Saltar para: Post [1], Comentários [2], Pesquisa e Arquivos [3]






Arquivo



Sugestão para tese de mestrado

por jonasnuts, em 10.09.15

Nesta altura do ano há muita malta à procura de bons temas para a tese de mestrado. Não tem de quê, se se movem na área das ciências sociais, e se o comportamento nas redes sociais vos interessa.

 

Instruções:

 

Criem uma página de um político, no Facebook (não é um perfil, é uma página), e associem-lhe a respectiva conta de Twitter.

Qualquer político serve, mas é mais eficaz se utilizarem um controverso, ou que inspire mais amores/ódios.

Não pode ser o Sócrates, porque as pessoas terão de achar que se trata duma coisa oficial (e, mesmo sendo as pessoas muito burras, dificilmente acreditarão que uma página do Sócrates seja verdadeira).

Personalizem os perfis com fotos oficiais do político escolhido. Em nenhum sítio coloquem a palavra "oficial".

Coloquem posts de meia dúzia de notícias (de preferência favoráveis) sobre o político escolhido, durante uma semana (no máximo). Se as notícias forem de órgãos de comunicação social tradicionais, melhor.

Não mexam mais.

Não façam qualquer tweet (mas personalizem o perfil mesmo assim, de preferência com um look semelhante ao utilizado para o Facebook).

 

Encostem-se à cadeirinha e aguardem. Não precisam de fazer mais nada, e em caso algum devem responder seja ao que for.

 

Os comentários e as mensagens privadas serão um maná sociológico.

 

Chegarão poucos, ao início, 3 ou 4 por dia. Mas sempre que o político escolhido estiver na ribalta (por bons ou maus motivos) são às centenas.

 

Sempre às ordens.

Autoria e outros dados (tags, etc)



4 comentários

Sem imagem de perfil

De David a 10.09.2015 às 11:17

Esta sugestão não entra na categoria de phishing politico?
Imagem de perfil

De jonasnuts a 10.09.2015 às 11:28

Não...... não é phishing, nada do que é dito é mentira, nada é pedido às pessoas. É completamente passivo.
Sem imagem de perfil

De somini a 10.09.2015 às 22:13

Pena que o Maçães já esteja ocupado...
Imagem de perfil

De m-M a 23.09.2015 às 14:22

Onde estavas tu há dois anos quando tive que pensar na minha Tese?!
A-MEI! :D

Comentar post






Arquivo