Saltar para: Post [1], Comentários [2], Pesquisa e Arquivos [3]






Arquivo



Twitter

por jonasnuts, em 29.12.08

Tenho uma relação difícil com o Twitter. Não lhe entendo completamente a utilidade. Um misto entre micro posts e irc. Conversas entre seguidos e seguidores. Conversas difíceis de acompanhar, precisamos de ser uma bola de ping-pong se quisermos acompanhar uma conversa. Se calhar ainda não percebi bem a coisa, é o mais certo.

 

Apesar disso, acompanho alguns Twitters mas, na sua maioria, faço-o via RSS. Isto é, não uso a funcionalidade do Twitter, que me permite ser "seguidora" de um determinado autor. Vejo os "posts" via leitor de feeds, subscrevendo-o no meu leitor.

 

Percebi, no entanto, que o número de "seguidores" é algo importante para quem Twitta, mais a mais que agora, a pedido do Loic, os senhores até permitem filtrar pelo número de seguidores. Assim sendo, para alguns Twitters, passei a usar a ferramenta de "seguidora", juntei-me assim ao rebanho identificável. Vou passar a ver os Twitts de forma diferente? Não. Continuarei a saborear os "conteúdos" através do conforto do meu NetNews Wire, mas sei que os números são importantes, e assim, contribui numericamente para a satisfação de algumas pessoas que, por motivos diferentes, são pessoas de quem gosto.

 

Não sei se o Twitter tem essa ferramenta, mas se não tem, deveria ter, aquela que permite aos autores, saberem, para além de que os segue oficialmente, quantas pessoas é que lhes consomem os "posts" via leitor de feeds. Sempre era mais um indicador.

 

Aproveito a boleia para reforçar o pedido de participação no ShortyAwards, de preferência com a nomeação do José Afonso Furtado, sendo que a única coisinha que é preciso fazer é transcrever a seguinte frase no vosso Twitter:

 

@shortyawards I nominate @jafurtado for a Shorty Award in #news because he's the  best twitterer I know.

 

Fónix..... com tanto seguidor, ainda "só" tem 34 nomeações (ainda por cima em 2 categorias diferentes). Serão seguidores que o seguem só para terem lá o nome? Debruçar-me-ei sobre este tema mais tarde. A importância de aparecermos nas listas de amigos e de seguidores de determinadas pessoas. O status virtual. A web-cunha.

Autoria e outros dados (tags, etc)

Tags:



11 comentários

Sem imagem de perfil

De theMage a 29.12.2008 às 11:49

Olá Jonas,

Como tu, tenho alguma dificuldade em seguir as conversas no Twitter. Especialmente quando não subscrevo todas as pessoas envolvidas numa conversa (o que acontece com frequência, uma vez que apenas subscrevo o twitter de pessoas que conheço pessoalmente).

E por isso, estou hoje a utilizar muito mais o friendfeed. No friendfeed as respostas a um tópico ficam associadas a esse tópico, e todas as pessoas que vêm o tópico original vêm todos os comentários.

E o interface por IM do FriendFeed funciona bem e é funcional.

Continuo a ter Twitter, e continuo a usar, especialmente porque muitas das pessoas que conheço e sigo no Twitter não têm FriendFeed (ou ainda não as consegui encontrar lá - como é o teu caso), mas estou cada vez no FriendFeed e cada vez menos no Twitter.

theMage
Imagem de perfil

De jonasnuts a 29.12.2008 às 11:52

E já votaste no jafurtado? :)

Eu tenho Friendfeed, não uso, mas tenho. É o nick do costume, Jonasnuts :)
Sem imagem de perfil

De bossito a 29.12.2008 às 11:53

Eu tb demorei muito tempo a perceber a graça do Twitter, mas agora viciei-me. Durante muito tempo parecia-me que as limitações do Twitter (140 caracteres, zero de alteração da página excepto em relação ao fundo, etc) me pareciam.. muito limitantes. Mas agora dou conta que essa é a grande força do Twitter. Para bloggers preguiçosos é a alternativa ideal. Partilhar um link ou uma boca é muito mais simples.

A questão dos seguidores é muito traiçoeira, p.ex. se seguir o twitter do Obama ele segue-te automaticamente, e continua a faze-lo mesmo que o deixes de seguir.. e claro, o Obama não anda a ler o teu twitter.. Mas ultimamente tenho visto que é possível acompanhar mais de 100 twitters sem grande dificuldades.

