Saltar para: Post [1], Comentários [2], Pesquisa e Arquivos [3]






Arquivo



Os arraiais, os pic-nics e os casamento gay

por jonasnuts, em 07.06.10

Vejo pela blogosfera (e não só) que há muitas preocupações em relação ao folclore que rodeará os casamentos gay. Porque, como se sabe, todos os gay são, como a própria palavra indica, alegres.

 

As generalizações são perigosas, mas a malta não vê isso. Só vê o estereótipo e a ideia preconceituosa que tem na cabeça. E vê um casal de gays (homens, claro) a casar com muito pride, e muitas pinturas, e muita música alta, e muito frissom, e é só isso que vê e pensa. E ficam horrorizados. Que horror, o casamento, essa instituição, assim conspurcada pela mariquice do mau gosto gay.

 

Vá lá.

 

Se acham mesmo que todos os gay são folclóricos, também acham que os heterossexuais têm todos os mesmos gostos, certo? Presumo portanto que tenham estado todos no pic-nic do Parque Eduardo VII, a receber a selecção, a açambarcar as bolas brinde oferta, e a cantar ao som de Tony Carreira. Eram todos heterossexuais, certo? São todos iguais?

 

Deixem-se de tretas, porra. Cada um celebra o casamento como muito bem entender, uns com mais bom gosto, outros com menos bom gosto, mas isso, de acordo com a nossa bitola, e o bom gosto é subjectivo, certo?

 

E, tenho a certeza, já todos foram a casamentos pirosos, certo? No meio da pirosada toda, houve alguma coisa que tenha ultrapassado a alegria de quem se queria casar? Não é acerca disso, o casamento? Duas pessoas, que querem casar, e fazer aquela festa?

 

Cada um casa como quiser, quando quiser, com quem quiser.

 

Parece-me justo.

 

Adenda: O Vídeo certo, para ilustrar o post. Recomendação da Shyznogud :)

 

 

Autoria e outros dados (tags, etc)



9 comentários

Sem imagem de perfil

De António M P a 07.06.2010 às 18:25

Cada um casa como quiser, quando quiser, com quem quiser? Antes fosse assim...

Imagem de perfil

De pedrocs a 07.06.2010 às 21:27

Não Jonas, claro que não.


Se assim fosse, a Scarlett Johansson teria milhares de maridos.
Imagem de perfil

De jonasnuts a 07.06.2010 às 22:32

Bom, ela é casada, pelo que presumo que tenha casado quem com qeria casar-se com ela :)
Imagem de perfil

De pedrocs a 07.06.2010 às 22:54

O que tu queres dizer é que se casou com ela uma das pessoas que com ela se queria casar. Portanto não é só para quem quer, é também para quem pode. :-)
Sem imagem de perfil

De Blondewithaphd a 07.06.2010 às 22:08

Adoro o casamento (não gostei do meu mas isso não interessa nada): gay, pimba, lésbico em Las Vegas ou nos Jerónimos, civil, religioso, com pompa ou sem circunstância. A ideia é óptima (claro que não me apanham noutra enquanto eu me lembrar desta). Mas já era tempo de este tempo chegar!
Sem imagem de perfil

De I. a 08.06.2010 às 09:48


Acho graça a quem critica o potencial folclore dos casamentos gay. Nunca foram a um casamento hetero, com certeza.

(apitó quimbóio, torre de camarão, leitão com óculos, leilão da liga, strip do noivo, primos afastados a cair de bêbados, lampreia de ovos, crianças a cair à piscina, croquete e martini com casquinha de limão, anyone?)
Sem imagem de perfil

De ic a 08.06.2010 às 15:47

Oh! O Mac casou-se e eu não sabia!
http://www.youtube.com/watch?v=bm7JH1FT_yM (http://www.youtube.com/watch?v=bm7JH1FT_yM)

 
Imagem de perfil

De Gay Algarve a 08.06.2010 às 18:01

O YouTube droga-se...?
É que para ver este video no YT é necessário iniciar sessão porque foi reportado como impróprio (???) mas pode ser blogado sem problemas...

Comentar post






Arquivo