Saltar para: Posts [1], Pesquisa e Arquivos [2]




subscrever feeds


Arquivo



Shift

por jonasnuts, em 13.10.08

Há sensivelmente um ano, sobre a Shift, escrevi aqui um post, e o Pecus até teve a amabilidade de me deixar por lá um comentário, sobre o qual mais tarde, em conversa, concordámos em discordar.

 

 

Tenho andado à espera que saia a versão em Língua Portuguesa do site, língua que é a da maioria dos participantes, presumo, língua que é a da maioria dos organizadores, presumo, língua que é a da maioria dos patrocinadores, presumo, língua que é a do País onde a conferência está a ser organizada, língua que é, presumo, a da maioria do target a que se destina a conferência.

 

Tenho estado à espera, mas ainda bem que tenho estado sentada, porque não há meio. A conferência começa depois de amanhã, e até agora, nada. Até as mensagens de erro são em inglês.

 

É tão boçal. É tão pequenino. É tão complexado.

Autoria e outros dados (tags, etc)

Shift

por jonasnuts, em 28.09.06
Como é que eu hei-de começar isto?

Bom, já toda a gente sabe que eu tenho mau-feitio (basta olhar para as Tags mais frequentemente usadas neste Blog), e os mais próximos também sabem que quando embirro inicialmente com uma coisa, dificilmente a recuperação é completa. Sim, sou preconceituosa em relação a alguns temas.

Um desses temas é a língua portuguesa. Trabalhando numa área em que a língua inglesa é usada com frequência (eu própria a uso, e às vezes abuso), e tendo crianças novas em casa, o inglês dá jeito. Se se me sair um shit " pela boca fora (ou outra um bocadinho pior) não vem daí mal ao mundo.

Mas nos aspectos mais públicos da minha vida, quer pessoal quer profissional, tento usar a língua portuguesa para comunicar.

Irrita-me quando a vejo remetida para segundo plano e/ou quando a vejo mal tratada.
É por isso que uso SEMPRE o corrector ortográfico nos meus posts e nos comentários, e tenho um corrector ortográfico no meu cliente de mail , e etc., etc., etc.

Confesso que deve ser irritante, a minha mania de corrigir os erros dos outros.

Não faz mal, é igualmente irritante ouvir o comentário "Deixa lá ir os erros que ninguém nota".

Tudo isto por causa da shift , conferência com objectivos muito meritórios, organizadores dedicados e com vontade de fazer coisas novas, e etc. e tal.

O problema é a língua, meus caros. Querem uma versão inglesa, porque esta conferência também será frequentada por estrangeiros? Acho óptimo. É mais uma forma de mostrarmos que nós os tugas sabemos receber (além de sermos poliglotas).  Mas por omissão, mostrem a versão portuguesa do site, e já agora, que a versão portuguesa esteja completa, e vá, actualizada.

Amanhã, fico sem saber se sigo a versão inglesa do programa e vou assistir à intervenção da Lilia Efimova às 10h30 da manhã, ou se vou pela versão tuga , e me encontro com as maravilhas do Blogging on the edge apenas às 15h30.

Por outro lado, pode ser que a senhora esteja em loop , e dê uma de manhã e uma à tarde. É uma reprise na matiné

Ah  pois, isto é muito orientado para os estrangeiros que, coitadinhos, vêm de tão longe para participar na Shift (provenientes da Loft , provavelmente). Não discuto, mas se querem fazer conferências especiais para estrangeiros, vão para o estrangeiro. Aí ninguém nota o desrespeito pela língua portuguesa, e sempre se livram de uma massiva plateia de SAPOs .

Pronto, fica destilado o mau-feitio para a próxima hora ou coisa assim.

Autoria e outros dados (tags, etc)





subscrever feeds


Arquivo