Saltar para: Posts [1], Pesquisa e Arquivos [2]




subscrever feeds


Arquivo



Segurança Social II

por jonasnuts, em 03.11.17

Final feliz (não é desses) da minha história com a Segurança Social (auto-link).

 

Feliz mas tardio, entenda-se.

 

Para quem não quis seguir o link, a coisa explica-se em três tempos, os senhores enganaram-se e eu, como tinha tratado de tudo online (por mail), achei que a resolução da coisa também teria de passar exclusivamente pelo online e pelo telefone. Recusei-me a ir fisicamente à Segurança Social.

 

Hoje, dois meses depois dos primeiros eventos, ficou sanado o problema.

 

Não me desloquei às instalações da Segurança Social.

 

Claro, deu uma trabalheira, em mails directos, em mails usando o site, em telefonemas. Mas não me desloquei.

 

Obviamente, tive direito a situações caricatas do tipo, pedirem mais informações através duma mensagem de mail proveniente de um no-reply e sem identificarem um endereço de contacto.

 

Sim, tive de reclamar, oficialmente. Sim, tive de telefonar uma catrefada de vezes e, no telefonema, a sugestão dos operadores era sempre a mesma "vá a uma delegação da segurança social". A quantidade de gente que é canalizada do online para o ofline é extraordinária. Devia ser ao contrário.

 

Mas, seja como for, resolvi a coisa e não fui lá.

 

Espero ardentemente poder regressar à minha comunicação tradicional com a Segurança Social, a comunicação unilateral, daqui para lá, todos os meses. 

 

Porque precisar da Segurança Social sem ser para lhes pagar é muitíssimo frustrante e se eu precisasse do que me devem para pagar coisas, estaria lixada com f de cama.

 

É pouco segura, a nossa Segurança Social. 

 

Autoria e outros dados (tags, etc)

Segurança Social

por jonasnuts, em 20.09.17

A minha interacção com a Segurança Social é, desde há cerca de 30 anos, unidireccional. 

 

Todos os meses eu pago e todos os meses eles recebem. 

 

Nunca houve comunicação na via contrária. Nunca recebi nada da segurança social. Nem abonos, nem subsídios, nem porra nenhuma. É sempre de cá para lá.

 

Por motivos que agora não interessam houve, pela primeira vez, a necessidade de que a comunicação fosse feita de lá para cá.

 

Posso vir a aprofundar esta questão mas, para já, o que me ocorre é:

 

A Segurança Social, de segurança tem muito pouco, e a julgar pela qualidade das senhoras do atendimento, o social também não abunda.

 

Cenas dos próximos capítulos presumo que para breve, naquilo que tem potencial para vir a ser kafkiano, que eu meti na cabeça que esta merda tem de se resolver sem que seja necessário deslocar-me seja onde for e sem que use correio tradicional. Telefone e meios digitais (site, mail, etc....). A ver se o simplex funciona aqui.

 

Autoria e outros dados (tags, etc)





subscrever feeds


Arquivo