Saltar para: Post [1], Comentários [2], Pesquisa e Arquivos [3]






Arquivo



Nivelar por baixo

por jonasnuts, em 23.08.09

Nivelamos sempre por baixo. Adaptamo-nos ao que nos rodeia, descemos o nível. É mau, é triste, mas é verdade.

 

Este ano, durante as minhas férias, estivemos num sitio com piscina. As regras da piscina dizem que não se podem reservar cadeiras. Tansos, cumprimos. Quando chegámos à piscina, a hora perfeitamente aceitável (ainda não eram 10 da manhã) tudo ocupado com toalhinhas. Ficámos separados, reclamámos e pronto. No segundo dia, mais tansos ainda, repetimos a dose. O resultado foi obviamente o mesmo.

 

Ao terceiro dia, acordámos. Acordámos para a vida e acordámos mais cedo, e fomos pôr as toalhinhas nas cadeiras que queríamos. Às 8 da manhã, não havia ninguém na piscina, mas já havia imensas espreguiçadeiras reservadas. Passámos a reservar os nossos lugares todos os dias, mesmo que não fôssemos à piscina. Pelo sim pelo não, lá ficavam as toalhas a reservar o espaço. Nivelámos por baixo.

 

O nivelamento por baixo só não funciona quando colidem com os nossos princípios. Voltando à piscina. Tem um chuveiro, para que as pessoas possam tomar banho antes de entrarem na piscina. Em 15 dias que lá estive não vi UMA alminha a tomar duche antes de entrar na piscina (excepção feita às pessoas que constituem a minha família). De manhã, a água da piscina estava impecável, ao final do dia, um nojo.

 

Nivelamos por baixo, até um certo ponto. E é pena, porque o baixo, é muito baixo. E devíamos todos tentar nivelar por cima. Mas ninguém gosta de ser vítima dos chicos-espertos (que estão obviamente no nível mais baixo), e por isso engrenamos na coisa, e tornamo-nos ainda mais chico-espertos que os outros (porque somos menos chicos, mas mais espertos), e isto cria uma pescadinha de rabo na boca.

 

É uma merda, mas o caso da piscina, não sendo uma metáfora, podia ser. O que há mais para aí são piscinas, com regras que ninguém cumpre, e onde a água é um nojo, logo de manhãzinha.

Autoria e outros dados (tags, etc)



11 comentários

Sem imagem de perfil

De AAC a 23.08.2009 às 18:38

Nivelar por baixo é uma característica muito nossa, muito lusa. Sem querer ofender ninguém :)
Sem imagem de perfil

De Anónimo a 23.08.2009 às 21:32

Sim, porque lá fora é um paraíso


Muito desses chicos espertos nem são turistas estrangeiros nem nada.

Saloicide no seu melhor.
Imagem de perfil

De jonasnuts a 23.08.2009 às 22:09

Por acaso, no sítio em questão, a grande maioria eram portugueses.


E saloice é deixar um comentário a insultar terceiros, de forma anónima.
Sem imagem de perfil

De ana a 23.08.2009 às 22:16

Não somos só nós que nivelamos por baixo. Já me aconteceu o mesmo em hoteis de 2 ilhas espanholas. quanto ao estado das piscinas, graças a deus adoro o mar e vou para a praia. Assim escapo ao cloro e às más educações e tenho espaço para passear e curtir a natureza. Claro que escolho bem a praia para onde vou porque há algumas que são piores que as piscinas... bj
Sem imagem de perfil

De Ognito Inc. a 24.08.2009 às 10:38

Sim à ocupação das espreguiçadeira ilegitimamente reservadas! É chegar lá e usar!
Imagem de perfil

De Ena Rot a 24.08.2009 às 12:30

Quando eu era pequena havia um lema: Quem vai ao ar perde o lugar!

Uma boa forma de parar a engrenagem.
Imagem de perfil

De pedrocs a 24.08.2009 às 15:42

E gajos que descem de elevador com carrinhos de compras apesar do sinal de proibição para o fazer? E os gajos que estacionam no passeio? E os tipos que reservam mesas nos 'food courts' dos centros comerciais? E os fulanos que vão para a bicha enquanto a mulher anda às compras e depois chegam à caixa e fazem toda a gente esperar porque ela ainda não voltou?
Sem imagem de perfil

De Gonçalo Silva a 25.08.2009 às 13:19

Já passei por uma situação idêntica, mas não optei pelo que tu chamas "nivelar por baixo" porque não é pedagógico.
Essas pessoas só aprendem se fores mais baixo que eles, e isso passa simplesmente por tirar a toalha e ocupares o espaço.

Imagem de perfil

De jonasnuts a 25.08.2009 às 15:00

Fiz isso num dos dias, mas o potencial de discussão e de conflito era grande e, embora não me transtornasse a mim (que adoro uma bela duma peixirada de vez em quando) transtornaria quem me acompanhava.

Foi a solução fácil, reconheço, mas foi a mais eficaz.
Sem imagem de perfil

De [e]vil a 26.08.2009 às 12:16

Bem, ainda mal cheguei e já começo a ler coisas que me interessam. Parece-me que temos bastante mais em comum do que o mau feitio. :-)

E os indivíduos que vão andando na faixa que vai fechar até não existir mais alcatrão e depois se metem "à patrão", passando à frente dos outros veículos? Os que se abeiram dos balcões de atendimento "só para fazer uma perguntinha" e passam lá meia hora a resolver questões, enquanto os que tiraram senha desesperam?

Eu, por mim, esforço-me por não nivelar por baixo. Vou engolindo alguns sapos, mas pelo menos fico de consciência tranquila. E a célebre desculpa esfarrapada "se os outros fazem, porque é que eu não hei-de fazer?" é algo que me irrita solenemente em qualquer discussão sobre "chico-espertice".
Sem imagem de perfil

De Jorge a 03.09.2009 às 00:31

Boa noite.
Por acaso, vim cá ter por causa do post sobre a 6ª-feira Negra da Apple.
Curioso, fui até à homepage do blog e fui percorrendo os vários posts, até ler este em particular que, pela descrição dos eventos, me fizeram miraculosamente rir, esquecendo-me do quão "negro" tenho ficado com a vida. Adorei o post do seu amigo a bicicleta.
Obrigado.
P.S.: já temos lojas oficiais da Apple em Lisboa.. Black Friday in loco este ano, espero. :-)

Comentar post






Arquivo