Saltar para: Posts [1], Pesquisa e Arquivos [2]




subscrever feeds


Arquivo



Tenho um gosto um bocado esquisito, concedo isso. As casas onde vivi sempre tiveram umas coisas malucas que faziam as pessoas esbugalharem os olhos. Ainda me lembro do empreiteiro que ficou com a obra de renovação duma casa de banho, quando lhe expliquei que os azulejos que deveria colocar na parede eram daqueles baratuchos, todos brancos, normalíssimos, mas todos partidos. Primeiro que conseguisse que ele percebesse que eu queria MESMO os azulejos partidos, foi o cabo dos trabalhos.

 

Enfim, isto tudo para explicar que gosto de coisas inusitadas e originais, que a maioria das pessoas (pelo menos as que conheço) detesta.

 

E hoje dei com uma dessas coisas. Adorava, adorava, adorava.

 

 

Mais informações sobre o bicho, aqui.

Autoria e outros dados (tags, etc)

Casamento entre pessoas do mesmo sexo

por jonasnuts, em 18.11.09

Queixaram-se de que não escrevia há muito tempo. Para quê escrever se estamos com pouco tempo e outros o fazem tão melhor que nós?

 

Dois posts, dois links, o mesmo tema, tema que me é caro.

 

O primeiro, do Bitaites.

 

O segundo, da Laura Abreu Cravo.

 

Chegámos ao mesmo sítio de diferentes origens, por caminhos distintos. Mas estamos todos no mesmo sítio.

 

Agora.....aflitivo, aflitivo, aflitivo, é o teor de alguns comentários (nos dois posts que link). É que não há mesmo outra palavra para além de aflitivo.

Autoria e outros dados (tags, etc)

Stress Natalício

por jonasnuts, em 24.12.07
As prendas, os tamanhos, os preços, as quantidades. Tudo tem de ser igual, para os putos. Há um ranking familiar uma categoria de presentes que se aplica nos vários Natais.

Um stress.

Este ano o Natal é cá em casa. O que significa que temos de ter a dita cuja minimamente arrumada. Resultado? Tarefas que estavam pendentes há anos (sim, anos) estão agora a ser diligentemente despachadas. Há cantos da arrecadação que viram a luz do dia (bom, a luz eléctrica, mas pronto), a despensa já está habitável, já se consegue lá entrar, coisas que passaram anos a dizer "ponham-me no lixo" viram finalmente a sua vontade a ser feita.

Coisas espalhadas por aqui e por ali que não tinham lugar certo, passaram a ter lugar certo, arrumadinhas, sem ser no por aqui e por ali.

O problema disto tudo é que consome muito tempo. Não há cá pausas para a paz e para o amor e para a fraternidade entre os homens e as mulheres, é arrumar, arrumar, arrumar (e comprar uma mesa onde caibam todos).

A minha mãe, sempre muito prestável, oferecer-se-á de certeza para cumprir tarefas para as quais já não vou ter tempo. Ainda tenho de levar coisas para a arrecadação, arrumar caixotes, fazer a tradicional lasagna de Natal, fazer pão, ir buscar a mesa ao Ikea que não cabe no meu carro (e só dei por isso quando já estava comprada paga e em cima do carrinho de transporte, ontem à noite), dar banho ao puto, arrumar o quarto do puto (com a ajuda dele, claro), tratar das casas-de-banho e embrulhar os presentes.

Assim sendo, minha rica mãe, se não te importas, para além do tomate cherry que já me compraste, vai também arranjar as tuas unhas, já que não vou ter tempo de arranjar as minhas.

A casa está fixolas, mas ainda precisa de mais uns toques, não vamos ter tempo de pendurar os quadros que estão há mais de 4 anos para ser pendurados.

Por isso, se não se importam, jantar de consoada cá em casa, outra vez, daqui a 15 dias.

Autoria e outros dados (tags, etc)

Obras em casa

por jonasnuts, em 18.11.07
Da última vez que remodelei uma casa, o empreiteiro ficou à beira de um ataque de nervos. Porque não me ouviu.

