Saltar para: Post [1], Comentários [2], Pesquisa e Arquivos [3]






Arquivo



O cheiro é o mesmo #pl118

por jonasnuts, em 20.09.14

O PCP fez uma intervenção no âmbito do debate da lei da cópia privada que o deputado Miguel Tiago partilhou no Facebook.

 

(Acrescentado posteriormente o link para o vídeo da intervenção do deputado Miguel Tiago)

 

Portanto, a ver se eu percebi a proposta do PCP.

 

A coisa correu bem durante os primeiros 4 parágrafos. Até estranhei.

 

Mas depois descamba. 

 

Deixa de haver taxa sobre dispositivos tecnológicos, que podem servir para coisas diversas, para além da fixação de cópias privadas. 

 

Em vez disso, transferem-se as taxas para os fornecedores de serviço de internet, que também adoptam a filosofia tampax recomendada à indústria da torradeira, absorvendo o valor, e cria-se uma lista de autores que permitem a partilha livre (que é violentamente mais abrangente que o conceito de cópia privada), que receberão essas verbas.

 

Sim, porque à indústria da torradeira não é legítimo que se peça para absorver a taxa, mas aos ISPs já é, e, como se sabe, toda a gente que usa internet fá-lo para fazer cópias privadas (ou partilha livre).

 

Eu, consumidora, continuo a ter de pagar para fazer algo que posso ou não querer fazer. Não remunera o mérito dos autores, e pressupõe que os ISPs absorvam a taxa. 3 factores que contrariam qualquer lógica, justiça e senso comum.

 

(Além da mecânica da coisa, que fica por explicar, mas não precisamos de ir tão longe, porque a coisa é derrotada logo nos pressupostos).

 

Lamento PCP, mas o cheiro é o mesmo, não sei sequer se mudam as moscas.

Autoria e outros dados (tags, etc)



10 comentários

Sem imagem de perfil

De Calças a 20.09.2014 às 12:26

Parece-me que taxar directamente cada unidade vendida de um produto é manifestamente diferente de taxar globalmente os isp! ( atenção que não estou a dizer que é mais justo)! Mas isto parece-me semelhante aos milhentos canais de televisão que eu sou obrigado a pagar qdo só vejo um terço dos que são disponibilizados! O que só prova que esta discussão em nada é estanque e obrigaria a toda uma revolução das indústrias de distribuição culturais!
Sem imagem de perfil

De Calvas a 20.09.2014 às 12:27

E obrigado iphone por teres trocado o meu nome de calvas para calças...
Sem imagem de perfil

De João Pedro Lopes a 20.09.2014 às 17:02

Vi a sua intervenção no Prós e Contras e tenho uma coisa a dizer, sem desprimor para aquilo que disse, sendo que o assunto não me entusiasma assim tanto:
A Jonas é bem gira :)

Não publique, é só porque não resisti...
Imagem de perfil

De jonasnuts a 20.09.2014 às 17:48

Os comentários não são moderados.

Obrigada :-)
Sem imagem de perfil

De Miguel a 21.09.2014 às 21:51

Não deixa de ser irónico que dois dias depois da lei da cópia privada que a SPA tanto defendeu e conseguiu ver aprovada, a televisão pública portuguesa esteja a emitir um documentário de quase 3horas sobre um "artista" com diversas obras plagiadas registadas nessa mesma SPA.

Os direitos dos verdadeiros autores aqui já não interessam?
Sem imagem de perfil

De Rui a 25.09.2014 às 01:15

isto do PCP até acaba por ser mais inteligente e perverso que o original. A questão é que a lei da cópia como tem vindo a ser proposta até agora fica obsoleta bastante rapidamente com o streaming do youtube, dropboxes e tudo ficar na "cloud". Estes já estão com o olho na mama e no futuro.
Sem imagem de perfil

De Bruno Filipe a 01.10.2014 às 12:10

E no meio disto tudo, o Reino Unido acaba de alterar a lei para permitir a cópia privada, sem qualquer tipo de taxa, imposto ou etc.

https://www.gov.uk/exceptions-to-copyright#personal-copying-for-private-use
Sem imagem de perfil

De Luís Martins a 07.10.2014 às 14:24

Faz falta um ponto de situação sobre o PL118.

Eu confesso que já me perdi... Onde anda a PL? Foi aprovada ou não? Que se pode fazer ainda para parar o processo?
Imagem de perfil

De jonasnuts a 07.10.2014 às 14:27

Posso fazer um post com o resumo da matéria dada e o actual estado da nação, de facto :) Boa ideia. Obrigada.

Comentar post






Arquivo