Saltar para: Post [1], Comentários [2], Pesquisa e Arquivos [3]

Jonasnuts

Modelos educativos

O título do post é uma merda, é um facto, mas foi o que se arranjou.

 

Tenho andado a estudar matéria do 8º ano, com o meu filho. E se já na altura em que tive de aprender aquele lixo todo, me espantava e me questionava com a utilidade daquilo que estavam a querer que eu aprendesse, hoje, mais velha, e já como mãe, coloco exactamente a mesma questão.

 

Para que raio servem as coisas que nos impingem, durante a escolaridade obrigatória?

 

Para nada, é a resposta que eu dou..... ou melhor, servem para termos de decorar coisas até ao teste seguinte, e depois, esquecê-las.

 

Enquanto passava revista pela revolução de 1383-1385, seguida pelo expansionismo português, voltei a passar pelo mesmo processo, agora do lado de cá do livro, de decorar as datas.

 

Epá.... se eu quiser saber a data da descoberta do Brasil, ou da descoberta do caminho marítimo para a Índia, eu sei onde procurar essa informação, porque é que tenho de saber a data de início da viagem, e a data em que a coisa foi finalmente conquistada?

 

E a data das cortes de Coimbra, em que D. João I foi proclamado rei de Portugal? Para que raio preciso eu de saber, de cor, a data da coisa?

 

E como é que eu digo ao meu filho que ele tem de aprender estas merdas, se eu própria não lhes encontro utilidade absolutamente nenhuma?

 

Do que me lembro (e do que me ando a relembrar ao ritmo de progressão escolar do meu filho), 90% do que somos obrigados a aprender na escola, não serve para absolutamente nada. Vá....serve para jogarmos trivial, ou ir a um dos concursos da televisão. Mas do ponto de vista prático..... não tem utilidade.

 

Eu descobri o meu caminho, com vários desvios, tentativa e erro. Mas pergunto-me se a quantidade de lixo qe enfiamos pela cabeça das criancinhas não são apenas obstáculos que lhes estamos a pôr à frente, e que em vez de as ajudarem a descobrir o seu caminho, as impedem de ver por onde é que gostariam de ir.

 

Língua portuguesa e matemática, fundamentais (embora em moldes diferentes dos que estão a ser usados). O resto? Dispensável.....

 

Em vez de enfiarem informação irrelevante (e muitas vezes desactualizada) na cabeça das criancinhas, mais valia que as ensinassem a estudar, a pensar, a procurar informação, a seleccionar fontes, de acordo com os seus interesses.

 

Porque, convenhamos, nos dias que correm (e muito mais no futuro), não há falta de informação, muito pelo contrário, há informação a mais, e a verdadeira competência está em encontrar exactamente o que se pretende, seleccionando o essencial e importante, do enorme mar de conteúdos que nos rodeia.

 

Não vejo a escola a fazer isso com o meu filho (como também não fez comigo), vejo-a mais interessada em formatar as criancinhas para saberem datas, para empinarem teorias e, de preferência, para não pensarem muito.

 

Como é que eu posso pedir ao meu filho para ele estudar, se não acredito minimamente na utilidade do que lhe estão a tentar ensinar?

63 comentários

Comentar post

Pág. 1/3

Pesquisar

No twitter


Subscrever por e-mail

A subscrição é anónima e gera, no máximo, um e-mail por dia.

Arquivo

  1. 2018
  2. J
  3. F
  4. M
  5. A
  6. M
  7. J
  8. J
  9. A
  10. S
  11. O
  12. N
  13. D
  14. 2017
  15. J
  16. F
  17. M
  18. A
  19. M
  20. J
  21. J
  22. A
  23. S
  24. O
  25. N
  26. D
  27. 2016
  28. J
  29. F
  30. M
  31. A
  32. M
  33. J
  34. J
  35. A
  36. S
  37. O
  38. N
  39. D
  40. 2015
  41. J
  42. F
  43. M
  44. A
  45. M
  46. J
  47. J
  48. A
  49. S
  50. O
  51. N
  52. D
  53. 2014
  54. J
  55. F
  56. M
  57. A
  58. M
  59. J
  60. J
  61. A
  62. S
  63. O
  64. N
  65. D
  66. 2013
  67. J
  68. F
  69. M
  70. A
  71. M
  72. J
  73. J
  74. A
  75. S
  76. O
  77. N
  78. D
  79. 2012
  80. J
  81. F
  82. M
  83. A
  84. M
  85. J
  86. J
  87. A
  88. S
  89. O
  90. N
  91. D
  92. 2011
  93. J
  94. F
  95. M
  96. A
  97. M
  98. J
  99. J
  100. A
  101. S
  102. O
  103. N
  104. D
  105. 2010
  106. J
  107. F
  108. M
  109. A
  110. M
  111. J
  112. J
  113. A
  114. S
  115. O
  116. N
  117. D
  118. 2009
  119. J
  120. F
  121. M
  122. A
  123. M
  124. J
  125. J
  126. A
  127. S
  128. O
  129. N
  130. D
  131. 2008
  132. J
  133. F
  134. M
  135. A
  136. M
  137. J
  138. J
  139. A
  140. S
  141. O
  142. N
  143. D
  144. 2007
  145. J
  146. F
  147. M
  148. A
  149. M
  150. J
  151. J
  152. A
  153. S
  154. O
  155. N
  156. D
  157. 2006
  158. J
  159. F
  160. M
  161. A
  162. M
  163. J
  164. J
  165. A
  166. S
  167. O
  168. N
  169. D
  170. 2005
  171. J
  172. F
  173. M
  174. A
  175. M
  176. J
  177. J
  178. A
  179. S
  180. O
  181. N
  182. D