Saltar para: Post [1], Comentários [2], Pesquisa e Arquivos [3]






Arquivo



Bricolage

por jonasnuts, em 12.11.09

Bricolage significa "conjunto de pequenas tarefas ou trabalhos manuais domésticos".

 

No entanto é, também, o nome de um gestor de conteúdos muitíssimo poderoso, profissionalíssimo, potentíssimo, e mais uns íssimos que queiram acrescentar.

 

Derivado de motivos profissionais, fui confrontada com a utilização deste tal do bricolage (há uma utilização prévia, há uns anos, mas por qualquer motivo, o meu cérebro bloqueou a experiência). Estava eu convencida que, sendo eu uma rapariga toda jeitosa com o bricolage lá de casa (faço tudo menos coisas relacionadas com canalizações e torneiras), me desenrascaria com este bricolage que agora me impingiram.

 

Estava convencida e estava enganada.

 

Que grande merda, que complicação, que consumo desnecessário de tempo, e de paciência, e de neurónios (que como se sabe, nas loiras, são poucos), que frustração.

 

Há mais alguém com o mesmo tipo de experiência, ou sou só eu?

Autoria e outros dados (tags, etc)



27 comentários

Sem imagem de perfil

De João Simões a 12.11.2009 às 13:36

Confesso que já o experimentei, e jurei para nunca mais.
Infelizmente eu não era obrigado a usa-lo foi apenas por experiência. Agora tu segundo sei, estás feita pois e esse CMS que o Sapo usa. Né? :P
Sem imagem de perfil

De Nélio Nunes a 12.11.2009 às 13:42

Não podia deixar de vir aqui "defender a minha dama". A minha primeira impressão do Bricolage (ou Bric como "carinhosamente" o chamamos) foi muito pior que a tua. Estava numa fase de early-beta e rebentava por tudo quanto era canto, e o pior que tudo é que eu não tinha grande opção: mesmo não gostando tinha que trabalhar com aquilo e pronto. A verdade é que á medida que vais conhecendo os cantos á casa, vais descobrindo que aquilo afinal não é tão mau assim, e para o objectivo a que se propõe, executa-o perfeitamente. O problema está na abordagem que se tem ao dito cujo, quando se vem do mundo Joomla-like. Aquilo não quer ser um faz-tudo, quer ser apenas um gestor de informação, e essa função executa-a com distinção. Se trabalhares um bocadinho mais naquilo vais ver que não é assim tão mau. :)
Imagem de perfil

De gonn1000 a 12.11.2009 às 16:52

Percebo a tua inquietação inicial mas concordo com o Nélio. Com o tempo acabamos por nos habituar, mesmo que em algumas situações continue a não ser muito prático (e convenhamos que a plataforma dos blogs do SAPO também não é propriamente a mais user-friendly :P).
Imagem de perfil

De jonasnuts a 12.11.2009 às 17:28

Ah, mas eu concordo, com o tempo, acabamos por nos habituar. Sugiro desde já que enviemos para o desemprego a equipa da usabilidade porque, lá está, os utilizadores acabam por se habituar.

Quanto à plataforma de blogs do SAPO não ser a mais user friendly, a diferença é que neste caso, eu posso fazer mudanças para melhor, enquanto que no caso do bricolage, o que me parece é que toda a gente tem uma atitude de resignação que não ajuda a mudar nada.

É isso, as pessoas habituam-se.
Sem imagem de perfil

De Carlos Andrade a 12.11.2009 às 17:37

Oh minha amiga... que recordações. :-)
Quando por aí andava, estava ele a ser adoptado e *toda* a gente fugia dele como o diabo da cruz. Ninguém queria ficar com o projecto.
E sim, diziam exactamente a mesma coisa que tu... incluindo a parte do potentíssimo e tal. :-)
Imagem de perfil

De jonasnuts a 12.11.2009 às 17:40

Pá, mas eu não preciso dum tanque de assalto, eu só preciso dum smart. :)
Imagem de perfil

De pecus a 12.11.2009 às 20:42

Estou oficialmente com pena de ti! ;)
OMG!
Imagem de perfil

De jonasnuts a 12.11.2009 às 20:45

Eu acho que me conheces suficientemente bem para transferires a tua pena para os responsáveis pela gestão do interface do bricolage :)
Sem imagem de perfil

De Filtro a 13.11.2009 às 12:09

Essa hiperligação sobre o post é suspeita...
Sem imagem de perfil

De Efeito Estroboscópico a 13.11.2009 às 12:56

Eu não faço a p... da ideia do que é o vosso "Brico", mas a mim normalmente acontece-me o contrário, ou seja:
Adapto-me mais ou menos às ferramentas informáticas, mas para pregar um prego em casa sou menina para mandar uma parede abaixo!...
Sabe como é que se diz na minha terra??

"Agora AMANHEM-SE!"
:)
Imagem de perfil

De PortoMaravilha a 13.11.2009 às 18:25

Fiquei curioso com a definição dada acima e fui ao "Robert / dico de la langue " e encontrei esta definição para a palavra bricolage : "Reperation faite tant bien que mal ; travail d'amateur mal fait ". / Arranjo feito como se pôde ; trabalho de amador mal feito ".

Interessante o emprego e a significação da palavra nas duas línguas

Bom, pelo menos hoje aprendi algo ( não estou a gozar ).

E Viva Oporto !
Imagem de perfil

De pedrocs a 13.11.2009 às 23:52

Meus queridos perdoem-me o francês, mas as reacções mais acima ao bricolage são como ser enrabado... pode doer ao princípio, mas com o tempo uma pessoa habitua-se.

E assim se explica porque tanto software tem interfaces de trampa.
Imagem de perfil

De jonasnuts a 14.11.2009 às 00:00

Já notaste que os principais promotores da usabilidade não são as pessoas que usam as coisas? São técnicos.

O grau de resignação das pessoas (e olha que falei com algumas) e a facilidade com que encolhem os ombros e dizem "pois, mas é assim", impressionaram-me muitíssimo. E olha que eu não sou impressionável.
Imagem de perfil

De pedrocs a 19.11.2009 às 12:28

Sim, mas o problema também parece ser que usabilidade é uma palavra da moda que o pessoal gosta de arrotar por tudo e por nada...
Imagem de perfil

De jonasnuts a 19.11.2009 às 12:35

Para mim o problema é que muitas vezes, quem usa a palavra, fá-lo porque está na moda, e não por saber o que é que quer dizer :)
Sem imagem de perfil

De Edgar Durão a 18.11.2009 às 14:17

Grande LOL :)
Sem imagem de perfil

De Saeco a 16.11.2009 às 15:01

Não podia deixar de vir aqui "defender a minha dama".

Comentar post


Pág. 1/2






Arquivo