Saltar para: Posts [1], Pesquisa e Arquivos [2]




subscrever feeds


Arquivo



O presente

por jonasnuts, em 25.12.12

O melhor presente que ofereci no Natal foi à minha mãe. Fui eu que fiz. Comprei o padrão aqui, e depois bordei a coisa, e emoldurei. Foi unanimemente aprovado.

 

 

Autoria e outros dados (tags, etc)

O Natal

por jonasnuts, em 22.12.12

Este ano.... começa agora.

 

Árvore montada, nem vê-la. Cheguei a colocar a hipótese de comprar uma insuflável, e deixar a do costume na arrecadação. Não comprei a insuflável (uma mulher tem limites), mas a do costume, ainda está na arrecadação.

 

Presentes, só para a miudagem e pouco mais.

 

O único presente que não prescindi de fazer, com calma, foi o da minha mãe. Depois mostro, que é o máximo.

 

Comida? Ainda não comprei.

 

Compras? Quase nada.

 

Consegui fazer uma máquina de roupa, e já me sinto vitoriosa.

 

O Natal é depois de amanhã, mas eu só vejo nuvem à frente.

 

Amanhã é um bom dia para compras, não é? Digam que sim, por favor :)

Autoria e outros dados (tags, etc)

Presente de Natal

por jonasnuts, em 25.12.11

Meu para a minha sobrinha. A pedido da própria. Stress, porque não sabia se as sobras da lã necessária chegavam (e não dava para comprar mais, porque têm de ser importadas e já não havia tempo). Tudo funcionou :) E ela gostou, que é o mais importante :)

 

Autoria e outros dados (tags, etc)

Dar

por jonasnuts, em 10.11.10

 

Gosto de dar, mas não dou a qualquer pessoa. Gosto de, quando dou, saber que estou a dar a quem precisa.

 

Não gosto de dar dinheiro, principalmente porque o dinheiro nunca se sabe muito bem para onde é que vai, e tirando a AMI e pouco mais, não dou dinheiro.

 

Dou regularmente os brinquedos do meu filho e os livros e a roupa (que estejam em condições de ser dados, evidentemente, não dou lixo). Mas estas dádivas, por importantes que sejam, não correspondem necessariamente ao que os miúdos querem.

 

 

No ano passado descobri os Anjinhos. E gostei da ideia. Ajuda muito o facto de "conhecer" e confiar na pessoa que está a promover esta iniciativa (há-de haver mais, mas eu conheço-a a ela). Sim, é uma acção do Exército de Salvação. Sim, chamam-se anjinhos às crianças. Sim, deve ser uma coisa católica e tal. Mas, o conceito agrada-me, porque as crianças têm um nome, uma idade, e um pedido específico.

 

Crianças que não têm presentes de Natal e que pedem aquilo que gostavam de ter (e de caminho também levam com um fato de treino). Quando compramos as coisas sabemos que estamos a comprar exactamente aquilo que aquela criança deseja e que não terá, se não formos nós. São crianças sem presentes de Natal. Tudo isto, misturado com a imagem de excesso de presentes lá em casa, que todos os anos tentamos, debalde, reduzir (este ano é que é, andamos a dizer ao tempo), faz com que eu queira aderir, de novo, a esta acção.

 

No ano passado fi-lo já muito em cima da hora (e atrasei-me e tudo) e "apadrinhei" 4 ou 5 anjinhos. Este ano está mais difícil, acho que não consigo chegar a tantos (e este "tantos" parece tão pouco, face à minha vontade), mas já angariei o meu filho para o processo (eu compro o fato de treino, ele paga o presente), e vou angariar mais pessoal (família e meninos do SAPO). Até já recomendei a coisa via Facebook, imagine-se, eu que quase nunca facebuco, e que acho que nunca usei as recomendações daquela coisa.

 

Enfim, está tudo explicado aqui, ou aqui.

 

Garanto que quando entregamos os presentes, sabendo que eles vão ser, de facto, dados a quem os pediu, nos sentimos muito bem. Este é o presente que vou oferecer a mim própria neste Natal. É, ao contrário do que parece, um presente egoísta.

