Saltar para: Post [1], Comentários [2], Pesquisa e Arquivos [3]






Arquivo



Não

por jonasnuts, em 20.08.13

Acabo de terminar um processo de recrutamento. Entrevistei algumas pessoas e, no final escolhi uma (não fui a única a escolher, mas para efeitos de post, falo no singular).

 

Comuniquei à pessoa que escolhida que seria ela a candidata a ficar com o lugar.

 

E depois adiei os restantes telefonemas. Odeio dizer que não. Odeio dizer que não a pessoas cujas competências correspondiam ao que se pretendia. Odeio dizer que não sempre, mas sobretudo nesta altura do campeonato.

 

Adiei 24 horas. Mas eu telefono sempre, seja qual for o resultado das entrevistas. As pessoas vêm, respondem a perguntas às vezes muito pessoais (as "minhas" entrevistas não são habituais e clássicas), e cria-se uma relação, por efémera que seja. Acho que todas as pessoas merecem um telefonema, seja qual for o resultado final.

 

Acabei há pouco de fazer o último telefonema.

 

Agora vou tratar de ver se, para as pessoas que não ficaram, encontro alternativas o que, como se sabe, é difícil. Mas pelo menos tento.

 

Tenho imensa dificuldade em descartar pessoas.

 

E odeio dizer que não.

 

Autoria e outros dados (tags, etc)



8 comentários

Sem imagem de perfil

De Bruno Miguel a 20.08.2013 às 19:35

Mesmo que seja para ouvir um não, gosto de receber esse feedack. É de valor. O que me acontece normalmente é, no entanto, o oposto. E isso irrita-me tanto.
Imagem de perfil

De jonasnuts a 20.08.2013 às 19:37

Muita gente me diz isso, e eu não percebo. Digo logo, na entrevista, que telefono seja qual for o resultado. E faço.o. Mas custa como ó caraças.

Eu não teria queda para trabalhar num departamento de recursos humanos :)
Sem imagem de perfil

De Lucia Carvalho a 20.08.2013 às 19:47

vivi isso durante 1 ano..numa empresa de recrutamento no ano de 1992/93 por aí...era horrível horrível horrível...andava deprimida porque uma das minhas tarefas era contactar as pessoas e dizer esse "não"...
Imagem de perfil

De jonasnuts a 20.08.2013 às 20:05

Eu daria em maluca. A sorte é que faço estas coisas muito raramente.
Sem imagem de perfil

De Pedro Rebelo a 20.08.2013 às 19:51

Olha, vá... Se um dia me entrevistares para um emprego (demora muito isso ou quê?) podes fazer as perguntas que quiseres e não precisas de telefonar a dizer que não fui o escolhido ok? A sério...
Imagem de perfil

De jonasnuts a 20.08.2013 às 20:06

Aqui não há empregos, há trabalho :)

Se um dia surgir uma vaga onde o teu perfil se enquadre, serás o primeiro a saber :)
Sem imagem de perfil

De Smelly Cat a 20.08.2013 às 21:43

É muito raro encontrar quem faça isto! E já nem falo de um telefonema, às vezes um simples email chegava para, pelo menos, a pessoa saber que acabou e não ficar na dúvida e na expectativa. :)
Sem imagem de perfil

De CBO a 20.08.2013 às 22:05

Sei bem do que fala. Desempenhei esse papel durante anos e sempre me doeu muito ter de descartar pessoas. Acabei por me cansar e mudei de vida.

Comentar post






Arquivo