Saltar para: Posts [1], Pesquisa [2]

Jonasnuts

Disclaimer e teaser

Já o disse aqui antes, mas de vez em quando, convém reforçar.

 

Este é o meu blog pessoal, representa (parte d') a minha opinião pessoal. Não é endossado pela empresa onde trabalho, nem as minhas opiniões são necessariamente partilhadas pela empresa (provavelmente não são mesmo, em alguns casos). Ao expor aqui aquilo que penso não estou a falar em nome da empresa onde trabalho. Só para que as coisas fiquem absolutamente claras e transparentes.

 

Como se sabe, depois de um disclaimer, vem sempre qualquer coisita mais apetitosa, e este post não é excepção, pelo menos na minha opinião.

 

Como isto mete tribunais e coisas assim, vamos manter a coisa na base do hipotético um grande "supônhamos".

 

Vamos todos imaginar que numa empresa que tem uma plataforma de Blogs é recebida uma intimação de um tribunal, solicitando a identificação do autor ou autores de um Blog que, por acaso, está alojado na concorrência. Não é inédito, é até bastante frequente (suponho).

 

A empresa intimada, diligentemente informa o Sr. Dr. Juiz que a questão terá de ser colocada a quem de facto aloja o Blog, e, colaborando com a justiça, até faz o favor de identificar o nome da empresa que deverá ser intimada.

 

Esperar-se-ia que o tribunal agradecesse a informação e procedesse à intimação da tal empresa que de facto aloja o Blog, certo?

 

Errado. Isso era o que aconteceria se a coisa funcionasse bem.

 

Neste caco, o Tribunal agradece a informação, mas mantém a convocatória, porque quer que alguém da empresa que não tem nada a ver com o assunto  lhes vá lá explicar o que é um blog e como é que funciona a coisa.

 

A empresa em causa poderá responder, enviando um link para uma página onde está tudo explicado, mas parece que não serve, porque mantêm a intenção de ouvir a testemunha.

 

 

Então, a empresa intimada, que não tem nada a ver com o assunto, nomeia uma pessoa para se deslocar ao tribunal, que fica a mais de 100 Km, para que o Tribunal possa ser informado acerca dos Blogs. Claro que esta pessoa até percebe umas coisas de Blogs, e sabe como é que funciona o sistema da empresa para que trabalha, mas não faz ideia de quais são os processos de armazenamento de dados da concorrência. Mas vai. Porque é obrigada.

 

Isto dava um filme, certo?

 

A sequela estreia no dia 2, em Almeirim.

A minha concorrência

Há uma entidade que tem mais sucesso que eu, no incentivo de mudanças de blogs do Blogspot para o SAPO. Parece difícil, mas a verdade é que há. E nem sequer tem muito trabalho, é só aparecer de vez em quando.

 

 

Nunca vi este aviso apresentado antes de conteúdos realmente sensíveis. Os americanos são mesmo uns pseudo moralistas do caraças.

Blogspot

Eu queria visitar a Pastoral Portuguesa, mas o Blogspot não deixou. Ainda bem que o Casanova está contente com o serviço.



Olha, afinal não é só a Pastoral. São todos os Blogs do Blogspot que estão em baixo neste momento. Vamos ver quanto tempo dura a festa.

UPDATE: Meia hora mais tarde ainda não se aguenta nas canetas, embora às vezes consiga servir um blog ou outro.

UPDATE (19h30) : Pronto, parece que já se aguentam nas canetas :) Que eu tivesse dado por isso, foi hora e meia, uns longos 90 minutos, sem serviço. Não quero cuspir para o ar, mas aos Blogs do SAPO nunca aconteceu um downtime de 90 minutos :)

UPDATE (19h36) : Mas ainda não se consegue comentar. Dá erro, e quando aparece o formulário, não tem o captcha.

Deixem-me dizer mal da justiça portuguesa

Recebi hoje, no âmbito das minhas competências profissionais, uma carta dos serviços do Ministério Público.

Era um pedido de informação urgente:

"Tenho a honra de solicitar a V. Exa. se digne averiguar e informar se possível, aferir quem criou, ou a quem pertencem os Blogs:
http://www.nome_que_nao_interessa_para_o_caso,
e
blogspott.com/e
http://outro_nome_que_não_interessa_para_o_caso.blogspot.com"


Já nem falo do português que usam, à força de quererem ser finos na linguagem, é calinada atrás de calinada, mas será que a Dra (é assinado por uma Dra.) não sabe ver que aquilo não tem nada a ver com o SAPO?

Telefonei, falei com a dita cuja e expliquei calmamente que aqueles servidores não eram nossos.
- Então se não são vossos tem de nos dizer de quem são.
Não gostei do tom imperativo. Tivesse sido simpática e tinha-lhe feito a papinha, assim, preferi passar-lhe um atestado de incompetência.
- Não, não tenho que lhe dizer nada, mas posso dizer-lhe que, tal como vem indicado no endereço, os servidores são Blogspot. Terá de encaminhar o seu pedido a estes senhores.

Presumo que tenha ido à lista telefónica, à procura da morada da empresa Blogspot.

Santa paciência.


Título inspirado neste post. É para contrabalançar.

E se isto fosse no SAPO?

