Saltar para: Post [1], Comentários [2], Pesquisa e Arquivos [3]






Arquivo



18 anos

por jonasnuts, em 04.09.13

O SAPO faz hoje 18 anos.

 

Conheço-o há 18 anos, lembro-me do nascimento, lembro-me dos primeiros passos e, desde há 13 anos, é onde eu trabalho.

 

Já fiz muita coisa, no SAPO. Comecei por estar ligada às Homepages, passei pelo mail, pelo apoio a cliente, pelos Blogs, pela Homepage, pelo Radar e por mil e uma coisas. Agora na CloudPT. Já tive ofertas para sair, daquelas tentadoras. Não saio. Adoro trabalhar no SAPO. O ambiente é fabuloso. Informal. Cheio de coisas novas. Todos os dias.

 

Não é todos os dias que se faz 18 anos.

 

O Celso, o pai do aniversariante, explica a coisa, e emociona-se. O pai da criança ainda está no seu primeiro emprego.

 

 

 

Parabéns SAPO.

Autoria e outros dados (tags, etc)



10 comentários

Imagem de perfil

De jfd a 04.09.2013 às 09:10

Que feliz aniversário!
Conheci-te como cliente, depois vieste a ser colega.
E sim é um ambiente fabuloso!
bjs!
Imagem de perfil

De jonasnuts a 04.09.2013 às 09:11

E se eu era uma cliente chata :)

Parabéns a nós :)
Imagem de perfil

De Mammy a 04.09.2013 às 22:14

Parabéns ao Sapo e aos que o criaram!
Bjs
Imagem de perfil

De joao moreira de sá a 05.09.2013 às 08:18

Já eu, poderia ter escrito isto onde me revejo palavra por palavra:
http://www.bitaites.org/bitaites/18-anos-sapo

Ou, pegando nas tuas (com licença), não tive ofertas para sair, mas neste momento não haveria dinheiro/ordenado/projecto que me fizesse sair. "Não saio. Adoro trabalhar no SAPO." (extensão Azeitão :) )
Imagem de perfil

De poetaporkedeusker a 07.09.2013 às 00:53

Sapo, parabéns!

Chegam atrasadíssimos e "ao acaso"... mas gosto muito de sapos, acredita!
Sem imagem de perfil

De sem-se-ver a 08.09.2013 às 13:30

parabéns, sim :)
Imagem de perfil

De urreivainu a 10.09.2013 às 15:03

Parabéns. Tem sido uma referência incontornável na internet em Portugal, e manter-se assim ao fim de 18 anos é digno de registo. É um exercício engraçado pensar no que havia e não havia em termos de marcas tecnológicas há 18 anos atrás e as que existem hoje....
Sem imagem de perfil

De Anónimo a 18.09.2013 às 21:48

Eu logo vi... porque o Sapo é uma merda do caraças.


MAC
Sem imagem de perfil

De Anónimo a 18.09.2013 às 21:54

Ó jonas tu pra mim vens de popó...
Imagem de perfil

De Azoriana a 04.10.2013 às 18:26

Olá! Há muito que não vinha aqui dar uma olhadela. Não direi há 18 anos mas fará uns bons meses. Entretanto, resolvi passear pelos posts da "jonasnuts" (faz-me sempre lembrar de chocolates com nozes :) ) e dei de caras com a data em destaque. Lembra-se do tempo que quase saía borda fora da casa que me acolheu sempre com um verde sorriso aberto? Lembra-se de ser a "jonasnuts" que me salvava de semelhante tombo? É verdade! Lembro-me como se fosse há uma pisca e já passaram uma carrada de dias, meses e até anos. Não tantos anos como a existência inicial (18) do nosso querido SAPO, que bem vistas as coisas, até dá para fazer trocadilhos de SOPA, OPAS, menos PASSOS (pelo exagero de "S") e, sem dúvida, que lhe fica muito melhor ser SAPO.
Também não me deu para ir à procura do seu nome real, mas seja Maria João ou outro qualquer nome de sua graça, sei que foi, também, pela sua paciência e mão que cheguei a onde cheguei. Rimas aos milhares, um livro, cantigas ao desafio e em pezinho à laia de agradecimento ou dedicatórias pelas Festas do Espírito Santo, e, noutros casos, cantando portas para dentro, com tantos amigos e pessoas que até já me divulgam por esse mundo abaixo, que visitam a ilha (e as outras ilhas da Região Autónoma dos Açores), que me deram já tanto e fizeram outro tanto, tudo a bem da cultura açoriana.
O que dizer de tudo isto, cara amiga? Que somos praticamente família, cujo pai se veste de verde e tem uma legião de filhotes que contribuem para tantos milhares de carateres que, no meu caso, já ultrapassam muito do que eu esperava alcançar.
Vou calar-me antes que pares de ler e isso eu não quero que aconteça porque guardei para o fim isto:

Tudo o quanto nós fazemos
A bem da Humanidade
Há-de ser sempre de menos
Comparado com a amizade.

Amizade é a fortaleza
Mais difícil de quebrar;
A nossa tenho a certeza
Jamais irá acabar.

Há um mar de escrituras
Solavancos e marés
E se mais não me procuras
É por estar sempre a teus pés.

Raramente daqui se sai
Sem se postar um artigo:
O SAPO é nosso pai,
Nosso irmão e bom amigo!

Yes! Beijos
Rosa Maria C. Silva
Azoriana (sem cedilha porque é melhor)

Comentar post






Arquivo