Creio que uma das melhores maneiras de entender e usar a sério o twitter é com uma das aplicações existentes, a que uso é muito simples, uma extensão para o firefox, twitterfox, que torna a experiência twitter muito mais animada e imediata. Esta aplicação tb é ideal para quem queria apenas receber as últimas notícias (JN, Público, TSF, BBC, NYT, estão todos lá) enquanto navega na net.

Tenho cá para mim que o twitter vai explodir em Portugal em 2009, em Portugal e na Europa em geral. A explosão americana já está em andamento. E a brasileira tb.
Imagem de perfil

De jonasnuts a 29.12.2008 às 11:56

"tenho visto que é possível acompanhar mais de 100 twitters sem grande dificuldades."

Não conheces o José Afonso Furtado :)

A não ser que, por "acompanhar" queiras dizer "marcar como lidos". :)
Sem imagem de perfil

De bossito a 29.12.2008 às 11:55

PS: cheguei a este post via twitter ;)
Imagem de perfil

De jonasnuts a 29.12.2008 às 11:56

Pois, eu uso o Twitter como notificador de novos posts. Às vezes sinto-me um pouco impostora, a verdade é essa :)
Imagem de perfil

De Pedro a 29.12.2008 às 12:31

Agora que mencionas isso...

Não usar a coisa, dizer mal dela e ainda cometer a maior brecha de etiqueta no Twitter: colocá-lo a disparar notificações de blog posts!

Tu não existes :P
Imagem de perfil

De jonasnuts a 29.12.2008 às 12:35

Que eu não existo, já tu sabias há muito tempo, não precisas do meu post sobre o Twitter para chegar a essa conclusão.

Agora.... eu não disse que não usava, eu disse que usava pouco, e apenas quase para consumir conteúdos. Mas, ainda há uns momentos, usei o Twitter para responder a uma mensagem :) (que me mandaram via Twitter).

Pode ser que a coisa mude. Já alguma vez alguém te disse que eu era uma ultra-céptica dos Blogs? :)
Sem imagem de perfil

De bossito a 29.12.2008 às 13:20

eu ainda sou muito novato dos twits, desconhecia a etiqueta. por mim todos os blogs que sigo no reader passavam a twittar, e eu passava a segui-los dessa forma..

por acompanhar quero dizer ler todas as twittadas, mas não necessariamente seguir todos os links.. compete à twittada seduzir o suficiente para que se siga o link, diria eu..

mas pronto, como digo sou muito novo nisto, ainda estou na fase maravilhado, depois de meses de "qual é a piada disto? os blogs já fazem isto e muitíssimo mais há séculos".

Twitter: menos é mais :) lol
Sem imagem de perfil

De bossito a 29.12.2008 às 13:23

Para finalizar, uma citação em defesa do twitanço:

«First, because everyone is tweeting regularly, you feel like a spoilsport if you don't join in, whereas on Facebook - where the status update is just one of many functions - you feel like a twit if you do. Second, the banal thoughts of complete strangers are surprisingly comforting and compelling: it's like following a thousand mini soap operas. Third, as tweets are no longer than a sentence or two, it is not very labour intensive. And fourth, the problem of British reserve is solved by one of the country's most enthusiastic “twaddicts” being Stephen Fry, a man more British than the Queen. If he can bring himself to use it, then so can you.»

http://timesonline.typepad.com/technology/2008/12/who-does-twitte.html
Sem imagem de perfil

De Rui a 29.12.2008 às 13:44

A minha experiência do Twitter mudou quando a rede de seguidos/seguidores passou das 30/40 pessoas. Deixou de ser um espaço para dizer que tinha um post novo no blog para passar a ser uma espécie de "tertúlia" virtual emergente.

O que eu quero dizer com isto é que através do Twitter acabamos por participar num ou em vários grupos de pessoas que se seguem entre si e que começam a desenvolver conversas. Nesse aspecto tens toda a razão e o interface não ajuda a acompanhar conversas, mas parece-me que esse vai ser o passo seguinte do próprio Twitter ou, pelo menos, de vários clientes e serviços desenvolvidos sobre a sua API.

Comentar post






Arquivo