Eu falei-lhe de um arquitecto, de Barcelona, que partia os azulejos antes de os colocar, e que era isso que queria para a minha casa-de-banho. Chão de calçada portuguesa, azulejos brancos, todos brancos,  partidos.

Ele achou mesmo que eu estava a brincar. Não estava. Parece que o tempo que os azulejos partidos demoram a colocar é muito maior do que se os azulejos estiverem inteiros. Lá está. Eu disse-lhe, e ele não acreditou. Mas fez, que se lixou. E ficou o máximo.

Outra casa, outras remodelações. Menores, que enquanto me lembrar das últimas obras (foi há quase 10 anos), não me meto noutra.

Portanto agora são coisitas mais pequenas. Não vou mandar paredes abaixo (infelizmente, porque há uma ou duas que estão mesmo a pedir), vou só pintar umas paredes, e colocar soalho flutuante em parte da casa.

Depois, é esperar mais uns anos, até me esquecer desta experiência, e remodelar a cozinha e as casas de banho. Esta casa tem 30 anos. Os azulejos que na altura estavam na moda, bom, já não estão. Mais uns tempinhos e regressa a moda do azulejo multicolor, e das loiças de casa de banho em castanho (sim, é verdade, castanho escuro), mas mesmo que esteja na moda, eu não gosto disto.

Como estas coisas nunca são menores, e acabam por ter um impacto grande no dia-a-dia da família (e não me refiro apenas ao custo), pergunto se alguém conhece e recomenda uma empresa que se encarregue deste tipo de coisas, de forma competente, sem falhar prazos e baratinha. É na zona de Oeiras.

Era isto e a chave do euro milhões, por favor.

Muito agradecida.

Autoria e outros dados (tags, etc)

Tags:

ERA

por jonasnuts, em 04.05.06
Ando à procura de casa. Há já alguns meses que, calmamente, procuramos uma casa onde possamos passar férias, e fins-de-semana, e por isso tenho sido consumidora assídua de sites especializados, vulgo sites imobiliários.

Uso o do SAPO, obviamente, não só por ser do SAPO mas porque é de longe (mas de muito longe mesmo) o melhor, o que tem mais oferta, e o mais completo em termos de informação.

Mas não uso só o SAPO, também costumo visitar o site da Remax e depois de ter sido bombardeada com campanhas da Era, decidi experimentar também este.

O da Remax é simples, tem muito menos oferta que o do SAPO, mas as ofertas que tem são exclusivas (e caras, para duas casas de características idênticas a da Remax custa mais €5.000).

E depois, a Era. A Era tem gasto uns milhares valentes em campanhas de publicidade, em equipas de football , em comunicação. E depois vamos ver o site deles. É novo, o anterior era tão lento e tão mau que eu lhes mandei um mail (há 6 meses) a dizer que enquanto não mudassem de site, não voltava a pôr lá os pés.

Fui regressando à página, de vez em quando, para ver se estava na mesma (e não o usei, evidentemente). Até que há cerca de 3 semanas, qual não é o meu espanto, faço www.era.pt e aparece-me uma coisa diferente do habitual. Tinham mudado o site. Na realidade, como me pude aperceber pouco depois, estavam no processo de mudança. Estava ainda cheio de erros, e de coisas que não funcionavam.

Dei um tempo. 3 semanas parece-me ser um prazo mais do que razoável para se colocar aquilo em funcionamento. Parece-me a mim, mas pelos vistos não lhes parece a eles. A pesquisa funciona mal, as imagens não carregam, os formulários não funcionam e, mais grave que tudo isto, a informação é paupérrima. Áreas? O que é isso? Número de divisões/assoalhadas? Para quê? Imagens de jeito? Não é preciso.

São tão burros, tão burros, tão burros que nem percebem a inutilidade da coisa.

Portanto, viva o casa.sapo que funciona muitíssimo melhor.

Autoria e outros dados (tags, etc)





subscrever feeds


Arquivo