Saltar para: Posts [1], Pesquisa [2]

Jonasnuts

Crocs

Há muito tempo que não escrevo sobre as minhas Crocs.

 

Tenho as mesmas crocs há uns anos. Três, para ser mais precisa. O blog tem essa vantagem, permite-me encontrar datas que doutra forma se perderiam.

 

Assim que começa o tempo quente, ao fim-de-semana, não uso outra coisa. Uma semana em Barcelona, só levei Crocs. Uma semana no Alentejo, só levei Crocs. Uma semana em Lisboa, só usei Crocs.

 

Têm uns Km valentes nas solas, estas Crocs. Barcelona duas vezes, Alentejo duas vezes, Açores, etc.

 

Quando as comprei, viam-se imenso. Toda a gente usava Crocs. Estavam na moda.

 

Este ano, são raros os adultos que vejo com Crocs, e crianças, um pouco mais, mas mesmo assim longe da febre de há 3 anos.

 

Estou a pensar comprar mais uns pares, para continuar a usar até ser velhinha. Nessa altura já ninguém se vai lembrar das Crocs, e eu vou ser aquela velhota excêntrica, que usa umas sapatas esquizitóides.

 

Espero que sejam as mesmas. Cor-de-rosa.

Planeta Croc

Meus senhores e minhas senhoras (mas especialmente meus senhores, principalmente se forem senhores com Crocs), como sabem eu sou uma fanzoca assumida das Crocs (sim, sim, já sei, são horríveis e tal e coisa, e que nojo e pronto, obrigada). Sou também, e isso já não sabem, uma fanzoca de Jon Stewart.

Pois bem, vídeo aqui de baixo, junta o melhor de dois mundos. Os senhores que têm Crocs, ponham-se a pau (e a utilização desta expressão, não é inocente) :)


Link do vídeo.

Constatações várias sobre Barcelona

O tempo hoje está uma porcaria, portanto, não há luz para grandes fotos, mas está mais fresco, o que é simpático.

A Pedreira por dentro é uma enorme desilusão, especialmente se for visitada depois da Batlló.

O pessoal de Barcelona não aderiu às Crocs. Portanto, se dou com um par de Crocs, sei à partida que estou a olhar para uns pés portugueses, principalmente se têm pins. Já as vi à venda (mais baratas do que em Portugal, por sinal).

As minhas Crocs têm sido a única coisinha que os meus pés vêem. Desde o dia 29 de Julho que não calcei outra coisa, e mesmo depois de uns kilómetros em cima (estou farta de andar por aqui), continuam confortáveis e são óptimas. Não estava muito segura de que fossem ideais para andar durante tanto tempo, mas são os melhores sapatos para andar que já calcei na vida. Dou o meu dinheiro por muito bem gasto.

Também não aderiram aos Smarts, vi meia dúzia até agora, e todos eles versão antiga.

Não têm uma loja Apple, mas em compensação têm uma loja Camper, eu sei que para os geeks não é grande compensação, mas para mim é, e já lá comprei uns sapatinhos que tenho dúvidas que cheguem a Portugal.

Há uma marca nova, tipo Zara mas em giro e em bom, chamada Desigual. Ainda não chegou a Portugal, mas cheira-me que é uma questão de tempo. Também já lá fiz umas compritas.

Ainda não sei o que é que vamos fazer hoje, e temos aproveitado as férias para dormir até tarde, que nós não somos do tipo de acordar cedo para ir ver monumentos e afins. Talvez da parte da tarde aproveitemos para visitar de forma mais aprofundada o bairro gótico, talvez não. É fixe, não ter horas marcadas, e é porreiro não haver stress. É uma mudança porreira, depois de um ano inteiro de stress e depois de umas férias em família (que tem mais stress que um ano de trabalho).

Crocs - Serviço Público

As Crocs ultrapassaram a Ana Malhoa.

É verdade, são mais as pessoas que aqui chegam à procura de Crocs do que as que chegam à procura da Ana Malhoa.

Então, se estão na Europa e querem comprar Crocs, visitam este site.

Se querem pins para as Crocs, visitam este.

