Saltar para: Post [1], Comentários [2], Pesquisa e Arquivos [3]






Arquivo



A melhor notícia da semana passada

por jonasnuts, em 08.04.13

Desengane-se quem acha que aqui vamos falar de política, ou de desporto. A melhor notícia da semana passada não tem nada a ver com a demissão do Relvas, nem com a decisão do Tribunal Constitucional, nem com os resultados fulgurantes do Glorioso. Podia ter, mas não tem.

 

Há uns anos, confrontada com a falta de gosto que o meu filho dedica à matemática, fui à procura de ajuda. Não me interessavam explicações. Isso são aulas, e se ele fosse parecido com a mãe (que é), não precisava de mais aulas. Connosco, aulas sobre temas de que não gostemos, são SEMPRE uma seca. Portanto, eu não precisava de encontrar explicações, eu precisava de encontrar algo que falasse numa linguagem que ele compreendesse, que usasse um canal que lhe agradasse, e, sobretudo, algo que não transformasse a matemática numa monumental seca e num bicho de sete cabeças.

 

Foi numa destas minhas pesquisas que descobri a Khan Academy.

 

Tem tudo aquilo de que ele precisava. Usa vídeos para explicar as coisas de forma simples e acessível, tem uma metodologia evolutiva que pode ser percorrida ao ritmo de cada um, e estava num canal que o meu filho habitualmente associa a lazer, o Youtube. A matemática é uma linguagem universal, mas mesmo assim, carece de contexto e formulações, e nos vídeos usava-se o inglês. Não é um problema, no caso do meu filho, mas será um problema noutros casos, sobretudo se estivermos a falar de crianças mais pequenas e de outras matérias que não a matemática.

 

E esta explicação leva-nos ao título do post. Sou pouco de chamar a brasa à minha sardinha, mas desta vez tem mesmo de ser.

 

A Fundação Portugal Telecom, no âmbito duma parceria com a Khan Academy, lançou na semana passada as primeiras pedras de um projecto fantástico. Basicamente, tornar acessíveis os vídeos, para quem apenas domina a língua portuguesa. Grátis. Sem custos para quem vê os vídeos. Para quem quiser saber um pouco mais, fica o link para a notícia que o TEK fez acerca do tema.

 

Para quem já sabe o necessário, é ir directo à página da Khan Academy da Fundação Portugal Telecom.

 

Ou à página do SAPO Vídeos onde estão reunidos todos os vídeos já traduzidos (e os que se seguirem, também ali irão estar).

 

Para quem tem miúdos com alergia a matemática, ou apenas com alguns preconceitos que precisam de ser desmontados, agora, nem sequer há a barreira da língua.

 

E isto, meus senhores, foi, sem sombra de dúvida, a melhor notícia da semana passada.

Autoria e outros dados (tags, etc)



9 comentários

Sem imagem de perfil

De Luís Ferreira a 08.04.2013 às 10:16

Obrigado, Jonas. O meu filho tem 5 anos e gosta de fazer contas, mas nem sempre tenho a certeza se estou a usar a melhor metodologia com ele. São coisas básicas, mas acho que isto pode ser uma grande ajuda para o que vem pela frente a partir de Setembro.
Sem imagem de perfil

De Alexandre Barata a 08.04.2013 às 23:08

Em geral só leio e não posto mas vou aproveitar para deixar um pouco o "lurking" :), acho que realmente isto é uma grande iniciativa (já tinha visto internamente, como também faço parte da sardinha) e vem mesmo a calhar, uma vez que o meu sobrinho está quase na idade de começar a aprender estas coisas, e já lhe vamos ensinando umas coisas em família ;)
Imagem de perfil

De jonasnuts a 08.04.2013 às 23:10

Fazer parte da sardinha é bom :)

A minha experiência, com o meu filho, é muito positiva, e só não é mais positiva porque há uma certa falta de disciplina (e os apelos alternativos são muitos :)
Sem imagem de perfil

De Alexandre Barata a 08.04.2013 às 23:25

Compreendo perfeitamente, não foi assim há tanto tempo que eu me preocupava mais com ganhar os torneios de jogos online do que com a matemática ;)

Felizmente sempre me dei bem com os números e lá acabou por resultar, certamente irá ser o mesmo com o seu pequeno :)
Sem imagem de perfil

De p D s a 09.04.2013 às 08:59

Jonas,

já há algum tempo que conhecia, e que recorria amiude ao Khan. Fi-lo com a minha filhe de 12, que tinha tido negativa a Mat.

Primeiro: compartilho o meu agrado pela simplicidade, mas acima de tudo UTILIDADE imediata que a KhanAcademy oferece.


Segundo: confirmar que não só a pequena já vai com positiva firme, como tambem gosta e "reconhece" a KhanAcademhy.

TERCEIRO e mais importante: sendo o original "110% free"...desejar e rezar profundamente para que os "sinhôres" da PT não se ponham com ideia de cobrar pelos conteudos traduzidos....


Ultimo : os editores e autores de livros escolares actualmente em utilização nos 6.7.8.9 anos deveriam ser OBRIGADOS durante uma semana a visionar a KhanAcademy ininterruptamente! Quem sabe perceberiam o quão "inuteis" e o quão "mal feitos" são os manuais escolares presentemente em uso.


Imagem de perfil

De jonasnuts a 09.04.2013 às 09:22

Respondo ao terceiro ponto, porque o conheço bem. Não vai acontecer. Em nenhuma circustância estes conteúdos serão cobrados. A PT entrou no espírito e na missão da Khan Academy (já agora, é um espírito e uma missão que são, em parte, partilhados pela Fundação Portugal Telecom, cujo trabalho é eficiente mas MUITO discreto), e todo o trabalho de tradução, no âmbito desta parceria é feito pro bono, e sem custos para as pessoas que podem consumir os conteúdos :)
Sem imagem de perfil

De p D s a 10.04.2013 às 18:16

:o) !

Assim fico mais descansado.
Se a Jonas diz que não vai ser cobrado....confio que assim será.


Obgd.
Sem imagem de perfil

De Marco a 13.04.2013 às 00:04

Posso ir aqui um bocadinho contra a corrente? ;)

Não sei até que ponto este é um passo na direcção desejável. Traduzir os (bons) conteúdos estrangeiros pode parecer boa ideia, e até concedo que seja uma boa ideia temporária.

No entanto, não resolve o problema de fundo: a educação de crianças não anglófonas (porque, afinal, é em inglês que se encontram os melhores conteúdos) será sempre inferior à de crianças anglófonas.

Estas, mais tarde ou mais cedo, poderão dispensar o ensino de língua estrangeira e dedicar uma maior carga horária a outros temas; algo que as nossas crianças não poderão fazer porque - atenção à pescadinha de rabo na boca - os melhores conteúdos estão numa língua estrangeira.

Não sei como está o teu backlog de blogs (ou se continuas a seguir o meu blog), mas escrevi sobre isto no mês passado: http://www.dreamsincode.com/blog/2013/03/13/educacao-youtube-e-anglocentrismo/
Sem imagem de perfil

De Anónimo a 18.04.2013 às 18:00

Ah Ganda Jonas! Ainda acreditas no pai Natal? És muito ingénua.


MAC

Comentar post






Arquivo