Saltar para: Post [1], Comentários [2], Pesquisa e Arquivos [3]






Arquivo



Horário de expediente

por jonasnuts, em 30.03.12

Nunca foi algo muito natural, para mim, esta coisa do horário de expediente. Acho que, de toda a minha família, só tive uma pessoa que cumpria escrupulosamente, o horário de expediente. Foi o meu avô César, que trabalhava na EDP. Há uns bons 40 anos que se reformou, acho que não me lembro do meu avô sem ser reformado. Mas com ele, era limpinho, entrava à hora certa, saía à hora certa. Em casa não falava do trabalho.

 

Já o resto da família, foi muito diferente. Bom, a minha avó Julieta trabalhava em casa, era doméstica, pelo que o horário de expediente natural, para ela, era o das 24/7.

 

De resto, a minha avó materna trabalhava na bilheteira dum cinema, horários esquisitos, sempre uma história para contar, sobre as pessoas que por lá passavam (presumo que trabalhar directamente com o público dê sempre grandes histórias). O meu avô materno era o homem dos mil ofícios, mas eu já só o conheci como operador de câmara, e mestre das luzes, fazia imensas reportagens, em Portugal e lá fora. Horário de expediente, népia. Histórias? Dava para uma colecção de livros. O meu pai trabalhava em seguros, era comercial, suponho, mas também tinha uns horários arrevesados. A minha mãe, publicitária, copy. Mesmo numa altura em que tinha de picar o ponto (o próprio e o alheio, segundo consta), vinha para casa pensar em conceitos, e em slogans, e em jingles, e em packshots e claro, histórias, muitas.

 

Eu nunca soube o que era o horário de expediente. Comecei por trabalhar em produção. Em produção, não há horários, temos de ser os primeiros a chegar e os últimos a sair. Passei para a produção de publicidade. Qual horários, qual Natal, qual horário de expediente. Se há uma merda que tem de estar pronta naquele dia, naquela hora, é porque tem de ser.

Chego às internetes. Mais exactamente ao Terràvista. Como é que deveria funcionar o horário de expediente dum serviço que funciona 24/7? Na minha perspectiva, o horário de expediente é total. Qualquer pessoa que trabalhe nesta indústria, tem de saber que tem de ter uma disponibilidade de 24/7. É esse o nosso pressuposto. É essa a nossa premissa.

E é claro que, fazendo algo de que gosto muitos, as coisas misturam-se. Atenção, não digo que se baralhem, mas misturam-se. Da mesma forma que, de férias, vejo o mail, e os feeds, e o twitter (contas oficiais e contas pessoais), e o Facebook (the same), é natural que durante o horário que o resto do mundo acha que é de expediente, eu faça exactamente a mesma coisa. Vejo o Twiter (contas pessoais e contas oficiais), vejo o Facebook (the same) vejo feeds, and so on, and so on, and so on.

 

Por isso, se alguém que não trabalha nesta área (ou que trabalha numa área que vive em horário de expediente) me pergunta, porque é que fazes posts no teu blog pessoal durante o horário de expediente, eu respondo uma de duas coisas:

1 - A plataforma de blogs que eu uso, permite-me editar a hora do post. Portanto, se eu quiser, a hora que aparece no post não é a hora a que foi escrito o post.

2 - Se eu não puder escrever no meu blog pessoal durante o meu horário de expediente, então não posso ter blog, porque o meu horário de expediente é de 24/7.

 

Eu sei que há pessoas a quem dava jeito (e descanso) que eu não pudesse escrever no meu blog pessoal. Lamentavelmente (para essas pessoas), a indústria onde trabalho, já evoluiu para o século XXI.

Autoria e outros dados (tags, etc)



11 comentários

Sem imagem de perfil

De Jose Gaspar a 30.03.2012 às 22:54

Deixa-me só referir uma nota final. Ter um horário expediente 24/7 não se pode considerar uma evolução. É o retrocesso, o mais grave que a sociedade Portuguesa teima em cultivar. Senão veja-se o caso dos países do norte da Europa. 7h-16h . Isto sim é horário.
E não há qualquer argumento que possa refutar isto, porque continuamos um país muito atrasado.
Imagem de perfil

De jonasnuts a 30.03.2012 às 23:11

A questão é que a forma como eu vivo aquilo que faço, implica estar atenta sempre, mesmo ao fim-de-semana e em férias, e o reverso da medalha existe..... se quero passar uma tarde de um dia útil com o meu filho, passo a tardedo dia útil com o meu filho.

