Saltar para: Posts [1], Pesquisa e Arquivos [2]





Arquivo



Isto aplica-se a muitos gestores.

por jonasnuts, em 12.04.07
Não apenas aos da Brisa.

"A resposta provável é que esses dados todos recolhidos devem servir para alimentar KPIs idiotas ou folhas de Excel energúmenas que servem apenas para masturbações colectivas dos administradores e gestores da empresa."

Tirado daqui.

Autoria e outros dados (tags, etc)

Do lado de lá do power point

por jonasnuts, em 20.09.06
Já falei aqui várias vezes na minha resistência em produzir documentos cuja finalidade eu pense ser nula, e como ultimamente o Power Point anda na moda, tenho, apesar de tudo, feito algumas coisitas.

Antes de mais, não tenho nada contra um bom documento informativo, seja um power point , um word , um html , etc. O formato é indiferente, desde que a informação que veicula seja verdadeira e tenha um objectivo específico. Pronto, fica feito o disclaimer do post .

Já há algum tempo que penso nos destinatários de tais documentos. Pela minha experiência, os destinatários finais dos documentos, vulgo power points, nunca são as pessoas que os pedem. Habitualmente, um power point é produzido em retalhos, um retalho por projecto.

Cabe depois ao primeiro intermediário, colar a manta de retalhos, de alguma forma harmonizar a apresentação e a informação. Mas este novo documento, é, também ele, um retalho que irá ser colado a outros retalhos, e por aí adiante.

É também comummente aceite que os intermediários tentem facilitar a compreensão dos dados, e porque uma imagem vale mais do que mil palavras, entra a bonecada e, mais grave, delapidam-se os valores, os dados originais, retirando coisas supérfluas ou que parecem destoar.

Estamos a falar de bastantes intermediários. E quem conta um conto, acrescenta-lhe um ponto, quem parte e reparte e não fica com a melhor parte, ou é tolo ou não tem arte, e há sempre quem tente puxar a brasa à sua sardinha.

Portanto, tenho alguma curiosidade acerca do aspecto final com que alguns dos meus documentos chegam ao último destinatário.

Será que se percebe alguma coisa? Os dados devem estar enviesados, depois de terem passado por tanta gente, com tão diferentes leituras de conceitos subjectivos como "activo", "expirado", "suspenso", "importado", "migrado".

Ainda não decidi se quem trabalha estes dados, desta forma acha que os destinatários finais são uns génios ou se acha que são uns completos ignorantes.



Disclaimer 2: A minha curiosidade é meramente académica. Não tenho qualquer ambição/gosto/objectivo de algum dia me vir a sentar do lado de lá do power point.

Autoria e outros dados (tags, etc)

Não estou sozinha

por jonasnuts, em 27.06.06
Chamo a vossa atenção para um artigo, num meio insuspeito, sobre o qual não tenho qualquer controlo.

É um artigo de opinião, de João Ferreirinho, pessoa que não conheço, mas com quem à partida simpatizo.

O tema, é-me caro: Powerpoint.

Já agora, para os que não sabem, a minha definição de Powerpoint é a seguinte:

O powerpoint está para as administrações, como os desenhos estão para as loiras.

Pior que o powerpoint, só mesmo o powerpoint do powerpoint.
 
Update (30/04/16): O Diário Económico reformulou o site, matou os links todos. Tão burrinhos, graças a deus.

Autoria e outros dados (tags, etc)






Arquivo