Saltar para: Post [1], Comentários [2], Pesquisa e Arquivos [3]






Arquivo



Do lado de lá do power point

por jonasnuts, em 20.09.06
Já falei aqui várias vezes na minha resistência em produzir documentos cuja finalidade eu pense ser nula, e como ultimamente o Power Point anda na moda, tenho, apesar de tudo, feito algumas coisitas.

Antes de mais, não tenho nada contra um bom documento informativo, seja um power point , um word , um html , etc. O formato é indiferente, desde que a informação que veicula seja verdadeira e tenha um objectivo específico. Pronto, fica feito o disclaimer do post .

Já há algum tempo que penso nos destinatários de tais documentos. Pela minha experiência, os destinatários finais dos documentos, vulgo power points, nunca são as pessoas que os pedem. Habitualmente, um power point é produzido em retalhos, um retalho por projecto.

Cabe depois ao primeiro intermediário, colar a manta de retalhos, de alguma forma harmonizar a apresentação e a informação. Mas este novo documento, é, também ele, um retalho que irá ser colado a outros retalhos, e por aí adiante.

É também comummente aceite que os intermediários tentem facilitar a compreensão dos dados, e porque uma imagem vale mais do que mil palavras, entra a bonecada e, mais grave, delapidam-se os valores, os dados originais, retirando coisas supérfluas ou que parecem destoar.

Estamos a falar de bastantes intermediários. E quem conta um conto, acrescenta-lhe um ponto, quem parte e reparte e não fica com a melhor parte, ou é tolo ou não tem arte, e há sempre quem tente puxar a brasa à sua sardinha.

Portanto, tenho alguma curiosidade acerca do aspecto final com que alguns dos meus documentos chegam ao último destinatário.

Será que se percebe alguma coisa? Os dados devem estar enviesados, depois de terem passado por tanta gente, com tão diferentes leituras de conceitos subjectivos como "activo", "expirado", "suspenso", "importado", "migrado".

Ainda não decidi se quem trabalha estes dados, desta forma acha que os destinatários finais são uns génios ou se acha que são uns completos ignorantes.



Disclaimer 2: A minha curiosidade é meramente académica. Não tenho qualquer ambição/gosto/objectivo de algum dia me vir a sentar do lado de lá do power point.

Autoria e outros dados (tags, etc)



3 comentários

Imagem de perfil

De pedrocs a 22.09.2006 às 08:42

A única coisa que alguém retem desses powerpoints é: "income".

Por isso é que a única vez que vi uma notícia sobre um projecto interno na newsletter do grupo, foi quando os leilões fizeram uma batelada de massa com uma venda.

Alguma vez viste uma nota de imprensa sobre o sucesso dos blogs?
Imagem de perfil

De jonasnuts a 22.09.2006 às 10:20

Sim, quando chegámos aos 50.000 Blogs divulgámos um press release que saiu em alguns órgãos de comunicação social, e algumas dessas notícias vinham indexadas nas nossas notas diárias de imprensa.

Acho que a esse nível, as coisas estão a correr bem.

Mas, no que se refere ao power point, e tendo em conta que os meus projectos não têm retorno directo, sendo que o indirecto não é mensurável, nunca têm essa parte do gráfico preenchida. Já o investimento..... :)
Sem imagem de perfil

De Eumesmo a 27.09.2006 às 19:49

Mas... Então e aquele livro de powerpoint que está na tua estante? Hmmm ?

Comentar post






Arquivo