Saltar para: Posts [1], Pesquisa e Arquivos [2]





Arquivo



Coeficiente conjugal - follow up

por jonasnuts, em 01.07.06

Quem acompanha este Blog e tem boa memória, lembrar-se-á que há uns tempos referi as minhas dúvidas acerca do coeficiente conjugal, no que diz respeito a impostos.

Nesse post disse que ia mandar um mail, a quem de direito, na tentativa de esclarecer as minhas dúvidas.

Obviamente, no que diz respeito a mails com pedidos de esclarecimentos, devo ser campeã.

Enviei o mail, para Direcção Geral de Contribuições e Impostos, no dia 28 de Março, às 17h30, e o mail rezava assim:

"Exmo. Senhores,

Ao fazer uma simulação dos valores referentes ao meu IRS de 2005,
encontrei um coeficiente conjugal, que não sei o que é, nem em que é que
consiste.

Sendo solteira, não entendo porque é que me é atribuído um coeficiente
conjugal.

Poderão indicar-me onde recolher mais informações acerca desta
coeficiente?

Fico a aguardar a resposta.

Melhores cumprimentos
Mª João Nogueira"

A resposta chegou , 3 meses mais tarde.

 

E foi esta:

"Exmo.(a) Senhor(a)
Acusa-se a recepção do pedido de esclarecimento de V. Exa., e informamos 
que deverá identificar-se através do seu NIF (Numero de Identificação
Fiscal) e dirigir o seu pedido de informação para a Direcção de
Serviços de IRS dsirs@dgci.min-financas.pt a fim de lhe serem prestados
os devidos esclarecimentos.


Poderá ainda obter esclarecimentos através do Serviço de Finanças da área
de residência, ou ainda através da linha da DGCI 707 206 707 no período
das 9 -18h (dias úteis).

Com os melhores cumprimentos.

DGCI
DM"

Portanto demoraram 3 meses a enviar uma resposta pré-elaborada, não personalizada.

 

Não teria sido mais fácil encaminharem o mail para o departamento correcto?

 

E para que raio querem o meu NIF?

 

Para que é que precisam de ser o meu número de identificação fiscal para me prestarem esclarecimentos?

 


Cá para mim estão a usar a técnica do "deixa-me lá responder com uma pergunta para ver se ela desiste", que é muito usada em call centres.

 


Comigo não funciona.

 


Daqui a 3 meses eu reporto a resposta que me vão dar.

 

 

Autoria e outros dados (tags, etc)

Coeficiente conjugal

por jonasnuts, em 28.03.06
Pela primeira vez na minha vida (que não é longa, mas já tem uma longa história com a DGCI) estou a entregar os meus impostos, a tempo e horas.

Embora tenha sempre declarado a verdade dos factos (não aldrabo nas despesas, nem ando à procura de recibos), tenho um LONGO historial de entregas com atrasos monstruosos (sim, de anos).

Por insistência (e trabalho burocrático) maternal, no ano passado, recebi vários anos de impostos em atraso, o que, para além de ter servido para equilibrar mais ou menos as contas, também serviu para perceber que não eram só desvantagens, estas coisas dos impostos.

Assim, este ano, 15 dias antes de se concluir o prazo (que foi prorrogado) despachei a coisa.

Obviamente, fui LOGO fazer uma simulação, para ver, por alto, quanto é que me podia tocar, daqui a uns meses. Nada de extraordinário, mas encontrei uma coisa curiosa.

Coeficiente conjugal - 1.00

Ora, eu não sou casada, logo, não tenho qualquer coeficiente conjugal, logo, há aqui um erro. Altura em que ele me diz......"não, isso deve ser aquela coisa dos impostos serem diferentes (leia-se menos) para quem se casa".

Desculpem?
Vou aprofundar esta questão, mas correndo o risco de estar a fazer muito barulho por nada, porque é que raio uma gaja que se casa paga menos impostos do que uma gaja que não casa?

Alguém me arranja uma explicação para isto?

Autoria e outros dados (tags, etc)






Arquivo