E essa coisa de que nos países do Norte da Europa é que é bom, e que trabalham todos das 7h às 16h é tanga. Se ligares para a nokia, às 10 da noite locais, te garanto que alguém te atende o telefone.
Sem imagem de perfil

De Leandro Pereira a 31.03.2012 às 01:05

José repare que eram 22:54 quando comentou, não preciso enumerar a quantidade de pessoas que estavam a trabalhar a essas horas para tal que fosse possível, e muito provavelmente como estamos numa era em que tudo está ligado algum do seu tráfego terá passado por um desses países.
Quanto a isso do horário nórdico deve ser cumprido nos mesmos serviços que em Portugal, pois numa recente entrevista para trabalhar numa empresa norueguesa fui informado que o meu trabalho iria seguir o chamado horário "normal" quando fosse possível, pois de resto era trabalhar quando fosse preciso.
Isso dos horários tem mais a ver com aquilo que a pessoa faz e não com o local onde o faz.
Sem imagem de perfil

De Marco Batista a 31.03.2012 às 14:09

José: Eu tenho um horário de trabalho das 8:00 as 17:00, se é bom sair cedo? É mt bom, se é custoso levantar mt cedo, mt mesmo. (falo por mim). Se me fosse permitido gostaria de ter um horário flexível , ou como diz a Jonas um 24/7, mas olhe tenho um horário muito semelhante ao que vc aconselha.

Agora deixe-me fazer a seguinte pergunta e pense bem antes de responder.

Se o seu telemóvel deixar de funcionar depois das, digamos, 20h (não são as suas 16) devido a problemas de rede, o que faz? Ou se ficar sem electricidade em casa? Ou sem internet? O que faz, espera pelas 7H do dia seguinte ou liga logo? Pense bem, olhe que o horário de trabalho ideal seria 7-16 como no norte da Europa.

Mas porque é que certas pessoas pensam que sabem sempre o que é melhor para os outros.
Imagem de perfil

De jonasnuts a 31.03.2012 às 14:14

Se for um problema do meu telemóvel, arranjo alternativa sem sair de casa. Mantenho-me comunicável :)

Se for um problema de rede, telefono para quem de direito para que o problema seja resolvido. Se eu estou a ser afectada, há clientes a ser afectados e tem de ser resolvido.

Se ficar sem electricidade em casa, continuo contactável e ligada ao mundo a partir do telemóvel.

Eu entro, normalmente, por volta das 8h15 :)
Sem imagem de perfil

De Marco Batista a 31.03.2012 às 18:57

@Jonasnuts o comentário não era ti/si directamente, mas sim para o nosso "amigo", que gostaria que toda a gente trabalhasse segundo o horário que ele idealiza como sendo o ideal.

Deves ter acertado num dos "destinatário" da mensagem.
Imagem de perfil

De jonasnuts a 31.03.2012 às 21:46

(Tratemo-nos por tu, que dá sempre mais jeito :)
Eu cá só estava a dar o meu ponto de vista :)

Não pretendia acertar em ninguém :)
Sem imagem de perfil

De Pedro Aniceto a 31.03.2012 às 13:51

Eu sou ceguinho mas vejo bem para lá deste post. PULHAS! CORJA! Essa espécie de gente que se pudesse te permitiria apenas pensar durante as tuas horas de não expediente. Já vi este filme. Já senti este filme. Abraço
Imagem de perfil

De jonasnuts a 31.03.2012 às 14:01

Sim, este post tem recadinho :) Thanks.
Sem imagem de perfil

De Ognito, Inc a 02.04.2012 às 12:17

Gostei do post. É muito o que eu sinto e faço... Mas felizmente entro mais tarde :) Ás 08H15 tinha lugar de borla à porta mas teria também graves reacções físicas adversas.
Imagem de perfil

De jonasnuts a 02.04.2012 às 12:19

O meu filho entra na escola às 8 da manhã. Ajuda :)

Em férias lectivas (como neste momento) os meus horários são mais tardios :)

Comentar post






Arquivo