Saltar para: Posts [1], Pesquisa e Arquivos [2]




subscrever feeds


Arquivo



She's back!!

por jonasnuts, em 21.07.08

 

 

Eu lia um Blog. Aliás, eu lia o que a Maria Lua escrevia. E gostava muito. Quando passou a ser necessário o username e a password para aceder aos posts eu, obediente, fiz o pedido, e os dados chegaram. É estranho esta minha atitude. Já me aconteceu antes, chegar a um Blog que sigo e de repente é preciso username e password. Não me dou ao trabalho, faço o unsubscribe do Net News Wire e não penso mais no assunto.

 

Mas caramba, a Maria Lua era a Maria Lua. Foi uma nervoseira, enquanto não chegaram os dados de acesso, mas chegaram.

 

Um dia, de repente, a Maria Lua desapareceu. Até fiquei preocupada, e até escrevi aqui sobre isso, acho que por mais do que uma vez.

 

Hoje, de repente, o dia iluminou-se. Alguém fez um link para aqui. Pink al Fresco? Que raio é este Pink al Fresco com um link para aqui? Deixa ver.

 

Nem precisei de ler, vi logo, só pelo cheiro, que era a Maria Lua.

 

Ninguém vai perceber, mas o regresso da Maria Lua é uma das melhores notícias (blogosféricas e não só) que recebi ultimamente. É o tipo de coisa que me deixa contente, e feliz.

Autoria e outros dados (tags, etc)

Inside Visita Guiada

por jonasnuts, em 02.02.08
Agora que já foi para o ar, já posso falar acerca do assunto.

Perdoem-me a insistência no tema, mas deixa cá fazer render o peixe dos meus 15 minutos de fama, que isto não é todos os dias que se está em amena cavaqueira com a Maria de Vasconcelos, com a Sílvia Alberto e com a Ana Malhoa.

Fui contactada pela produção do programa Visita Guiada, do Rádio Clube Português, para ir conversar um bocadinho sobre o "fenómeno" online da Ana Malhoa. Fui convidada na qualidade de responsável dos Blogs do SAPO e "especialista" em Blogosfera e Internet. Está correcto, ando nisto há tantos anos que já tenho um conhecimento acima da média.

Fiz os trabalhinhos de casa, recolhi dados da pesquisa, refresquei o tema, de que já tinha até falado aqui nesta chafarica. É mais ou menos simples, a explicação. As fotos "desinibidas" da Ana Malhoa, o post do Ricardo Araújo Pereira no Gato Fedorento, a capa do 24 horas.

Estava preparada. Qualquer que fosse o tom, eu alinhava. Dançaria a música que a Maria tocasse. Mais light, mais heavy, o que fosse.

Chego adiantada (chego sempre adiantada) e é giro estar na sala de espera de uma rádio (neste caso mais do que uma) e ouvir vozes que conheço do éter ali ao lado, a falar de trivialidades. Passado um bocadinho chega o produtor e indica-me a entrada, a mim e a mais uma pessoa, e de repente volta para trás. Fiquei ali pendurada, juntamente com a Sílvia Alberto. Olhámos uma para a outra, do tipo, e agora? E eu pensava......... bom, se já tinha sido um sururu quando souberam que vinha conversar com a Maria e com a Ana Malhoa, espera até saberem que também cá estava a Sílvia Alberto. Não lavo as mãos durante 1 semana, e cobro por aperto de mão. Vou ficar rica.

De repente o corredor enche-se de gente. Maria de Vasconcelos, o Pedro Múrias (produtor), a Sílvia Alberto, a Ana Malhoa e, surpresa das surpresas, a família. Sim a Ana Malhoa levou o marido e a filha (que por sinal é giríssima). Pensei logo, epá, então está aqui a família? Como é que a gente vai fazer isto? Bom, pode ser que eles fiquem na sala de espera.

Entramos no enorme estúdio, que já lá tem gente. O Nuno Markl que ia entrar na segunda hora. E eu cá para mim, epá, a coisa promete, ó p'ra mim aqui no meio de tanta gente conhecida.  Fecha-se a porta do estúdio. Família da Ana Malhoa lá dentro, sentados nas cadeiras dos convidados. Começa a conversa. E eu cá para mim, mas como é que eu vou falar do post do Ricardo, e das fotos "desinibidas" e da capa do 24 Horas com a filha, de 8 anos, sentadinha à minha frente?  Não há guarda-costas mais eficaz do que uma criança. Pelo menos na parte que me toca.

