Saltar para: Post [1], Pesquisa e Arquivos [2]






Arquivo



Ir à praça

por jonasnuts, em 03.10.09

Bem sei que falei aqui da praça há pouco tempo, mas não resisto.

 

Saí de casa de manhã, com sítio e hora para estar às 9h15. Lá deixei a encomenda e fui para a praça.

 

Continuam a chamar-me menina. Arranjam-me a carne como eu quero, dizem-me "esse alho francês não, que não é muito tenro, mas a minha colega ali do lado tem um muito bom, vá lá", "feijão encarnado não, que isto é tudo feijão novo, e do encarnado só tinha do velho. O encarnado é o último a sair, não podia pôr aqui feijão encarnado velho, misturado com o feijão novo.".

 

E flores, frescas, à minha escolha, sem ser daqueles arranjos horrorosos dos supermercados. E baratas. E senhoras simpáticas. Leve antes estas que são mais baratas e duram mais.

 

A D. Rosa, com quem desabafei.....isto é tão melhor que ir ao Continente disse-me, mas olhe menina, que isto não dura muito. 90% das nossas clientes são velhinhas. Pessoas da sua geração é raro ver por aqui, só mesmo as que vinham de pequeninas, com as mães. Hoje em dia não há tempo para ir à praça. E as pessoas julgam que poupam, mas não poupam. Pelo mesmo preço, aqui, têm mais qualidade.

 

Enfim, deu-me uma de dona de casa e comprei coisas para a sopa, e comprei peixe fresco, e ovas (eles odeiam, e ainda não sabem que vão ter de levar com as ovas, que eu adoro), e comprei polvo, e galinha daquela com ovos lá dentro, para fazer canja (é a troca com as ovas, que eu odeio canja e eles adoram), e marmelos para fazer marmelada e ver se é este ano que a porra da geleia sai bem que no ano passado ficou horrível, e tomate xuxa para ver se consigo chegar aos calcanhares do doce de tomate da minha avó.

 

E comprei as minhas flores favoritas. E não, contra todas as expectativas, eu, que adoro dormir, não preferia ter passado a manhã na cama.

 


A câmara do Nokia E71 é uma cagada, é verdade.

Autoria e outros dados (tags, etc)







Arquivo