Saltar para: Posts [1], Pesquisa [2]

Jonasnuts

SAPO Codebits

SAPO Codebits


É complicado, para mim, escrever este post. Por um lado estou ligada à organização do evento, por outro tenho uma opinião pessoal que não pode ser confundida com a opinião da organização.

É a história dos chapelinhos, que ultimamente é tão frequente. Às vezes começo uma conversa com "eu, na qualidade de responsável pelos Blogs do SAPO estou a convidar-te a ti, na qualidade de autor de um Blog para....". Tenho, com frequência, de contextualizar as pessoas no que diz respeito ao chapelinho que estou a usar.

Então, neste momento, o meu chapelinho é o de dona deste Blog (olhem para a Tag principal), com uma opinião pessoal. Esta opinião pessoal não reflecte, obrigatoriamente, a opinião da organização do SAPO Codebits ou do SAPO.

Ouve-se, com frequência (e com razão) que se faz pouca coisa em Portugal na área das novas tecnologias, que se organizam poucas conferências, que uma pessoa para participar em eventos desta área tem sempre de ir para fora. É verdade, eu própria já disse aqui, por outras razões, que nós estamos "na periferia da informação, na trafaria dos happenings".

O problema é que quando alguém faz alguma coisa, ou tem alguma iniciativa, chegam logo as vozes do contra. O Pecus queixa-se exactamente da mesma coisa quando se meteu a organizar a Shift, eu vi isso com o Barcamp e agora vejo que há algumas vozes críticas em relação ao Codebits.

Não me interpretem mal, eu acho que as críticas são uma óptima forma de melhorar o nosso trabalho, eu gosto de críticas mas, e o mas aqui é o que conta, depende das críticas. Se são críticas pouco construtivas e/ou invejosas, não valem nada.

A crítica que tenho visto com mais frequência, é a da data, a meio da semana, já no que diz respeito ao Barcamp, as mesmas pessoas criticavam o facto de ser num fim-de-semana.

Houve quem tivesse confundido o SAPO Codebits com uma Campus Party, o que significa que não percebem nada destas coisas, são meros apreciadores de gadgets, mais do que reais  geeks.

E por fim, houve quem tivesse dito que estávamos a copiar o Yahoo! Hackday.
Duh? O Celso foi o primeiro a creditar o Yahoo! Hackday.

Em que ficamos, meninos?

Vocês não têm idade para serem velhos do restelo. Critiquem, mas construtivamente. Senão, deixem-se ficar quietinhos na trafaria, e deixem passar quem não está interessado em manter-se nos subúrbios.

Fátima Campos Ferreira

Sabem aquelas pessoas que bastam uns meros 5 minutos para detestar?
É visceral.

Pronto, é mais ou menos o efeito que a Fátima Campos Ferreira provoca em mim, desde sempre.

É embirrante, não sabe entrevistar, fala alto, e gosta de se ouvir (que é uma característica péssima, numa jornalista/entrevistadora).

É uma espécie de João Kleber meets Manuela Moura Guedes.

Essa é mais uma razão que me afasta do Prós e Contras.

Publicidade não, obrigada.



Coloquei este autocolante na parte de fora da minha caixa de correio. Não tinha grandes esperanças de que funcionasse. Aliás, confesso que, de alguma forma, desejei que não funcionasse, já estava a ver os telefonemas para as empresas prevaricadoras.

Mas a verdade é que não. 99% do lixo que lá entrava, agora não entra. Só a publicidade escamoteada de jornal (leia-se, o jornal da região) é que ainda lá entra de vez em quando. Vamos ver como é que consigo resolver esse detalhe.

Vou guardar alguns dos autocolantes que me sobraram, porque tenho a certeza que vão ser precisos, mais tarde ou mais cedo, para pôr no carro.

Pesquisar

No twitter


Subscrever por e-mail

A subscrição é anónima e gera, no máximo, um e-mail por dia.

Arquivo

  1. 2019
  2. J
  3. F
  4. M
  5. A
  6. M
  7. J
  8. J
  9. A
  10. S
  11. O
  12. N
  13. D
  14. 2018
  15. J
  16. F
  17. M
  18. A
  19. M
  20. J
  21. J
  22. A
  23. S
  24. O
  25. N
  26. D
  27. 2017
  28. J
  29. F
  30. M
  31. A
  32. M
  33. J
  34. J
  35. A
  36. S
  37. O
  38. N
  39. D
  40. 2016
  41. J
  42. F
  43. M
  44. A
  45. M
  46. J
  47. J
  48. A
  49. S
  50. O
  51. N
  52. D
  53. 2015
  54. J
  55. F
  56. M
  57. A
  58. M
  59. J
  60. J
  61. A
  62. S
  63. O
  64. N
  65. D
  66. 2014
  67. J
  68. F
  69. M
  70. A
  71. M
  72. J
  73. J
  74. A
  75. S
  76. O
  77. N
  78. D
  79. 2013
  80. J
  81. F
  82. M
  83. A
  84. M
  85. J
  86. J
  87. A
  88. S
  89. O
  90. N
  91. D
  92. 2012
  93. J
  94. F
  95. M
  96. A
  97. M
  98. J
  99. J
  100. A
  101. S
  102. O
  103. N
  104. D
  105. 2011
  106. J
  107. F
  108. M
  109. A
  110. M
  111. J
  112. J
  113. A
  114. S
  115. O
  116. N
  117. D
  118. 2010
  119. J
  120. F
  121. M
  122. A
  123. M
  124. J
  125. J
  126. A
  127. S
  128. O
  129. N
  130. D
  131. 2009
  132. J
  133. F
  134. M
  135. A
  136. M
  137. J
  138. J
  139. A
  140. S
  141. O
  142. N
  143. D
  144. 2008
  145. J
  146. F
  147. M
  148. A
  149. M
  150. J
  151. J
  152. A
  153. S
  154. O
  155. N
  156. D
  157. 2007
  158. J
  159. F
  160. M
  161. A
  162. M
  163. J
  164. J
  165. A
  166. S
  167. O
  168. N
  169. D
  170. 2006
  171. J
  172. F
  173. M
  174. A
  175. M
  176. J
  177. J
  178. A
  179. S
  180. O
  181. N
  182. D
  183. 2005
  184. J
  185. F
  186. M
  187. A
  188. M
  189. J
  190. J
  191. A
  192. S
  193. O
  194. N
  195. D