Saltar para: Post [1], Comentários [2], Pesquisa e Arquivos [3]






Arquivo



Transcrição de uma das muitas frases possíveis, do site do plano nacional de leitura:

 

"Os resultados globais de estudos nacionais e internacionais realizados nas últimas duas décadas demonstram que a situação de Portugal é grave, revelando baixos níveis de literacia, significativamente inferiores à média europeia, tanto na população adulta, como entre crianças e jovens em idade escolar."

 

"A situação é, sem dúvida, preocupante. No entanto, tanto a escola como as bibliotecas têm procurado intervir na promoção da leitura. E na verdade, nas últimas décadas, assumiram um papel central, desenvolvendo actividades destinadas a cultivar o interesse pelo livro e o prazer de ler."

 

 

Assim sendo, fazem todo o sentido as palavras do secretário de estado da cultura, Francisco José Viegas:

 

“Noutros países, as bibliotecas têm uma contribuição decisiva para o direito de autor, para as sociedades de gestão do direito de autor, porque têm de pagar pelos livros requisitados nas bibliotecas. Em Portugal ainda não foi adoptada essa directiva, mas, a breve prazo, terá de ser.”

 

É bom ver que o nosso governo tem os seus objectivos e prioridades bem definidos.

 

Para este governo, é mais importante sacar mais algum aos portugueses, para recompensar uma indústria que não se mexe, do que incentivar à leitura.

 

Não surpreende, é um facto, mas chateia.

 

ADENDA: Ler também o que a Paula Simões escreveu acerca da forma que os senhores da APEL usaram para chegar à brilhante conclusão sobre os 40 milhões de euros de prejuízo (no estudo referido pelo secretário de estado).

Autoria e outros dados (tags, etc)



8 comentários

Sem imagem de perfil

De Paulo a 12.05.2012 às 12:32

Fiquei de boca aberta. Só podem estar a brincar...uma brincadeira de muito mau gosto.
Imagem de perfil

De jonasnuts a 12.05.2012 às 12:38

Gostava de dizer que sim, que é brincadeira, mas tendo em conta as diversas declarações de membros do governo (e da oposição, já agora), parece-me que isto é apenas o início da "brincadeira".
Sem imagem de perfil

De ah e tal a 12.05.2012 às 17:07

não te esqueças que foi este governo que acabou com o plano nacional de leitura, com o "serviço de tradução" do diária da republica para português corrente, com o uso e ensino das tecnologias da informação e comunicação, com o ministério da cultura, com o incentivo às novas tecnologias (e anunciou o apoio à exploração de petróleo, minas e etc)...

a ideia é tornar o país num bando de tugas taxados por tudo e mais alguma coisa, até por coisas que se pretende que não usem, para entregar o pouco dinheiro que têm a entidades parasitas como a SPA.

sinceramente, prefiro um governo da maçonaria (PS) do que um da opus dei (PSD)
Sem imagem de perfil

De Cidadania a 12.05.2012 às 17:29

Estes tecnocratas aldrabões, não passam de uns brincalhões... (até rima pá!) ;))
Sem imagem de perfil

De Anónimo a 13.05.2012 às 21:48

Essa de "BORA" é mesmo à chica-esperta. Se a esperteza-saloia de joninhas, pagasse imposto, dava para pagar a totalidade da dívida do país à troika e ainda sobravam €€€


MAC
Sem imagem de perfil

De Ognito a 14.05.2012 às 14:00

Má sorte ter nascido e viver neste país....
Sem imagem de perfil

De João a 16.05.2012 às 15:04

Boa tarde,

Faço parte de uma equipa de quatro elementos, com um projecto EMPREENDEDOR (uma ideia de negócio). A nossa ideia de negócio consiste na produção de sabonetes de azeite, pelo método tradicional utilizado pelos romanos, numa perspectiva de produto biológico e num processo integrado de auto-sustentabilidade. A utilização da receita romana permitirá obter um produto sem a adição de quaisquer químicos industriais. Assim, gostaria que visitassem o seguinte blogue com informação sobre sabonetes de Azeite (http://olivenature.wordpress.com/).

Podem, também responder ao inquérito que apresentamos na nossa página.

Obrigado,
A Equipa Olive Nature
Imagem de perfil

De jonasnuts a 16.05.2012 às 15:06

Em primeiro lugar muitos parabéns pelo espírito empreendedor.

Posto istyo, agradecia que pensassem um bocadinho, antes de spammarem as caixas de comentários de blogs que CLARAMENTE não conhecem nem costumam visitar, a deixar mensagens descontextualizadas.

Também eu gosto que visitem o meu site, mas não ando a spammar caixas de comentários da blogosfera nacional.

Muito agradecida.

Comentar post






Arquivo