Saltar para: Post [1], Comentários [2], Pesquisa e Arquivos [3]






Arquivo



As castas da Internet

por jonasnuts, em 23.05.09

Há um artigo, que vale a pena ler, aqui, e ao qual cheguei por via do Steed, que fala sobre as diferentes classes em que se separam as pessoas que andam online.

 

Aquilo não foi escrito a pensar no mercado português, e Portugal, com tudo o que isso tem de bom e com tudo o que isso tem de mau, é um microcosmos com algumas idiossincrasias. Somos poucos, somos menos ainda os que têm acesso à internet. Às vezes, meia dúzia de pessoas chegam para representar uma classe que em países mais populosos é constituída por milhares de pessoas.

 

Mas há verdades que, apesar de tudo, são universais (salvo raras e honrosas excepções):

 

"Then there's Twitter. Recent publicity means its demographic is changing, but it's still largely populated by people who "work in the media, yeah?", shameless self-promoters and social media consultants. These consultants all have 55million followers, all of whom are also social media consultants and can't get through a sentence without monetising it."

 

Bingo!

Autoria e outros dados (tags, etc)



3 comentários

Imagem de perfil

De Pedro Leitão a 23.05.2009 às 05:05

So true.

Vedetas da net é algo verdadeiramente insuportável.
Imagem de perfil

De Carlos Filipe Jesus a 26.05.2009 às 00:25

simplesmente true...
_______________________________________
http://culturalmenteinteressante.blogs.sapo.pt/
Sem imagem de perfil

De Blondewithaphd a 26.05.2009 às 15:47

And that's why I don't see the fun in Twitter! I tried, honestly I did! Gave up meantime! Got better things to do (even if they don't involve zillions of dollars).

Comentar post






Arquivo