Saltar para: Post [1], Comentários [2], Pesquisa e Arquivos [3]






Arquivo



Virar à esquerda

por jonasnuts, em 25.09.17

Não vou falar de política. Isto é mesmo um post sobre virar fisicamente à esquerda, e da minha dificuldade em operar tal manobra. De moto.

 

moto.jpeg

 

Isto de andar de moto ainda vai dar uns posts, porque é todo um novo universo de conhecimentos novos que de repente se abateu sobre mim. Guiar uma moto é MUITO diferente de guiar um carro e estou convencida de que apesar de adorar, nunca serei una com a moto da mesma forma que sou una com o carro. Enfim, cenas.

 

Este post é para partilhar e, eventualmente receber dicas de como melhorar, a minha enorme dificuldade em fazer curvas à esquerda. Sejam largas, sejam apertadas, curvar à esquerda apresenta sempre desafios. Uns casos mais do que noutros, claro, mas nunca é smooth.

 

Ao princípio, curvar era difícil, fosse para que lado fosse. Com o tempo, curvar para a direita começou a ser cada vez mais fácil e já nem penso no assunto. Pensar-se-ia que a esquerda iria seguir o mesmo percurso que a direita, não? Não. 

 

Se eu fosse atrás de mim, numa rotunda, iria a insultar-me, tal é o grau de azelhice, nabice e maçariquice demonstrado.

 

Eu bem digo aquela coisa do "olha para onde queres ir, que a moto trata do resto" e que com as curvas à direita funciona lindamente, mas à esquerda, eu bem olho, eu bem me inclino, eu bem tento imitar a direita e sai-me sempre uma desgraça.

 

Algum truque? Sugestões? É mesmo assim? Estratégias precisam-se, porque já está a terminar o período durante o qual é legítimo eu alegar ser nova e inexperiente. 

 

 

 

(E não é medo de cair, porque tanto se cai para a esquerda como para a direita e também porque já me estreei nesse capítulo, com direito a mazelas físicas e a mota no estaleiro durante um bocadinho).

 

 

Autoria e outros dados (tags, etc)



12 comentários

Sem imagem de perfil

De Anónimo a 25.09.2017 às 16:30

Pode haver vários motivos para isso, mas uma solução que me ajudou bastante com a agilidade em curvas no inicio foi o "counter-steering".
Único problema é que não é algo que se use muito bem a muito baixa velocidade.
Existe um colega Português com um vídeo no youtube a explicar.
https://www.youtube.com/watch?v=nlc1bGPTR3c

Quick Guide for Counter Steering: Para virar para a esquerda, vira-se o guiador para a direita. (ou mais intuitivamente) "empurra" o guiador do lado esquerdo para a frente.
Sem imagem de perfil

De Anónimo a 25.09.2017 às 19:52

Counter steering não é MESMO para quem curva devagar. :-)

Jonas, curva como sabes e consegues. Todos curvam melhor para um lado do que o outro (comigo, a conduzir desde 1998 e motos com mais de 200 kg, é a mesma coisa mas para o lado oposto ao teu).
É mais uma questão de confiança do que outra coisa. De qualquer forma, se tens noção dessa dificuldade e por isso curvas mais devagar, estás a fazer o que faz sentido: ser cuidadosa.
O único conselho possível é que vás treinar em ambiente seguro, sem carros ou outros obstáculos, até dominar a técnica. Por exemplo, fazer uma rotunda daquelas em Monsanto.
Perfil Facebook

De Artur Anjos a 25.09.2017 às 16:40

Jonas, o truque é virares o volante um bocadinho para o lado contrário enquanto te inclinas para o lado que queres virar.
Assim, nas curvas à esquerda, inclinas com o corpo a mota para a esquerda (deitas-te para a esquerda) e fazes pressão no guiador como se fosses virar para a direita. É uma ligeira pressão, que fazes apenas empurrando a mão esquerda enquanto relaxas a mão direita.
Já o deves fazer quando viras para a direita (deitas para a direita e empurras ligeiramente o guiador com a mão direita) e não notas porque estás a acelerar.
Experimentas isto facilmente não te deitando. Indo a 30 km por hora fazes uma ligeira pressão no guiador e vês que a mota tende a deitar-se.


