Saltar para: Post [1], Comentários [2], Pesquisa e Arquivos [3]






Arquivo



25 de Abril sempre...

por jonasnuts, em 25.04.06
... fascismo nunca mais.

Era a palavra de ordem, há 32 anos, quer dizer....mais ou menos, que no dia 25 andava tudo às aranhas e ninguém sabia se havia de obedecer à voz da rádio e manter-se em casa, ou sair para a rua.

E sim, eu lembro-me bem do 24 de Abril. Grande festa. Não houve escola, e como, por ironia do destino, estava numa escola frequentada também por filhos de presos políticos, tenho ideia de lá ter tido em casa uns meninos amigos, que estavam ali à espera que as mães chegassem com os pais, acabados de sair da prisão. Grande festa, portanto.

Hoje, tentei explicar ao meu filho de 7 anos e meio, o significado do 25 de Abril, pelo menos explicar-lhe o conceito da coisa:

- Filho sabes o que é um feriado?
- Sei. Err...não, afinal não sei.
- Um feriado é um dia em que se celebra ou festeja qualquer coisa. Pode ser uma coisa que aconteceu há muitos anos atrás, como o Natal, ou pode ser uma coisa que tenha acontecido há pouco tempo. Como hoje. Sabes o que se festeja hoje?
- Sei, o 25 de Abril.
- Ok, mas o que é que aconteceu no 25 de Abril, que mereça ser festejado?
- Errr....construiu-se a ponte 25 de Abril?

:)

Ainda deve ser cedo, ou isso ou falta um jogo para play-station, ou nintendo DS ou X-Box, cujo enredo da trama seja a revolução dos cravos.

Autoria e outros dados (tags, etc)



5 comentários

Imagem de perfil

De PrincesaVirtual a 26.04.2006 às 00:08

Este teu post fez-me sorrir...essa de um joguito para as playstatios, nintendos, gameboys não era nada mal pensado ;) beijos
Sem imagem de perfil

De eu, quem mais? a 26.04.2006 às 00:26

O jogo para as consolas seria mais interessante se fosse sobre o Verão quente de 75. Isso sim!
O 25 de Abril foi um golpe militar sem sangue.

Os putos/(por motivos de decência só escrevo no masculino, não me acusem de discriminação sexual) iam ficar aborrecidos e sentir-se defraudados.

Imagem de perfil

De suse a 26.04.2006 às 16:40

E depois ainda dizem que os miúdos são naives! Grande resposta!! :p
Sem imagem de perfil

De Brigada Bigornas a 28.04.2006 às 22:02

"Comemorar não é festejar, é 'lembrar em conjunto'. O país ficou sem história do '25 de Abril' para recordar, pois este foi a pior manifestação de violência colectiva: 500.000 mortos com a chamada 'Descolonização'" - Quitéria Barbudain "Hotel Luanda", Revista "Espírito", nº 32, 2006.

Imagem de perfil

De Dylan a 01.05.2009 às 00:47

"Lembrar Abril"

Nesta altura do ano surgem sempre os detractores da Revolução de Abril - uma espécie de saudosistas do Estado Novo - pois "antigamente é que era bom", dizem eles. Como se 40 anos de obscurantismo não tivessem atrasado irremediavelmente o País e a Pide fosse uma qualquer organização sócio-cultural! Esta nostalgia serôdia dá náuseas e piora quando falam com desdém do "excesso de liberdade" e da democracia.

Mas será que esta gente não se lembra do que acontecia no tempo do pseudo-estadista? A colagem ao fascismo, as repressões políticas e públicas com a vergonhosa conivência da igreja católica, a censura literária, a educação baseada num nacionalismo bafiento, da interminável Guerra do Ultramar e do obsessivo colonialismo.

Actualmente parece que entramos num processo de regressão pois inauguram-se ruelas com nomes de ditadores existindo também regiões do País que ignoram a data. Convém explicar às gerações futuras que a História não pode voltar a repetir-se e que a morte de homens como Humberto Delgado não pode ter sido em vão.

Comentar post






Arquivo