Saltar para: Posts [1], Pesquisa [2]

Jonasnuts

Antigamente é que era bom

Ainda por causa do meu post sobre o casamento entre pessoas do mesmo sexo.

 

Há um argumento que é usado amiúde neste e noutros contextos, em que dizem, ah, mas na Grécia Antiga não sei o quê, ou ah, mas já no tempo dos nossos avós não sei que mais.

 

E eu, respeitadora das culturas populares, do empirismo, da sabedoria dos mais velhos, penso que isso é tudo muito bonito e há, certamente, muitas coisas que devem ser respeitadas, mas também há outra coisa chamada evolução.

 

O que os senhores na Grécia Antiga faziam ou deixavam de fazer é muito importante, do ponto de vista histórico, e do ponto de vista da evolução da Humanidade e do pensamento e deve ser considerado nessa perspectiva. Porque há 2.500 anos, os mesmo senhores não tinham casa-de-banho, e eu não vejo ninguém a mandar tirar a retrete de casa, só porque na Grécia antiga não havia autoclismos.

 

Eu, pessoalmente, gosto de pensar que, desde o tempo do Sócrates (ou outro, não é esse) e do Aristóteles, nós já aprendemos mais qualquer coisinha, enfim, que já evoluímos.

 

Em alguns casos, parece que não, que há gente que continua a pensar como há 2500 anos. E, se pensar dessa forma era muito à frente naquela época, pensar da mesma forma 2.500 anos depois, enfim, já não é à frente, é atrás. E atrás é precisamente o que estes senhores não gostam.

Legislação particular para casamento entre pessoas do mesmo sexo

Há quem defenda que não deve existir o direito ao casamento para pessoas do mesmo sexo. Casamento é entre pessoas de sexo diferente. Se duas pessoas do mesmo sexo querem casar, que se invente um novo modelo, que não se lhe chame casamento, que se chame outra coisa qualquer. Já ouvi até dizer que a lei não discrimina, apenas impõe limites (duh? discriminar é isso mesmo, impor limites).

 

Seja como for, para essas pessoas, se por acaso aqui vierem, e porque às vezes uma uma imagem vale mais do que mil palavras, na minha opinião a vossa proposta é esta:

 


 

 

Pesquisar

No twitter


Subscrever por e-mail

A subscrição é anónima e gera, no máximo, um e-mail por dia.

Arquivo

  1. 2020
  2. J
  3. F
  4. M
  5. A
  6. M
  7. J
  8. J
  9. A
  10. S
  11. O
  12. N
  13. D
  14. 2019
  15. J
  16. F
  17. M
  18. A
  19. M
  20. J
  21. J
  22. A
  23. S
  24. O
  25. N
  26. D
  27. 2018
  28. J
  29. F
  30. M
  31. A
  32. M
  33. J
  34. J
  35. A
  36. S
  37. O
  38. N
  39. D
  40. 2017
  41. J
  42. F
  43. M
  44. A
  45. M
  46. J
  47. J
  48. A
  49. S
  50. O
  51. N
  52. D
  53. 2016
  54. J
  55. F
  56. M
  57. A
  58. M
  59. J
  60. J
  61. A
  62. S
  63. O
  64. N
  65. D
  66. 2015
  67. J
  68. F
  69. M
  70. A
  71. M
  72. J
  73. J
  74. A
  75. S
  76. O
  77. N
  78. D
  79. 2014
  80. J
  81. F
  82. M
  83. A
  84. M
  85. J
  86. J
  87. A
  88. S
  89. O
  90. N
  91. D
  92. 2013
  93. J
  94. F
  95. M
  96. A
  97. M
  98. J
  99. J
  100. A
  101. S
  102. O
  103. N
  104. D
  105. 2012
  106. J
  107. F
  108. M
  109. A
  110. M
  111. J
  112. J
  113. A
  114. S
  115. O
  116. N
  117. D
  118. 2011
  119. J
  120. F
  121. M
  122. A
  123. M
  124. J
  125. J
  126. A
  127. S
  128. O
  129. N
  130. D
  131. 2010
  132. J
  133. F
  134. M
  135. A
  136. M
  137. J
  138. J
  139. A
  140. S
  141. O
  142. N
  143. D
  144. 2009
  145. J
  146. F
  147. M
  148. A
  149. M
  150. J
  151. J
  152. A
  153. S
  154. O
  155. N
  156. D
  157. 2008
  158. J
  159. F
  160. M
  161. A
  162. M
  163. J
  164. J
  165. A
  166. S
  167. O
  168. N
  169. D
  170. 2007
  171. J
  172. F
  173. M
  174. A
  175. M
  176. J
  177. J
  178. A
  179. S
  180. O
  181. N
  182. D
  183. 2006
  184. J
  185. F
  186. M
  187. A
  188. M
  189. J
  190. J
  191. A
  192. S
  193. O
  194. N
  195. D
  196. 2005
  197. J
  198. F
  199. M
  200. A
  201. M
  202. J
  203. J
  204. A
  205. S
  206. O
  207. N
  208. D