Saltar para: Post [1], Comentários [2], Pesquisa e Arquivos [3]






Arquivo



Para que serve a conta de Twitter da DGCI?

por jonasnuts, em 26.04.11

Uma vez que ando mais atenta a estas coisas das finanças, pelos motivos óbvios, têm-me surgido algumas questões. Não vou perder tempo a avaliar a qualidade técnica do site da DGCI, eventualmente servirá para outro post, mas na barra lateral, com direito a destaque, tem disponíveis os contactos da conta de Twitter e do Youtube.

 

Ok, eu sou uma utilizador do Twitter, portanto, pareceu-me um canal interessante para ver esclarecidas algumas questões.

 

Coloquei as questões. Debalde (adoro a palavra debalde). Nem uma resposta.

 

Fui então olhar com olhos de ver para a conta de Twitter da DGCI.

 

 

 

 

Então, não é recente, já que existe desde 23 de Dezembro de 2009. Por que razão, a Direcção Geral de Contribuição e Impostos cria uma conta de Twitter (ou faz o tweet inaugural), na véspera de uma tolerância de ponto, seguida de feriados? Não sei. Mas não há mal nenhum. É só esquisito.

 

É uma conta com 114 tweets, o que dá uma média de pouco mais de 7 tweets por mês. Pronto, também não dá muito trabalho.

 

É uma conta que não segue absolutamente ninguém, mas que tem 3.668 followers.

 

E, perguntar-me-ão vocês, o que é que o Twitter da DGCI traz de novo a esta imensidão de followers? Respostas? Novidades em exclusivo ou, pelo menos, em primeira mão? Coisas importantes e interessantes que não se conseguem encontrar em mais sítio nenhum? Interactividade?

 

Pois, que não.

 

Prazos de entregas de impostos, notícias que remetem para comunicados no site do Ministério das Finanças, em 2009 desejou-nos um bom Natal e um 2010 repleto de êxitos, em 2010 desejou-nos uma Feliz Páscoa, e diz-nos no seu tweet inaugural que pretende "estabelecer uma relação de maior proximidade com os contribuintes.".

 

Ora, se passados estes meses todos, ainda não segue ninguém, está-se mesmo a ver que a relação de proximidade é unilateral o que, nestas coisas das redes sociais, não funciona.

 

É uma conta que não acrescenta absolutamente nada, não serve para nada, é irrelevante.

 

Tendo em conta que vivemos momentos de austeridade, pergunto-me se estará a custar algum dinheiro, manter aquela conta.

 

Estará pelo menos a gastar tempo (embora pouco, diga-se) a alguém, pelo que recomendo já uma de duas vias:

 

1 - Apagam aquela porcaria, que só serve para ocupar espaço e para fazerem um press release a dizer que estão presentes nas redes sociais.

 

2 - Começam a usar a coisa como deve ser, para estabelecer uma relação de maior proximidade com os contribuintes, esclarecendo dúvidas, dando informações, fazendo recomendações.

 

 

Eu optaria pela segunda, embora a primeira seja melhor que nada, que é o que vão fazer. Nada.

Autoria e outros dados (tags, etc)



15 comentários

Sem imagem de perfil

De blimunda sete luas a 26.04.2011 às 14:05

É o problema da adesão das organizações a estas redes. Ainda não perceberam que não adianta de nada aderirem só para dizerem que aderiram, e que a comunicação a fazer é necessriamente diferente entre diferentes plataformas.
Imagem de perfil

De jonasnuts a 26.04.2011 às 14:11

Daí que eu tenha feito este post. Foi com intuito pedagógico :)

Sem imagem de perfil

De Flávio a 26.04.2011 às 14:15

diria mais...
não é apenas estar... é monitorizar e realmente presente.
Sem imagem de perfil

De Bruno a 26.04.2011 às 15:43

Caríssima Maria João.

Tenho seguido este Blog desde o desdém com aqueles tipos que fingem que vendem telemóveis e tem sido uma aventura.

Aproximam-se eleições para governar Portugal e não me revejo em nenhum deles, mas revejo-me no que tu escreves, e na tua maneira de como abordas os temas. Para que saibais se que algum dia ... eu voto em ti.
Sem imagem de perfil

De Flávio a 26.04.2011 às 16:26

Eu também...
Semper Fi!!!!!!
Imagem de perfil

De jonasnuts a 26.04.2011 às 19:39

Ena, que grande voto de confiança :)

Mas não acredito na via política partidária, prefiro intervir de outras formas :) Cheira-me que a minha próxima "guerra" vai ser esta, mudar a lei fiscal, corrigindo-lhe este erro.
Imagem de perfil

De css a 26.04.2011 às 16:40

Não sejas ranhosa... há lá alguém que queira ser seguido pela DGCI!?
Imagem de perfil

De jonasnuts a 26.04.2011 às 19:50

Dispenso o seguimento....mas gostava de ter uma resposta :)
Sem imagem de perfil

De Luis Garcia a 27.04.2011 às 01:51

São apenas 10abafuz http://lmmgarcia.wordpress.com/category/10abafuz/
Imagem de perfil

De jonasnuts a 27.04.2011 às 08:41

E o que e que esse link tem a ver com o post que eu escrevi?
Sem imagem de perfil

De Luis Garcia a 27.04.2011 às 10:20

Foi do avançado da hora... sorry.
Imagem de perfil

De jonasnuts a 27.04.2011 às 10:22

Ena...mas respondeste :)

No prob. Já toda a gente teve problemas com o avançado da hora :)
Sem imagem de perfil

De Luis Garcia a 27.04.2011 às 10:40

Ah pois respondi :) a tua chamada de atenção foi pertinente e acertada... :)
Fica um convite para trocarmos links quando te esqueceres desta "afronta" :) Bom dia de trabalho
Sem imagem de perfil

De J. Ribeiro a 28.04.2011 às 03:03

Este post é típico de quem não tem que dizer. É óbvio que ninguém está à espera que a DGCI vá para o Twitter fazer follow. Daqui a mais também seguiam o Justin Bieber. A informação está lá, mas o estado nem sequer tem a obrigação de publicitar o que quer que seja no twitter. Podia ser melhor talvez, mas ninguém deve criticar a iniciativa. É contra producente.
Imagem de perfil

De jonasnuts a 28.04.2011 às 10:49

Não concordo consigo. O twitter é uma ferramenta, sobretudo, de interacção. Ok, não preciso que a DGCI siga quem quer que seja, mas, podia responder às perguntas que lhe são colocadas no meio onde escolheu estar. A informação disponibilizada no twitter da DGCI está em muitos outros sítios, é redundante e, poderia fazer sentido se fosse uma parte da coisa, não a coisa em exclusivo.

E, quanto à sua observação de não devermos criticar pois é contraproducente, estamos em total desacordo. O meu post não insultou ninguém, limitei-me a fazer perguntas e recomendações (já que se trata duma área que, mais coisa menos coisa, domino). Se não nos criticarmos uns aos outros, de forma construtiva, não vale a pena termos opinião, não é?

Na sua perspectiva, o seu comentário também é contraproducente, porque é uma crítica à minha iniciativa. Eu por acaso acho que a sua crítica e opinião são mais-valias para o meu blog, porque estimulam o debate e a troca de opiniões :)

Comentar post






Arquivo