Se o Blog A Blasfémia estivesse alojado nos Blogs do SAPO:
1 - O que está a acontecer, não acontecia.
2 - Se acontecesse, não demorava este tempo todo a resolver.
3 - Uma vez resolvido o problema, todos os posts que escrevessem a cascar no SAPO seriam ouvidos, e teriam impacto real numa empresa portuguesa, ao contrário do que vai acontecer com  o Blogspot, para quem o Blasfémias é, apenas e só, mais um Blog que escreve numa língua que eles não entendem e que confundem com spam.

E nós, independentemente da religião dos elementos da equipa, trabalhamos todos os dias. Mesmo. É ver nos comentários deste Blog.

:)


Sim, sim, eu sei, não perco uma oportunidade de cascar no Blogspot :)

Ouviram-me, lá no Blogspot

Referi há pouco tempo que o Blogspot seguia o caminho errado, quando não permitia que os leitores dos Blogs deixassem um endereço, a não ser que estivessem autenticados, portanto, ou tinham blogs no Blogspot, ou deixavam o endereço no próprio comentário, ou népia.

Desde há 2 dias que fizeram marcha atrás :)

Já repararam?

Desde a semana passada (pelo menos) houve uma alteração ao formulário de comentáriosw do Blogspot.

Antes, para blogs com comentários completamente abertos, havia 3 formas de deixar comentários. Autenticados no Blogspot, identificando-nos com um nome e com um endereço (url) e como anónimo.

Agora, continuam a existir as 3 formas, mas se quisermos apenas deixar um nome, já não temos um campo disponível para deixar o endereço. Portanto ou deixamos o endereço no próprio campo do comentário, ou não temos forma de deixar o endereço do nosso Blog.

Tsss, tss, tss, a excluir assim a concorrência. É o caminho errado.

Blogspot versus Blogs SAPO

Eu trabalho no SAPO, mais propriamente nos Blogs do SAPO, fica o disclaimer e fica a informação de que sou, assumidamente, juíza em causa própria.

Sei que não sou propriamente a pessoa mais imparcial para falar do Blogspot e dos Blogs do SAPO, por isso, alegro-me quando não tenho de o fazer, e quando é o próprio Blogspot a falar por mim.

O Blogspot que (ainda) é o alojamento preferido dos portugueses para os seus Blogs está (de novo) em baixo. Não é que seja novidade, já em tempos referi isso aqui e aqui (as minhas desculpas pelos auto-links, que não são habituais aqui na chafarica).

Esta questão, dos piripaicos do Blogspot reaviva uma dúvida que me acompanha há bastante tempo: Os Blogs do SAPO têm mais funcionalidades que o Blogspot, os blogs alojados no SAPO conseguem habitualmente melhor posicionamento nos resultados das pesquisas, são mais fáceis de usar, tem assistência permanente e uma equipa altamente dedicada e motivada e que está sempre disponível (quer por mail quer no blog oficial dos Blogs do SAPO), porque é que ainda hoje (embora menos), o Blogspot continua a ter sucesso entre os utilizadores portugueses?

Não tem lógica.

Pesquisar

No twitter


Subscrever por e-mail

A subscrição é anónima e gera, no máximo, um e-mail por dia.

Arquivo

  1. 2018
  2. J
  3. F
  4. M
  5. A
  6. M
  7. J
  8. J
  9. A
  10. S
  11. O
  12. N
  13. D
  14. 2017
  15. J
  16. F
  17. M
  18. A
  19. M
  20. J
  21. J
  22. A
  23. S
  24. O
  25. N
  26. D
  27. 2016
  28. J
  29. F
  30. M
  31. A
  32. M
  33. J
  34. J
  35. A
  36. S
  37. O
  38. N
  39. D
  40. 2015
  41. J
  42. F
  43. M
  44. A
  45. M
  46. J
  47. J
  48. A
  49. S
  50. O
  51. N
  52. D
  53. 2014
  54. J
  55. F
  56. M
  57. A
  58. M
  59. J
  60. J
  61. A
  62. S
  63. O
  64. N
  65. D
  66. 2013
  67. J
  68. F
  69. M
  70. A
  71. M
  72. J
  73. J
  74. A
  75. S
  76. O
  77. N
  78. D
  79. 2012
  80. J
  81. F
  82. M
  83. A
  84. M
  85. J
  86. J
  87. A
  88. S
  89. O
  90. N
  91. D
  92. 2011
  93. J
  94. F
  95. M
  96. A
  97. M
  98. J
  99. J
  100. A
  101. S
  102. O
  103. N
  104. D
  105. 2010
  106. J
  107. F
  108. M
  109. A
  110. M
  111. J
  112. J
  113. A
  114. S
  115. O
  116. N
  117. D
  118. 2009
  119. J
  120. F
  121. M
  122. A
  123. M
  124. J
  125. J
  126. A
  127. S
  128. O
  129. N
  130. D
  131. 2008
  132. J
  133. F
  134. M
  135. A
  136. M
  137. J
  138. J
  139. A
  140. S
  141. O
  142. N
  143. D
  144. 2007
  145. J
  146. F
  147. M
  148. A
  149. M
  150. J
  151. J
  152. A
  153. S
  154. O
  155. N
  156. D
  157. 2006
  158. J
  159. F
  160. M
  161. A
  162. M
  163. J
  164. J
  165. A
  166. S
  167. O
  168. N
  169. D
  170. 2005
  171. J
  172. F
  173. M
  174. A
  175. M
  176. J
  177. J
  178. A
  179. S
  180. O
  181. N
  182. D