Saltar para: Post [1], Comentários [2], Pesquisa e Arquivos [3]






Arquivo



Timeline oportuna

por jonasnuts, em 23.12.09

A timeline do meu Twitter teve uma pontaria do caraças, hoje.

 

 

 

Fiz a ponte. Um bocadinho depois:

 

 

:)

Autoria e outros dados (tags, etc)

Tags:



6 comentários

Sem imagem de perfil

De Ognito Inc. a 23.12.2009 às 14:54

Recentemente vi num qualquer canal (SIC notícias?) um documentário cujo nome não retive, até porque já apanhei a meio, sobre repórteres fotográficos de guerra. As histórias (e as fotos) eram incríveis. Testemunhos de fotógrafos que estiveram no Afeganistão, Iraque, Jugoslávia, Vietname, etc. Um deles só não morreu na Tchétchenia porque a bomba largada pelo avião vinha avariada, aterrando sem explodir! Esse repórter criticava imenso o facto de hoje em dia qualquer um se "armar em repórter fotográfico" sobretudo com a proliferação de telemóveis com câmara, etc, o que faz com que os media tenham fotos sem pagar nada por elas, preterindo as profissionais... Para quem ganha a vida da forma como ele ganha compreendi o seu ponto de vista...
Sem imagem de perfil

De João Simões a 23.12.2009 às 15:00

A verdade é que os repórteres não podem estar em todo lado e e aqui que entra a pessoa que estava, viu e sentiu e tirou uma foto ou fez um vídeo.

Da maneira como as coisas estão a evoluir cada vez menos serão precisos jornais, pois todos nós podemos dar uma notícia através dos cada vez mais disponíveis meios informáticos. Se bem que isto depois pode criar um problema de veracidade dos factos mas se formos a ver as nossas televisões e jornais também não são muitas vezes confiáveis pois já´tivemos vários exemplos de mau jornalismo em Portugal e de notícias mal elaboradas e mal analisadas que depois criaram uma interpretação errada pelas pessoas.
Sem imagem de perfil

De nao tenho a 23.12.2009 às 16:06

João Simões,

Acho que, cada vez mais, os jornais, se fossem honestos, teriam mais importância.

Hoje em dia as noticias aparecem vindas de todo o lado, falta alguém que se dedique a investigar a veracidade das coisas.
É esse o papel de um jornal que se preze. Contar o que realmente se passou, dar o contexto, explicar.
É precisamente o contrário do que fazem, infelizmente, o que faz com que se perpetuem enormes quantidades de tretas e coisas inventadas sem nunca serem verificadas.



é "fiáveis" e não "confiáveis". isso é influencia do msn. ;)
Sem imagem de perfil

De João Simões a 23.12.2009 às 22:23

Foi exactamente isso que quis dizer, os jornais deveriam funcionar como filtro para o que e falso no entanto o que lhes interessa é publicar e só se lembram de ir verificar quando alguém os avisa que não e bem como eles contaram :P
Sem imagem de perfil

De Phil a 23.12.2009 às 15:06

É verdade...mas há espaço para todos...mas para a transmissão de conteúdos e imagens de forma tão imediata, só é possível através dos Social Media e Crowdsourcing!

Mas para reportagens de fundo, continuará a existir espaço para os profissionais!!
Sem imagem de perfil

De formacion comercial a 05.01.2010 às 15:48

Oportunissimo

Comentar post






Arquivo