 

 

(Os mais desconfiados podem ver aqui algumas fotos referentes à acção do ano passado)

Autoria e outros dados (tags, etc)

E depois do Natal

por jonasnuts, em 26.12.09

Não, não estamos ainda nas preparações para o dia 31.

 

Quero dedicar este post a esse dia, tão importante, e que ninguém louva, ninguém refere, todos esquecem.

 

Uma data importante, entre 25 e 31 de Dezembro.

 

Esta é a minha homenagem a esse grande dia, o 26 de Dezembro, também conhecido por dia da troca.

 

Se acham que as lojas estão atascadas a 24, experimentem a 26. Saiam do Corte Inglês (secção roupa e secção brinquedos) e da loja do Gato Preto.

 

Muito agradecida.

Autoria e outros dados (tags, etc)

Tags:

As tradições de Natal

por jonasnuts, em 23.12.09

Todas as famílias que eu conheço têm tradições próprias de Natal. Seja na cozinha à volta dos tachos, a preparar os doces, seja nas técnicas de acender a lareira, seja na montagem do presépio/árvore de Natal, nesta época, as famílias tendem a criar tradições dentro da tradição.

 

As tradições precisam de ser repetidas, para que se tornem dignas do nome Tradição. Quando duas famílias se juntam, é preciso que se faça um merge das tradições. Numa família em que um dos membros é especialmente esquisito no que toca à comida, é preciso cuidado, e tentativa e erro, nós por cá até já tivemos a lasagna de Natal. Quando se junta uma família que come cabrito com uma que come bacalhau, está o caldo entornado. Pior ainda quando se junta à festa mais um braço da família que elege o marisco.

 

Este ano, parece que não ia haver cabrito. Temos pena, mas apesar de ser quase a única a comer cabrito, não prescindo. Comprei meio cabrito e está ali na vinha de alhos. Por falar nisso, acho que tenho de lá meter umas folhitas de louro. Na volta ainda telefono à minha mãe.

 

Seja como for, estava aqui a tentar lembrar-me das minhas tradições de Natal, aquelas que quero transmitir ao meu filho, e uma coisa são as que se transmitem verbalmente, outra coisa são as que se transmitem pelos actos.

 

Assim, histórias de tradições familiares não lhe tenho contado muitas, mas nos actos, aí sim, as tradições de Natal passam de geração em geração, reforçadas.

 

Na minha família, para que o Natal seja Natal, a árvore monta-se aí dia 22 ou 23, e não há Natal de jeito se a 24 não for preciso comprar presentes. Oeiras Parque, amanhã de manhã. Lá estarei, eu e o meu filho.

 

Sim, porque as tradições são para manter.

(E para que a tradição seja mesmo, mesmo, mesmo apurada, a árvore desmonta-se lá pela Páscoa)

Autoria e outros dados (tags, etc)

Tags:

Precisa-se - Espírito de Natal

por jonasnuts, em 21.12.09

Hoje é dia 21, quase 22. O Natal de família, este ano, é cá em casa. O Natal ainda não desceu em mim.

 

Falta tudo, bom, quase tudo.

 

Não há árvore montada, não há compras feitas, não há decorações, não há embrulhos, não há aquele nervoso miudinho, não há expectativa, não há nada.

 

Zero, nicles, népia.

 

A única coisa que me deu verdadeiro prazer foi comprar alguns presentes, para pessoas que não conheço.

 

Help? É que este não é o tipo de coisa que eu consiga safar com a minha capacidade de improviso.

 

Onde é que se arranja espírito natalício à pressão?

Autoria e outros dados (tags, etc)

Tags:

Para o Natal

por jonasnuts, em 29.09.09

Sim, eu sei que é cedo, mas nestas coisas, nada como fazer a lista atempadamente e resolver dessa forma o stress dos entes queridos que não sabem o que me oferecer (porque sou esquisita e porque já tenho tudo - ambas afirmações falsas, claro).

 

Além disso, isto encomenda-se e pode ser que demore a chegar e pelo sim pelo não, fica dado o recado e depois não se queixem que não sabem.

 

Quero uma coisa destas:

 

 

É um fitbit.

 

É gadget, é pequenino, deve ser baratucho. Prenche os requisitos.