Sem imagem de perfil

De Anónimo a 25.09.2017 às 16:55

Exato... Tende a deitar-se para o lado contrário do que estás a espera... Empurrares o punho da direita não vai fazer o guiador virar para a esquerda... (Não é um empurrão... Mas sim um encosto)...

A mota por causa das forças que a mantém em pé vai ter tendência a contra balancear a instrução que lhe estás a dar... Com um pouco de prática vais lá.

Assusta no início mas depois vais ver que te habituas.

Quanto ao seres novata, vais sempre progredir até ao fim... Serás sempre uma eterna novata... :) Há sempre situações novas, por muito que uses sempre o mesmo caminho! :)

Imagem de perfil

De jonasnuts a 25.09.2017 às 17:05

Obrigada :) Obrigada por juntarem à equação " tu vais esbardalhar-te toda" um "um toque no guiador, mas no sentido contrário ao que toda tu achas que é para ser".

É o que eu digo, todo um mundo novo :)
Perfil Facebook

De Artur Anjos a 25.09.2017 às 21:47

Quando perceberes o simples que é a tal coisa da pressão no guiador vais perceber que aí sim, estás pronta para te esbardalhar toda. E sacodes o blusão e as luvas, metes um sorriso, dizes "yeah" e segues caminho.
Perfil Facebook

De Miguel Maio a 25.09.2017 às 18:20

Jonas, nunca te esqueças de verificar se a pressão do ar dos pneus está correcta. Nas motos é algo que deves verificar semanalmente. E, uma pequena diferença, faz a diferença ao curvar. Bjs!
Perfil Facebook

De Joao P Carvalhinho a 26.09.2017 às 09:12

É normal... eu tive o mesmo problema no início (receio irracional de me inclinar para um dos lados*) e sabes como o ultrapassei? Comecei a meter o joelho do lado para onde ia virar "para fora" da mota ... Já viste os motociclistas em competição, que metem o joelho para fora da mota e até tocar no chão???

No nosso caso (velocidade e tipo de condução) não faz absolutamente nada, mas ao pensares nisto teu corpo fica logo com uma postura mais relaxada para curvar...pois não tens tempo para pensar no medo...

Ahp... e não precisas de meter a perna toda de fora... é mesmo só lembrares na altura de meter o joelho uns cms para fora... é o pensamento que conta.

De resto é prática!

* para mim era para a direita e vem tudo do tempo de andar de bicicleta, em que o meu pai tirou primeiro a rodinha da esquerda e eu dei incontáveis malhos a virar para a direita... Às tantas a rodinha já só era um empecilho :)
Sem imagem de perfil

De Pedro a 26.09.2017 às 10:04

Ser destro ou canhoto, influencía a habilidade. Pode parecer ridículo, mas, por exemplo, o lado para que se inclina a cabeça quando se beija, revela que o lado contrário é aquele em que apresentamos mais dificuldades em muitos aspectos. Mesmo os ambidestros têm sempre um um lado em que se desenrascam melhor.
Sem imagem de perfil

De Anónimo a 26.09.2017 às 14:07

Queres aprender a curvar, faz 8, muitos 8, uns mais apertados e outros mais largos e rápidos. Escolhe um sitio seguro e faz uma tardada de 8, de pé, sentada etc. Sais de lá um semi pró.
Sem imagem de perfil

De Anónimo a 26.09.2017 às 14:33

Gmalta
Sem imagem de perfil

De Anónimo a 28.09.2017 às 17:43

No post referes rotundas, para mim curvar numa rotunda não é o mesmo que curvar em estrada.
Gosto muito de me deitar na curvas, mas acho que nunca o vou fazer numa rotunda. Não afiras a tua habilidade pelas rotundas, principalmente nos dias em que decidem regar o alcatrão.

Já te deram as ideias importantes, counter steering e treinar oitos.

Comentar post






Arquivo