ouvir o programa, neste momento. Há ali uns cortes a mais e uns cortes a menos. É normal, é o primeiro programa, ainda a tentar encontrar o ritmo, mas o importante é que o essencial está lá. A Maria está em forma (como eu sempre achei que ia estar), e a coisa promete :)

Foi uma experiência fantástica, conhecer esta gente toda e acima de tudo poder participar no regresso da Maria, e confirmar a ideia que tinha de que quer a Maria quer a Sílvia são exactamente como eu achava que iam ser, 5 estrelas.

Para quem não ouviu, e possa estar interessado, é clicar aqui:


Autoria e outros dados (tags, etc)

She's back

por jonasnuts, em 01.02.08
Não me deram ainda ordem de soltura, mas como já ouvi o spot a anunciar, presumo que já não seja segredo.

She is Maria de Vasconcelos.

Quando me referi ao "missing link" é porque a Maria era uma terça parte  d'O Homem que Mordeu o Cão, com este senhor e com mais este. Mais ainda, durante um tempo, ela era duas quartas partes do programa, grávida da sua primeira filha. A gravidez mais acompanhada de "todó Portugal".

A Maria de Vasconcelos regressa amanhã à telefonia (palavras da própria), mais precisamente no Rádio Clube Português. Visita Guiada é o nome do programa, e eu vou estar lá, não só a assistir, na primeira fila, como, pontualmente, a participar. Um privilégio, é o que é, mais para mais tão bem acompanhada, e mais não digo :)

Sábados e Domingos, às 10 da manhã, no Rádio Clube.

Autoria e outros dados (tags, etc)

A invasão

por jonasnuts, em 01.02.08
Nunca gostei de Carnaval, e tem piorado com os anos, mas esforço-me um bocadinho, por causa do puto, que gosta tanto. Foi de Guerreiro Medieval. Mas, não é isso que me leva a escrever este post.

É impressão minha ou fomos invadidos por Noddys?

Na escola dos meus sobrinhos o número de Noddys por metro quadrado era assustador.

Eu pessoalmente, tenho medo do Noddy que, coitado, é um calimero em versão de gente.

Melhor que os Noddys só mesmo as desgraçadas que vão rapara um frio do caraças quando decidirem abanar as banhas que tentam saltar para fora dos bikinis diminutos que não lhes serviriam nem nas orelhas. Com 10 graus, pois então. Diz que o frio faz bem à celulite.

Autoria e outros dados (tags, etc)


Pág. 6/6





subscrever feeds


Arquivo