Saltar para: Post [1], Comentários [2], Pesquisa e Arquivos [3]






Arquivo



Na vanguarda do atraso

por jonasnuts, em 22.11.17

A Comissão das Liberdades Cívicas rejeita a proposta do Governo Português que recomendava a censura de conteúdos na Internet.

 

Obviamente. Qualquer pessoa com dois dedos de testa perceberia que esta proposta era indefensável. 

 

Portugal tem andado, ultimamente, na vanguarda do atraso, no que a direitos digitais diz respeito. 

 

O que é estranho, porque, publicamente, temos um Governo que parece acarinhar esta indústria.

 

Olhe-se para a Websummit e para o dinheiro que se investiu (reparem, não digo "gastou" digo "investiu"), mais as operações públicas de charme com a presença de vários elementos do governo e, até, do Primeiro-Ministro.

 

Olhe-se também para o aproveitamento que tem sido feito do Brexit, e da piscadela de olho que Portugal tem feito a muitas tecnológicas que estão à procura de alternativas. 

 

Reparem, acho isto muito bem. O problema é que não podem querer sol na eira e chuva no nabal. 

 

Não podem querer atrair esta malta e depois aprovar (ou recomendar) leis que são contrárias à indústria. 

Não podem querer ser uma coisa em público e outra em privado.

 

O que me leva à questão......... quem é que aconselha o Governo nesta matéria? 

Porque é que o Ministro da Cultura, quem é quem leva estes temas do direito de autor, está tão inflexível numa posição tão obsoleta? Quem é que o senhor Ministro anda a ouvir?

 

E porque é que isto é tudo feito sem um debate público? Este é o tipo de matéria que não se resolve com conversetas de damage control feitas por sms.

 

Não havendo responsáveis por aconselhar o Governo em matéria de estratégia digital, não haverá ninguém responsável por aconselhar o Governo em matéria estratégia política?

 

É que estes são temas em que o activismo é muito e de rápida propagação. Estes são temas que custam votos.

 

O direito de autor não é sexy e há sempre a alternativa do choradinho do "coitadinhos dos artistas", mas a censura é, lamentavelmente, muito sexy. A falta de respeito pelas liberdades civis, é muito sexy.

 

E meia dúzia de activistas com poder de influência são facilmente instrumentalizados e amplificados por uma oposição interessada em roubar votos.

 

Just sayin'

 

Autoria e outros dados (tags, etc)



7 comentários

Sem imagem de perfil

De Anónimo a 22.11.2017 às 15:47

Opisiquem? Pensaram e querem fazer o mesmo.
Imagem de perfil

De LoboMau a 23.11.2017 às 14:02

Muito bem observado. A tristeza de uma sociedade à deriva e sem valores.
Sem imagem de perfil

De Paula Simoes a 23.11.2017 às 18:41

"quem é que aconselha o Governo nesta matéria?"
Esta eu sei o/
O conselheiro Português em Bruxelas para esta matéria é o sr. Ricardo Castanheira, que em Março deste ano deixou de ser director-geral da Motion Picture Association - Latin America e no mês seguinte Abril de 2017, passou a integrar como conselheiro a Representação Permanente de Portugal junto da União Europeia (REPER).
https://www.linkedin.com/in/ricardocastanheira/
Imagem de perfil

De jonasnuts a 23.11.2017 às 18:54

Castanheira?

Terá alguma coisa a ver com a Vera Castanheira da AGECOP que foi em tempos assessora da ministra da cultura e que foi quem redigiu (enquanto AGECOP) a lei da cópia privada?

Sem imagem de perfil

De Paula Simoes a 23.11.2017 às 19:32

Não sei. Nem me lembrei dessa possibilidade. Eu diria que ela deve estar mais perto do PSD do que do PS, mas isto também não quer dizer nada.
Imagem de perfil

De jonasnuts a 23.11.2017 às 19:33

Acho demasiada coincidência. Vou aprofundar.
Perfil Facebook

De Bruno Miguel a 23.11.2017 às 20:10

Uma imbecilidade evitada. Agora faltam as de nível europeu, como os artigos 11 e 13 da reforma dos direitos de autor.

Comentar post






Arquivo