Saltar para: Posts [1], Pesquisa [2]

Jonasnuts

Jonasnuts

Asul

Jonasnuts, 14.09.20

Asul.jpg

 

Já escrevi e reescrevi este post uma série de vezes. A coisa não estava a querer sair. Até me focar no essencial.

Umas férias que começaram por ser a sul, mas que arrepiaram rapidamente o caminho e acabaram por ser, premonitoriamente e muito de acordo com o meu atual mood, na Margem Sul. 

Foram excelentes. Vai na volta e repito brevemente. 

Fotografei demasiado os meus pés (e não só). Partilhei demasiadas fotos dos meus pés (e não só). Muitas drenagens linfáticas. Muitas conversas boas, umas à distância, outras nem por isso. Tive umas saudades loucas da minha mais velha, e dos passeios que damos todos os dias. Do meu mais velho também, menos a parte dos passeios.

Curti muito, saí com amigos, fugi de Sesimbra, explorei a marginal do Seixal e a sua baía (eu avisei, Margem Sul pura e dura), fiquei a saber da existência da Catrapona, fui ao Zagaia E à Casa Mateus, que isto não há fome que não dê em fartura e recomendo ambos, 


Este meu recente e atual mood "Margem Sul" se calhar não foi nada mal pensado. 

 

Persistamos. A Sul.

Aquela altura do ano

Jonasnuts, 03.06.12

É verdade..... da mesma forma que há aquela altura do mês, há aquela altura do ano.

 

E cá estamos de novo naquela altura do ano em que, de repente, acabam as aulas dos putos e ficamos sem saber o que lhes fazer.

 

Há, para quem possa, a instituição "avós", que muito prezo e uso durante todo o santo ano, mas a verdade é que não quero o puto a passar 3 meses a arrastar o cu pelas paredes, do sofá onde vê televisão, para a secretária onde está ao computador, com o esforço mínimo.....

 

Lembro-me demasiado bem das minhas férias de Verão, para querer que o puto estude, que não quero. Embora precise, que precisa.

 

Gostava de encontrar uma actividade para metade de Junho e para o mês de Julho que:

1 - Tivesse alguma actividade física.

2 - Tivesse uma enorme componente lúdica.

3 - Tivesse uma componente pedagógica.

4 - Não me levasse à bancarrota.

5 - Não fosse uma repetição de algo que já tenha feito em anos anteriores.

6 - Que não implicasse dormidas fora de casa (eu não me importo, mas ele não quer).

 

E ando à procura. E há uns tempos valentes. E o puto tem quase 14 anos. E não há nada que preencha os requisitos. E ele é esquisito, e eu ainda mais.

 

Gostava que a Sociedade Portuguesa de Matemática tivesse actividades de Verão. Não me refiro a explicações, que explicações nas férias devem ser uma valente seca, mas dias e dias preenchidos à volta das coisas giras da matemática, e de desafios para superar, e jogos. Acho que se há disciplina que dá para fazer este tipo de coisas, é a matemática. Mas não..... ou não há, ou não encontrei.

 

Summer camps de inglês, ou matemática, mas que não sejam uma seca, nem um depósito de criancinhas.

 

Sugestões?

O que fazer às criancinhas no Verão?

Jonasnuts, 27.04.11

Isto é um ciclo, todos os anos por esta altura (ou um pouco mais cedo ou, mais frequentemente, mais tarde) começo a debater-me com o problema da ocupação dos tempos livres do meu filho, para o período de Verão. São 3 meses de férias, 15 dias comigo, 15 dias com o pai. Sobram 2 meses. 2 meses é muito tempo.

 

É nestas alturas que tenho pena de não ter uma terra. Já tinha pena quando eu era miúda, ver muitas colegas irem para a terra passar 3 meses de férias, e eu enfiada num apartamento, em Lisboa. Mas nesta família, não há terras, é tudo de Lisboa. Enfiá-lo em casa da avó não é uma opção. Seria para ele, que adoraria passar os dias da televisão para o computador, com almocinho e lanchinho preparadinhos pela avó. Seria bom para a minha mãe, ter lá o neto mais velho. Seria bom para mim, é um descanso e sempre sai mais barato.

 

Mas não.... sedentário já ele tem tempo para ser o resto do ano. Ando à procura. Não procuro um depósito de criancinhas daqueles que anunciam mundos e fundos, e depois não são nada de jeito, gostava duma coisa gira e divertida para ele. Cursinhos de jardinagem durante 3 manhãs não são uma opção.

 

Gostava de um workshop de culinária. Durante uma semana (ou duas), todas as manhãs (incluindo almoço e, eventualmente lanche) ia aprender a cozinhar que é uma coisa que ele adora. Não encontro nada disto. Qualquer coisa com desenho e pinturas, culinária, modelagem, música, que são as coisas de que ele gosta.

