Saltar para: Post [1], Comentários [2], Pesquisa e Arquivos [3]






Arquivo



O gene filho da puta

por jonasnuts, em 25.06.11

Não estou a referir-me aos genes da genética, aqueles que herdei e que passei ao meu filho.

 

Refiro-me aos genes da personalidade.

 

Passo a vida a dizer que sou mau-feitio (e sou), aliás basta olhar para a tagcloud aqui da chafarica, mas a verdade é que, para as coisas realmente importantes, falta-me o gene filho da puta.

 

Na hora H, a gaja do mau-feitio, que leva tudo à frente, que é capaz de fazer escandaleiras de mão na anca e faca na liga, sucumbe sempre à sacaninha da boa pessoa que também me habita.

 

Não é que não goste de ser boa pessoa, que gosto, mas às vezes, profissionalmente, dava-me jeito ter o gene filho da puta e alguma ambição (outra coisa que me falta).

 

Lamentavelmente, não sou nem um bocadinho predadora.

 

Claro que há aspectos da minha vida em que, se for preciso, levo mesmo TUDO à frente. Como qualquer mãe. Mas não é disso que trata este post.

Autoria e outros dados (tags, etc)



7 comentários

Imagem de perfil

De Mafalda a 25.06.2011 às 15:44

assino!
Sem imagem de perfil

De Kruzes Kanhoto a 26.06.2011 às 11:58

Deixe lá, ninguém é perfeito.
Sem imagem de perfil

De paula sofia luz a 30.06.2011 às 01:34

Nem sabes como te compreendo.
Imagem de perfil

De Rui Vasco Neto a 08.07.2011 às 16:03

jonas,
adorei o desabafo, compreendo-o bem, eu próprio já carpi igual em mais de mil ocasiões. Eu, tu e muitos, para não arriscar todos... Afinal, quem não gostaria de ser assado de vez em quando, em vez deste assim que somos sempre?
Só que no final das contas, at the end of the day e bem vistas as coisas, não me parece que seja assim tão lamentável essa falta do gene fp no teu rol genético... Ora pensa comigo, só por mero exemplo: a tua criança, a tal por quem levas tudo à frente, teria mais motivos de orgulho na mãe se ela incorporasse o fpgene ou sendo assim como é?
Julgo que por aqui encontrarás o eco do teu desabafo, e nele o bálsamo amoroso para essa inquietação que o motivou.

Bom ler-te, caríssima.

cumprimentos

rvn
Sem imagem de perfil

De Me a 09.07.2011 às 11:51

Don't get mad...

***GET EVEN***
Sem imagem de perfil

De Anónimo a 15.07.2011 às 12:48

pois é... concordo inteiramente consigo. É impressionante e lamentável que os verdadeiros filhos da puta sejam os heróis marretas que conseguem vencer na vida e quem segue as normas torna-se um spider man sem mais teias para tecer, ficando para trás...
Infelizmente, cada vez mais, a nossa sociedade favorece os sacanas e derruba a moralidade...
Mas mais cedo ou mais tarde, acredito que as coisas mudarão..
Sem imagem de perfil

De pharmacy a 12.08.2011 às 22:51

Bom post!

Comentar post






Arquivo