Saltar para: Post [1], Comentários [2], Pesquisa e Arquivos [3]






Arquivo



Sobre o post do momento...

por jonasnuts, em 19.05.13

Que não linko, porque não merece. Digamos apenas que é escrito por alguém que deve levar uma vida tristíssima, cheia de certezas e de ódios.

 

Respeito os católicos (e os outros todos, já agora, mas é duma católica que se trata), embora acredite piamente (piamente, percebem?), que é possível o good without god (e é mais ou menos nesta equipa que tento alinhar), e também sei que há mentecaptos para todos os gostos, em todos os lados, e não julgo o todo pela parte.

 

Posto isto, vejo muitas vezes alguns católicos a respeitarem a bíblia, não só por convicção, mas também como uma forma de atingir o reino dos céus. Confesso, no entanto, que é a primeira vez que vejo alguém a adoptar esta estratégia....a da imbecilidade. No entanto, se formos a ver, pode ser um meio para chegar a um fim.

 

"Bem-aventurados os pobres de espírito, pois deles é o reino dos Céus." (Mateus, 5:03)

 

A outra palerma já tem o lugar garantido.

Autoria e outros dados (tags, etc)



4 comentários

Imagem de perfil

De Mac a 19.05.2013 às 18:58

Adorei! "é a primeira vez que vejo alguém a adoptar esta estratégia....a da imbecilidade", é que está mesmo bem visto, desta não me tinha lembrado ;)
Sem imagem de perfil

De ah e tal a 19.05.2013 às 19:03

estás a falar de q? é este mais um daqueles posts que só tu percebes? :)
Imagem de perfil

De Vita C a 19.05.2013 às 19:10

Jonas, a passagem do evangelho refere-se a quem adopta a pobreza no sentido de não fazer depender a felicidade das coisas materiais.
A senhora a quem te referes não sei se o faz, creio que apenas imbecilidade, preconceito e ignorância lhe fazem sentido no texto abjecto que escreve. Devo dizer que eu gosto dessa passagem, assumo-me católica praticante e, ainda assim, creio que tivemos, enquanto sociedade, uma grande vitória esta semana no sentido de sermos uma sociedade mais esclarecida, mais humana e mais focada no que importa: o afecto, o amor, a dedicação.
Imagem de perfil

De jonasnuts a 19.05.2013 às 19:18

Eu sei que a passagem do evangelho foca esse sentido mais metafórico e mais à frente do que o mero significado literal. Acho é que a senhora não tem capacidade para ver isso, e acha que a pobreza de espírito é a imbecilidade :)

Quando ao "ainda assim" do teu comentário..... creio que está mal.... não é "ainda assim" nem "apesar disso", é, no teu caso, também por causa disso :) Abraçaste os valores do afecto, do amor, da dedicação que o catolicismo defende e, em muitos casos, pratica :)

Comentar post






Arquivo