 

E aqui está a forma como lá cheguei, que também é geek q.b. - TecChrunch

 

 

É tão giro que, na volta, não espero pelo Natal :)

Autoria e outros dados (tags, etc)

Tags:

O SpamSieve é que a sabe toda

por jonasnuts, em 25.12.08

Sabemos que os mails de Natal estão a perder o significado e a importância quando são mais as mensagens de Boas Festas na pasta de Spam do que as que chegam à Inbox.

 

Não há um SpamSieve que filtre os SMS?

 

 

Autoria e outros dados (tags, etc)

A geek que há em mim...

por jonasnuts, em 25.12.08

...adorou este poema. E logo eu, que nem gosto de poesia :)

 

A Silicon Valley Christmas Tale

 

Every geek
Down in Geek-ville
Liked searching a lot …
But Bill Gates,
Who lived just north of Geek-ville,
Did NOT!

Bill Gates hated searching and search advertising!
Now, please don’t ask why. It’s not that surprising.
It could be his brain had slowed up with age.
It could be, perhaps, that he loathed Brin and Page.
But I think that the most likely reason of all,
Was his wallet was feeling 2 sizes too small.

But,
Whatever the reason,
His wallet or brain,
By Jan of ’08 he was feeling the pain.
Looking down on the web with a Gatesian stare,
At the billions of people just becoming aware,
That web search NOT windows was the new way to think.
That it’s really more fun to surf popular links!

For,
Tomorrow, he knew …
That some Google shareholder
Would make many more billions
Than him or Steve Ballmer.
They’d start BIGGER foundations
To improve world health
And they might even give away
MORE of their wealth!

 

And THEN
They’d do something
He liked least of all.
Every googling fool, the tall and the small,
Would sit at their laptops like Sergey and Larry
They’d open their browsers and type in a query!
They’d search! And they’d search!
AND they’d SEARCH! SEARCH! SEARCH! SEARCH!

“They’ll be clicking those ads”, he snarled with a sneer.
“I smell a monopoly! It’s practically here.”
The he growled, with his fingers nervously drumming,
“I must somehow stop that monopoly from coming!”

Then he got an idea!
An awful idea!
Bill Gates
Got a wonderful, awful idea!

“I know just what to do!” Gates said with a laugh.
Then he called his pal Ballmer, to plan an attack.
And he chuckled, and clucked, “What a great business trick”.
I’ll buy up Yahoo and I’ll buy them up quick.
All I need is a deal
To get their web stuff
31 dollars per share seems enough!

 

So Ballmer sent Yahoo his generous offer,
But was told by Yang to return to the coffer.
Did that stop Bill Gates …?
No! He simply said,
“If I can’t buy Yahoo, I’ll sink them instead!”
So while Yahoo’s board was asleep at the wheel,
He asked Steve Ballmer to walk from the deal.
“Now, that is a lesson in playing hardball!”
Said Gates, as he watched Yahoo’s stock in free fall.

Well, it looked like Yahoo was certainly done.
It seemed like Bill Gates and Steve Ballmer had won.
But, let’s not forget, that in Silicon Valley,
You’re one hack away from printing more money.
So Yang and his gang started coding from scratch.
They made up a product that no one could match!
“Part open, part social,” Yang said with a grin.
“We’ll rewire Yahoo from outside to in.
And open up search, the home page, and then
We’ll double our profit by 2010.”

And Gates, in ‘08, who’d lost half of his dough.
Stood puzzling and puzzling: “How can it be so?
Is there any way Yahoo can help MS Windows to sell.
Or keep Office sales from going to hell.”
And he puzzled for hours, till his puzzler was sore.
Then Bill Gates thought of something he hadn’t before.
“Maybe Yahoo,” he thought, “is more than just search.”
“Maybe Yahoo … perhaps … HAS significant worth!”

And what happened then …?
Well … in Geek-ville they say
That Bill Gate’s small wallet
Magically grew 3 sizes that day!
And the minute his wallet didn’t feel quite so bare,
He made a cash offer of 30 per share.
Then he opened HIS browser and did something new.

And he
… HE HIMSELF …!
Tried a search on Yahoo!

 

Via TechCrunch

Autoria e outros dados (tags, etc)





subscrever feeds


Arquivo