Saltar para: Posts [1], Pesquisa e Arquivos [2]





Arquivo



O podcast

por jonasnuts, em 11.09.08

Então para os interessados em ouvir o trio.pt aqui fica o endereço do podcast.

http://poingg.no.sapo.pt/trio.pt/podcast.xml

 

Já ouvi. Ouvido tem menos piada do que quando lá estive. Mas pode ser que tenha sido por ser o primeiro.

 

 

Autoria e outros dados (tags, etc)

Rádio Clube Português

por jonasnuts, em 10.09.08

O Rádio Clube Português arrancou esta semana com a nova grelha. Desta nova grelha faz parte um renovado programa da tarde, o Janela Aberta, dinamizado pela Teresa Gonçalves e pelo Aurélio Gomes. Todos os dias haverá trios de debate, temáticos. Trios porque haverá 3 comentadores residentes. Espera-se que os comentadores percebam alguma coisa acerca do tema. Alternativamente também podem contratar o Moita Flores, e todos os dias ele representa 3 pessoas diferentes, com opiniões diferentes sobre 5 temas diferentes, nos quais ele se apresenta como especialista. Já o vi fazer coisas mais arrojadas. Avancemos.

 

Às quartas o debate será sobre Internet, Blogosfera, e arredores. Nessa perspectiva (e provavelmente porque o Nuno Costa Santos tinha bebido uns copos a mais quando lhe encomendaram nomes), lembraram-se de mim.

 

Portantos (adoro o portantos), a partir de amanhã, e até data indeterminada, estarei todas as quartas-feiras no Rádio Clube Português, com dois parceiros de debate (eles que se acusem e eu linko, que eu não sou indiscreta), a debater o que houver para debater, desde que seja sobre temas com os quais me sinta à vontade. Ou não, mas nesse caso, aviso. Continuarei a debater, mas com disclaimer.

 

Tenho saudades da rádio. Não será com esta participação que vou matar as saudades. Mas vai ajudar :)

Autoria e outros dados (tags, etc)

Tiros ao lado (ou não)

por jonasnuts, em 06.05.08
Não acontece com frequência, eu ir à rádio. Mas ultimamente aconteceu algumas vezes, a Visita Guiada, o programa da Maria de Vasconcelos, no Rádio Clube, o programa do Pedro Rolo Duarte na Antena 1 e, ontem à tarde, ao Janela Aberta, da  Ana Sousa Dias, também no Rádio Clube.

É curioso, ver o que é fica do que eu digo. No caso da entrevista ao Pedro Rolo Duarte, depois de eu ter falado durante quase 1 hora, a frase que a maior parte das pessoas reteve (ou assinalou) foi:

"O meu próximo projecto nesta área? Não sei o que vai ser, mas vai ser muito giro".

Já ontem, quer durante a emissão quer mais tarde, a frase retida foi outra. Quando me perguntaram se havia alguma temática que gerasse mais visualizações de vídeos eu hesitei. Não porque não soubesse a resposta, mas porque às 18h30 há muitas crianças a ouvir rádio (a caminho de casa, com os pais), e eu, desde que faço viagens com o meu filho, a ouvir rádio, sou mais sensível a estes temas. Portanto, não me apeteceu falar em vídeos sexy, ou eróticos ou pornográficos. E então saiu-me.

"A categoria de vídeos que mais visualizações tem é aquela onde há senhoras menos vestidas."

Pronto. Foi o que ficou. Eu acho que disse outras coisas interessantes, mas o que ficou foi isto.

Autoria e outros dados (tags, etc)

Nas ondas da rádio

por jonasnuts, em 20.03.08
Sempre gostei muito de rádio. Sempre gostei, desde miúda. Provavelmente porque lá em casa se ouvia muita rádio. Rádio Comercial, todas as manhãs com o Zé Ramos, e à noite com o Rui Morrison, e aos Sábados com o Pão com Manteiga, e o Luís Filipe Barros, e o António Sérgio. É também (mas não só) por isso que provavelmente me mantenho ouvinte, embora divirja por outras paragens.

Mais tarde fiz rádio. Nada de extraordinário. Era um programa semanal, de duas horas, aos Domingos. Todo meu, rédea solta. Era uma rádio regional (das regionais a que tinha mais audiência), mas até os discos eram meus.

Hoje em dia, quando entro numa rádio consigo sempre cheirar o éter. Nos hospitais enjoa-me, nas rádios enebria-me. Há algo na rádio que me atrai. Não gosto de aparecer, mas gosto de rádio. É estranho.

