Saltar para: Posts [1], Pesquisa e Arquivos [2]





Arquivo



A lei da cópia privada está a ser debatida na especialidade. Para já, na Comissão de Assuntos Constitucionais, Direitos, Liberdades e Garantias. 

 

Na passada terça (4 de Novembro) decorreram as audiências com algumas entidades envolvidas no debate (auto-link). 

 

O vídeo abaixo é da intervenção do deputado Michael Seufert (que está no Vimeo, pelo que facilita a partilha). A totalidade da coisa, disponível no arquivo da ARtv não é tão partilhável (e por ser um wmv mais difícil de ver, em alguns computadores).

 

 

Autoria e outros dados (tags, etc)

Primeiro o disclaimer. De vez em quando faço um disclaimer, para que não haja dúvidas, nem restem desconfortos. Este blog é meu, é pessoal, e não reflecte necessariamente as opiniões de terceiros, nomeadamente da empresa onde trabalho (neste caso em particular, há até muitas coisas em que não reflecte de todo). É a minha opinião pessoal, e mais nada que isso.

 

Pronto, ficou feito o disclaimer, bora lá.

 

Gosto do Jornal A Bola. Gosto, quanto mais não seja porque, os que me conhecem sabem, sou Benfiquista ferrenha. Temos de gostar de quem defende os nossos. Não se portaram nada bem no episódio José Diogo Quintela/Miguel Sousa Tavares, e isso abalou a minha fé. Mas continuei, esporadicamente, a visitar o site.

 

Ontem fizeram-me chegar uma "notícia" da Bola em que os senhores escrevem preto no branco "Não há site português mais lido no Mundo – com acessos a partir de todos os pontos do planeta. A BOLA online manteve, em Novembro, a liderança da tabela Netscope, sistema de medição de tráfego tutelado pela Marktest."

 

Ora eu, que conheço os números e acompanho os relatórios mensais do Nestcope, estranhei. Que raio..... deixa lá ver que hecatombe aconteceu, para que o SAPO tivesse perdido a liderança.

 

Fui ver, era uma falácia.

 

Os senhores decidem, em primeiro lugar, destacar os pageviews (que é o número de páginas vistas) e não o número de visitas. Claro, no número de visitas, a Homepage do SAPO está bem à frente. Mas, não é só. Querem comparar as coisas como deve ser? Então comparem a Homepage da Bola com a Homepage do SAPO. Ou, se não têm os dados únicos da Homepage da Bola (têm, mas não interessa, pois não?), comparem a Homepage do SAPO, mais o SAPO Notícias, mais o SAPO Desporto. Nem vou mais longe, não acrescento outros conteúdos (Mulher, Meteorologia, Cinema, Música e, longe de mim acrescentar os serviços).

 

Não querem dar-se ao trabalho? Não precisam, eu faço-vos a papinha.

 

No mês de Novembro, a Bola teve, de acordo com o Netscope 111116203 pageviews

No mesmo mês de Novembro, a Homepage do SAPO, mais o SAPO Notícias mais o SAPO Desporto tiveram 123.623.345 pageviews.

 

Pessoalmente acho a concorrência uma ferramenta indispensável para o bom funcionamento desta indústria, pelo que seria com satisfação que eu veria a Bola (ou outro qualquer) a morder os calcanhares do SAPO. Mas, senhores da Bola, só conseguirão morder-nos os calcanhares se tiverem qualidade, e não é com notícias enganadoras que o conseguem fazer.

 

Com este tipo de notícias só conseguem morder a vossa credibilidade. Não os calcanhares do SAPO.

Autoria e outros dados (tags, etc)






Arquivo