 

Alguém sabe de alguma coisa ou tem sugestões alternativas?

Há uma primeira vez para tudo

Jonasnuts, 07.08.10

Desde que trabalho nesta área de negócio, quase há 15 anos, que nunca fui de férias sem algo de trabalho para fazer.

 

Ou um mail que tinha de ser enviado, uma mensagem que tinha de ser respondida, o portátil, um destaque, um documento, um prazo.

 

Amanhã, e durante uma semana quase inteira, vou estar fora, sem computador e sem compromissos profissionais.

 

Com o telemóvel, é um facto, mas conto usá-lo o mínimo possível.

 

É a primeira vez que faço isto, mas também é a primeira vez que me sinto a precisar de férias.

 

Até para a semana :)

Férias

Jonasnuts, 08.06.10

Não me refiro às minhas férias que ainda vêm longe. Refiro-me às do puto, que começam para a semana.

 

Portanto......fico com o puto pendurado metade de Junho, Julho, Agosto e uma parte de Setembro.

 

O que é que é suposto os pais fazerem aos filhos durante 3 meses? Ok, 1 mês de férias com os pais, e o resto?

 

Já procurei ateliers disto e daquilo e campos de férias (daqueles em que não se dorme lá), e desporto e coiso e tal, e tenho Julho mais ou menos resolvido.

 

Mas ateliers para Junho, é mentira. Ainda por cima é esquisito o chavalo.

 

Se alguém souber de um atelier de grafiti na 2ª quinzena de Junho, perto de Lisboa, eu agradeço.

 

Mas baratinho, que nas actividade de Julho da criança já quase se foi o subsídio de férias completo, e ainda não comprei todo o material necessário.

 

E se eu fosse ainda mais tesa e não tivesse dinheiro para isto tudo? Onde é que eu enfiava o puto?

Férias das criancinhas

Jonasnuts, 04.05.10

Qualquer mãe (ou pai) que já ande nisto há uns anos, e tenha, como eu, o puto numa escola que fecha quando terminam as aulas depara-se todos os anos com o dilema do costume.

 

O que fazer com ele no mês em que ainda eu não estou de férias, mas ele já?

 

E oferta não falta mas, como tive oportunidade de descobrir em Junho do ano passado, ou pensamos na coisa com antecedência, ou estamos lixados, com f de cama.

 

Este ano, fruto da experiência do ano passado, já estou em campo à procura dum sítio de jeito, que o satisfaça e, mais importante, que me satisfaça a mim (sou mãe galinha, sempre fui, sempre serei, e não deixo o puto com os primeiros caramelos que organizam umas actividades que, no papel, parecem giras).

 

A 1ª semana de Julho está resolvida. Familiarmente resolvida. As restantes, até Agosto, estão apalavradas mas, não há bela sem senão, por estas 3 semanitas em que um bando de putos vai andar a desenvolver actividades pedagógicas que vão contribuir para o seu desenvolvimento psico-social e mais o raio que o parta, sai-me do bolso.

 

A continha, para 3 semana (e vem dormir a casa, que, como disse mais acima, sou mãe-galinha), já vai em €700.

 

Já quando eu era miúda me lembro de ter pena de não ter "terrinha". As minhas amigas iam 3 meses para a terrinha, e voltavam de lá felizes e contentes, de brincarem com a primalhada, em família e com ordem de soltura. Hoje, tenho pena de não ter "terrinha" porque seria para lá que empandeirava o puto, em ambiente familiar, com actividades que certamente iam contribuir para aquelas coisas importantíssimas que referi ali em cima, e sempre me sobrava alguma para quando chegasse a altura das férias em comum.

 

Fónix, que esta coisa do desenvolvimento psico coiso e mais além, custa caro.

Férias

Jonasnuts, 01.08.09

A preparar-me para ir de férias no período que, contra todas as estatísticas está a ser o mais movimentado do ano.

 

Também contra todas as estatísticas, chove copiosamente lá fora.

 

Andei a ver as câmaras do trânsito. Contra todas as estatísticas, está calmo.

 

Parece-me um bom começo de férias, para mim, que odeio estatísticas e leituras de números, como forma única de avaliar um projecto.

A minha memória é curta

Jonasnuts, 18.12.08

Pelo menos para algumas coisas. Há uns tempos, mais precisamente há 5 anos, mais coisa menos coisa. Decidimos ir à Disney com os miúdos todos. Voltámos vacinados, julgava eu. NUNCA mais, enquanto me lembrar, volto a viajar com putos, para um sítio onde não possa meter tudo dentro do carro e voltar atrás. De tal forma foi a coisa que nesse ano, nas férias, fomos passar férias a meia dúzia de km de casa.

 

Pois, passou relativamente depressa. Depois conto.