Noutro dia fui convidada no programa da Maria de Vasconcelos, no Rádio Clube, e revivi um bocadinho o espírito. Foi bom, acima de tudo pela companhia, confesso :)

Isto tudo para dizer que no Domingo, às 11h0, na Antena 1, vou estar à conversa com o Pedro Rolo Duarte.

Depois ponho aqui o ficheiro.

Talvez um dia eu volte à rádio :)

Autoria e outros dados (tags, etc)

Inside Visita Guiada

por jonasnuts, em 02.02.08
Agora que já foi para o ar, já posso falar acerca do assunto.

Perdoem-me a insistência no tema, mas deixa cá fazer render o peixe dos meus 15 minutos de fama, que isto não é todos os dias que se está em amena cavaqueira com a Maria de Vasconcelos, com a Sílvia Alberto e com a Ana Malhoa.

Fui contactada pela produção do programa Visita Guiada, do Rádio Clube Português, para ir conversar um bocadinho sobre o "fenómeno" online da Ana Malhoa. Fui convidada na qualidade de responsável dos Blogs do SAPO e "especialista" em Blogosfera e Internet. Está correcto, ando nisto há tantos anos que já tenho um conhecimento acima da média.

Fiz os trabalhinhos de casa, recolhi dados da pesquisa, refresquei o tema, de que já tinha até falado aqui nesta chafarica. É mais ou menos simples, a explicação. As fotos "desinibidas" da Ana Malhoa, o post do Ricardo Araújo Pereira no Gato Fedorento, a capa do 24 horas.

Estava preparada. Qualquer que fosse o tom, eu alinhava. Dançaria a música que a Maria tocasse. Mais light, mais heavy, o que fosse.

Chego adiantada (chego sempre adiantada) e é giro estar na sala de espera de uma rádio (neste caso mais do que uma) e ouvir vozes que conheço do éter ali ao lado, a falar de trivialidades. Passado um bocadinho chega o produtor e indica-me a entrada, a mim e a mais uma pessoa, e de repente volta para trás. Fiquei ali pendurada, juntamente com a Sílvia Alberto. Olhámos uma para a outra, do tipo, e agora? E eu pensava......... bom, se já tinha sido um sururu quando souberam que vinha conversar com a Maria e com a Ana Malhoa, espera até saberem que também cá estava a Sílvia Alberto. Não lavo as mãos durante 1 semana, e cobro por aperto de mão. Vou ficar rica.

De repente o corredor enche-se de gente. Maria de Vasconcelos, o Pedro Múrias (produtor), a Sílvia Alberto, a Ana Malhoa e, surpresa das surpresas, a família. Sim a Ana Malhoa levou o marido e a filha (que por sinal é giríssima). Pensei logo, epá, então está aqui a família? Como é que a gente vai fazer isto? Bom, pode ser que eles fiquem na sala de espera.

Entramos no enorme estúdio, que já lá tem gente. O Nuno Markl que ia entrar na segunda hora. E eu cá para mim, epá, a coisa promete, ó p'ra mim aqui no meio de tanta gente conhecida.  Fecha-se a porta do estúdio. Família da Ana Malhoa lá dentro, sentados nas cadeiras dos convidados. Começa a conversa. E eu cá para mim, mas como é que eu vou falar do post do Ricardo, e das fotos "desinibidas" e da capa do 24 Horas com a filha, de 8 anos, sentadinha à minha frente?  Não há guarda-costas mais eficaz do que uma criança. Pelo menos na parte que me toca.

Não iria nunca ser indelicada, não faz o meu estilo e, além disso a Ana Malhoa é muito simpática e foi uma querida. Mas seja como for, podíamos ter ido um bocadinho mais longe do que fomos. Pelo menos eu poderia ter ido mais longe do que fui, se não estivesse por ali a filhota.

Estou a ouvir o programa, neste momento. Há ali uns cortes a mais e uns cortes a menos. É normal, é o primeiro programa, ainda a tentar encontrar o ritmo, mas o importante é que o essencial está lá. A Maria está em forma (como eu sempre achei que ia estar), e a coisa promete :)

Foi uma experiência fantástica, conhecer esta gente toda e acima de tudo poder participar no regresso da Maria, e confirmar a ideia que tinha de que quer a Maria quer a Sílvia são exactamente como eu achava que iam ser, 5 estrelas.

Para quem não ouviu, e possa estar interessado, é clicar aqui:


Autoria e outros dados (tags, etc)






Arquivo