Saltar para: Post [1], Comentários [2], Pesquisa e Arquivos [3]






Arquivo



Quando tiver um texto mais longo para enviar para um adolescente com, sei lá, documentação para um trabalho escolar, coisas assim, que não cabem num sms faça o seguinte:

 

1 - Escreva o mail da forma mais simples e directa possível. Nada de floreados.

2 - Não escreva em linguagem de teenager. Isso está reservado aos propriamente ditos. Usar akela lng keles usam e q + ngm prcb, é contraproducente.

3 - Não use linguagem "fixe", à semelhança do ponto anterior isto é importante. Bué, fixe, brutal, menos, e coisas do género só são adequadas quando usadas por alguém daquela faixa etária. Noutras faixas etárias, é pimba e desvaloriza logo a mensagem.

4 - Use links, mas não muitos, só mesmo os essenciais, porque seguir links dá muito trabalho. Se forem para o Youtube é menos mau.

5 - Envie o mail.

6 - Envie um sms a avisar que mandou um mail (fundamental e imprescindível).

7 - Não espere resposta por mail.

 

 

Sempre às ordens.

 

 

E não, não estou a basear-me na minha experiência com o meu filho. Com ele ainda não cheguei a esta fase.

Autoria e outros dados (tags, etc)



2 comentários

Imagem de perfil

De Rui Alves a 02.06.2011 às 17:52

O ponto 6 é, simplesmente, a base. Falhando esse, nada feito.

Sem imagem de perfil

De João a 03.06.2011 às 15:52

Spot on. Obrigado.

Comentar post






Arquivo