Não iria nunca ser indelicada, não faz o meu estilo e, além disso a Ana Malhoa é muito simpática e foi uma querida. Mas seja como for, podíamos ter ido um bocadinho mais longe do que fomos. Pelo menos eu poderia ter ido mais longe do que fui, se não estivesse por ali a filhota.

Estou a ouvir o programa, neste momento. Há ali uns cortes a mais e uns cortes a menos. É normal, é o primeiro programa, ainda a tentar encontrar o ritmo, mas o importante é que o essencial está lá. A Maria está em forma (como eu sempre achei que ia estar), e a coisa promete :)

Foi uma experiência fantástica, conhecer esta gente toda e acima de tudo poder participar no regresso da Maria, e confirmar a ideia que tinha de que quer a Maria quer a Sílvia são exactamente como eu achava que iam ser, 5 estrelas.

Para quem não ouviu, e possa estar interessado, é clicar aqui:


Autoria e outros dados (tags, etc)

She's back

por jonasnuts, em 01.02.08
Não me deram ainda ordem de soltura, mas como já ouvi o spot a anunciar, presumo que já não seja segredo.

She is Maria de Vasconcelos.

Quando me referi ao "missing link" é porque a Maria era uma terça parte  d'O Homem que Mordeu o Cão, com este senhor e com mais este. Mais ainda, durante um tempo, ela era duas quartas partes do programa, grávida da sua primeira filha. A gravidez mais acompanhada de "todó Portugal".

A Maria de Vasconcelos regressa amanhã à telefonia (palavras da própria), mais precisamente no Rádio Clube Português. Visita Guiada é o nome do programa, e eu vou estar lá, não só a assistir, na primeira fila, como, pontualmente, a participar. Um privilégio, é o que é, mais para mais tão bem acompanhada, e mais não digo :)

Sábados e Domingos, às 10 da manhã, no Rádio Clube.

Autoria e outros dados (tags, etc)

Efemérides pessoais

por jonasnuts, em 26.11.07
Tenho a mania das efemérides e, infelizmente, tenho uma memória de elefante. Recordo-me das datas, mesmo (sobretudo?) as infelizes. Prefiro comemorar as felizes (que às vezes não são dissociáveis das outras).

Começaram a nascer há 11 anos, por volta desta hora. Moravam na porta ao lado, no mesmo andar. Eu no esquerdo, eles no direito. Vi-os nascer. Eram 10. Eu ia ficar com um, mas dei biberon a todos. O acaso (e uma dentada da mãe) fez com que aquele com que eu ia ficar, o João Maria, não sobrevivesse.

Fiquei com o Vã (não era Ivan, era apenas Vã), mais tarde a Maria piscou-me o olho, e por força das circunstâncias acabei por ficar também com o Pintas.

Eram 3 Dogue Alemães, Grand Danois como são mais conhecidos, ou Scoobidoos como são mais conhecidos ainda.

Viveram demasiado pouco. Morreram todos no mesmo ano, um ano para esquecer, ainda me custa. Mas não me esqueço.

O Vã


O Pintas


A Maria

Autoria e outros dados (tags, etc)

Maria Lua

por jonasnuts, em 13.11.06
Eu costumava ver um Blog.

Primeiro era o soldelondres.blogspot.com , depois mudou-se para www.marialua.com , e depois disso, manteve o endereço, mas passou a ser password restricted .

Enviei um mail à Maria Lua, e recebi resposta pronta, com username e password . E lá fui continuando a ser leitora assídua.

Um dia, a Maria Lua deixou de escrever. Os comentários ao seu último post começaram a avolumar-se, de preocupações e afins.

E depois.....deixou de existir.

Deixou de existir o marialua.com , o soldelondres.blogspot.com , e endereço de mail .

Tal como tive oportunidade de dizer nos comentários do entretanto (auto?) extinto Blog, e no mail que veio devolvido.....eu só queria saber que está tudo bem.

Isto porque, apesar da Maria Lua poder passar por mim na rua, que eu não a reconheceria, o que é facto, é que quando lemos um Blog de alguém que fala da sua vida privada, "afeiçoamo-nos" de alguma forma. Quer dizer, eu não sou amiga da Maria Lua, mas também não me é completamente estranha.

Portanto, não se dão alvíssaras, mas agradece-se muitíssimo alguma notícia de "está tudo bem", acerca da Maria Lua. Assim como assim, gostava de deixar de olhar para os jornais à procura de notícias sórdidas e preocupantes que possam estar relacionadas com este desaparecimento.

Autoria e outros dados (tags, etc)





subscrever feeds


Arquivo