Pronto. O serviço público das Crocs está prestado, mas como não quero defraudar expectativas, e não quero que os fãs da Ana Malhoa fiquem tristes, tomem lá:


Crocs - O marketing dos pés

crocs.jpg

 


Isto que estão a ver aqui em cima são umas Crocs. Há vários modelos, mas todos se resumem ao mesmo. Um bloco de borracha/plástico, altamente colorido, confortável (dizem), em tamanhos de adulto e criança, e made in china.

Ora isto faz-me lembrar aquelas sapatas que a minha avó usava por causa dos calos, e que só se vendiam na farmácia, e só havia em preto e azul escuro.

São de plástico/borracha, são made in china, portanto são baratuchas, certo? Errado. Pelo menos em Portugal. Se forem de criança custam €30, se forem de adulto custam €40.

8 contos (desculpem lá, mas eu refiro-me a exorbitâncias ainda no dinheiro antigo). 8 contos por um bocado de borracha/plástico, ao qual fizeram uns buracos e ao qual juntaram doses generosas de corante. Um roubo. Mas piora. Para além das crocs propriamente ditas, há todo um esquema para encarecer ainda mais a brincadeira, que são os pins. Umas coisas de plástico que se põem e tiram, e que podem ser flores, ou corações, ou piratas das caraíbas e que ajudam a personalizar a croc. Cada pin custa €3 (600 paus, mais coisa menos coisa). Isto é um roubo, mas as crocs estão esgotadíssimas e a fábrica tem dificuldade em repor stock. Parece que a crise só se faz sentir dos tornozelos para cima (a julgar pela pouca de quantidade de tecido usado para cobrir o resto do corpo).

É uma estratégia de marketing absolutamente escandalosa e eficaz, as coisas vendem-se que nem pãezinhos quentes. É assim o mundo de hoje em dia, as pessoas embarcam nestes esquemas. Palermas.

P.S.: As minhas estão encomendadas, são iguaizinhas às da foto, e já tenho os pins. Cá em casa também (quase) toda a gente já tem :)

Pesquisar

No twitter


Subscrever por e-mail

A subscrição é anónima e gera, no máximo, um e-mail por dia.

Arquivo

  1. 2018
  2. J
  3. F
  4. M
  5. A
  6. M
  7. J
  8. J
  9. A
  10. S
  11. O
  12. N
  13. D
  14. 2017
  15. J
  16. F
  17. M
  18. A
  19. M
  20. J
  21. J
  22. A
  23. S
  24. O
  25. N
  26. D
  27. 2016
  28. J
  29. F
  30. M
  31. A
  32. M
  33. J
  34. J
  35. A
  36. S
  37. O
  38. N
  39. D
  40. 2015
  41. J
  42. F
  43. M
  44. A
  45. M
  46. J
  47. J
  48. A
  49. S
  50. O
  51. N
  52. D
  53. 2014
  54. J
  55. F
  56. M
  57. A
  58. M
  59. J
  60. J
  61. A
  62. S
  63. O
  64. N
  65. D
  66. 2013
  67. J
  68. F
  69. M
  70. A
  71. M
  72. J
  73. J
  74. A
  75. S
  76. O
  77. N
  78. D
  79. 2012
  80. J
  81. F
  82. M
  83. A
  84. M
  85. J
  86. J
  87. A
  88. S
  89. O
  90. N
  91. D
  92. 2011
  93. J
  94. F
  95. M
  96. A
  97. M
  98. J
  99. J
  100. A
  101. S
  102. O
  103. N
  104. D
  105. 2010
  106. J
  107. F
  108. M
  109. A
  110. M
  111. J
  112. J
  113. A
  114. S
  115. O
  116. N
  117. D
  118. 2009
  119. J
  120. F
  121. M
  122. A
  123. M
  124. J
  125. J
  126. A
  127. S
  128. O
  129. N
  130. D
  131. 2008
  132. J
  133. F
  134. M
  135. A
  136. M
  137. J
  138. J
  139. A
  140. S
  141. O
  142. N
  143. D
  144. 2007
  145. J
  146. F
  147. M
  148. A
  149. M
  150. J
  151. J
  152. A
  153. S
  154. O
  155. N
  156. D
  157. 2006
  158. J
  159. F
  160. M
  161. A
  162. M
  163. J
  164. J
  165. A
  166. S
  167. O
  168. N
  169. D
  170. 2005
  171. J
  172. F
  173. M
  174. A
  175. M
  176. J
  177. J
  178. A
  179. S
  180. O
  181. N
  182. D