Saltar para: Post [1], Comentários [2], Pesquisa e Arquivos [3]






Arquivo



Os católicos

por jonasnuts, em 09.05.10

Primeiro a contextualização.

 

Não sou católica, nem sequer sou católica não praticante, conceito que sempre me fascinou da mesma forma que me fascinaria se alguém me dissesse que era futebolista não praticante. Não sei muito bem em que é que acredito, não sei sequer se acredito em alguma coisa, mas sei que não acredito, nem nunca acreditei, na Igreja. Criada num ambiente de avós paternos muito católicos (praticantes, lá está), avós maternos que se estavam borrifando, e pais que eram contra, mas em colégios onde a maioria era católica, praticante, lá está.

 

Sempre convivi bem com a diferença, cada um é como cada qual. Se eu tenho o direito de não acreditar, eles têm o direito de acreditar, no que quiserem.

 

Na semana passada, a tentar marcar uma reunião com uma pessoa que não conheço, diz-me ela do lado de lá "terça-feira não posso, porque vou acenar ao Papa, sim, eu sou crente, guilty as charged".

 

E até comentei com ela na altura, que raio é isto dum católico quando afima a sua crença, fazê-lo logo na defensiva? Porque não foi a primeira vez que aconteceu. Que raio de país é este em que nos estamos a transformar, em que as pessoas têm medo, ou receio, ou vergonha de afirmar as suas crenças?

 

Muito atacados se devem sentir os católicos, para estarem tão à defesa. Não imagino os que são crentes de outras religiões, deve ser pior ainda.

 

Alguém que diga que é do Islão deve passar as passinhas do Algarve.

 

Não percebo o crentes, não percebo este folclore todo à volta do papa, não vou gostar de ter a minha vidinha condicionada nos dias em que ele cá estiver, não gosto do posicionamento do estado que mistura alhos com bugalhos e que não percebe o que é um estado laico, mas no meio disto tudo, respeito os católicos. Para eles é uma festa. Que festejem, em paz e sem se sentirem perseguidos, caraças.

 

A mesma paz que quero para mim, quando logo à noite for festejar o campeonato do Benfica.

Autoria e outros dados (tags, etc)



7 comentários

Imagem de perfil

De Joana a 09.05.2010 às 21:59


Para ti só tenho uma palavra : CAMPEÕES !!!!!!
:D
Sem imagem de perfil

De KI a 09.05.2010 às 23:52

Parabéns pelo Campeonato.
Já o Papa dispensava a visita, porque católicos ou não vamos pagar parte duma visita e este país cada vez mais está em crise embora mt boa gente finja que não vê. Pronto, estou a ser mesquinha mas é a minha opinião.
Imagem de perfil

De jonasnuts a 09.05.2010 às 23:55

Eu também dispensava a visita, e os transtornos que me vai causar....ele vai dormir ali pelas redondezas do SAPO, e vai passar à porta da escola do meu filho, vai ser caótico chegar, e também dispensava pagar a factura, preferia que fosse uma factura paga por quem o quer ter cá, não teria assim, quaisquer problemas :)
Imagem de perfil

De João Carvalho a 10.05.2010 às 00:15


O que gostei no 'post' (emboara o último parágrafo me pareça dispensável...), não gostei no comentário. Por duas razões:
- sempre fomos acolhedores e sempre recebemos bem um Chefe de Estado convidado;
- não é qualquer Chefe de Estado que provoca tamanha movimentação e euforia popular (se é por ser líder religioso por acréscimo, então há uma dupla razão de natureza cultural muito respeitável).
Por isso é que não vejo bem como nos dividiríamos entre pagantes e não-pagantes e ainda menos vejo qualquer vantagem em acentuarmos divisões.
Sempre a considerá-la, Maria João.
Imagem de perfil

De jonasnuts a 10.05.2010 às 00:22

Portugal é um estado laico. Deve ser gasto com a vista de Bento XVI o mesmo que se gasta com a visita de qualquer outro chefe de estado, e deve ter o direito a todas as cerimónias protocolares que saõ dedicadas a qualquer outro chefe de estado. Nem mais, nem menos.

Neste caso, está a ser mais o dinheiro gasto pelo estado, e eu não percebo porquê.

Nada do que disse no comentário invalida que eu ache que todo e qualquer visitante deve ser recebido com respeito, e deve ser dada a quem quiser, a oportunidade de o receber como muito bem entenderem.

Estaria a dizer exactamente a mesma coisa se se tratasse de outro líder religioso, de qualquer outra religião :)
Sem imagem de perfil

De KI a 10.05.2010 às 11:32


O Estado Português é laico, foi dito mas importa sublinhar, logo não tem que declarar tolerâncias de ponto, não o faz quando vem cá outro chefe de Estado, porquê que este tem honras especiais?
Se viesse cá um líder islâmico quantos se insurgiriam do país ter este tipo de despesa, emte tempos de crise? Bem, quanto a mim, e a ver pelo estado das finanças públicas o melhor era nos próximos tempos não recebermos ninguém e não andarmos com obras que não são absolutamente necessárias. Mas isto sou eu que penso assim, não entendo é como os portugueses na sua maioria continua a viver como se não quisesse enfrentar a realidade.
Sem imagem de perfil

De António Bento a 11.05.2010 às 00:16

Um amigo que percebe de futebol ajudou-me a decifrar a figura do futebolista não-praticante. Parece que no Benfica, o Mantorras é um caso desses. Segundo me disseram, como não foi convocado para nenhum jogo da temporada, nem pode pôr no currículo que foi campeão pelo Benfica.

Comentar post






Arquivo