Saltar para: Post [1], Comentários [2], Pesquisa e Arquivos [3]






Arquivo



Violência na Internet

por jonasnuts, em 25.01.09

Há uns anos, quando se falava de Internet e as pessoas perguntavam "inter-quê?", os factos mais frequentemente associados à Internet eram a pornografia e as fraudes com cartões de crédito. Perdi a conta às reportagens que vi nos órgãos de comunicação social tradicionais, assinados por pessoas com know how para saberem fazer melhor, que martelavam nestas duas teclas. Na altura, eu nem dizia às minhas avós o que é que fazia na vida. Para elas, eu trabalhava com computadores, e está a andar.

 

Mudam-se os tempos, mudam-se as vontades.

 

Nos dias que correm, a moda é associar a Internet a casos de pedofilia e a casos de violência.

 

Isto tudo a propósito de um título de uma notícia no site da RTP. Violência na Internet é uma realidade preocupante (aqui), com um vídeo (que não vi), e com um pequeno texto que diz "É uma preocupação que chega com as novas tecnologias e plataformas de distribuição de vídeo. Há cada vez mais adolescentes portugueses a publicar na Internet imagens que retratam cenas violentas e de ameaças à integridade física".

 

Primeiro falam genericamente das novas tecnologias como se qualquer tecnologia relacionada com a Internet tivesse chegado apenas agora. Caramba, há plataformas de alojamento de vídeos há anos. E depois, fiquei sem perceber se o que os preocupa é a violência (e nesse caso porquê restringir a coisa à Internet), ou se estão preocupados com o facto das pessoas agora poderem publicar as tais imagens a retratar violência. Chateia-os que haja violência ou que essa violência seja denunciada e exposta?

Autoria e outros dados (tags, etc)



6 comentários

Imagem de perfil

De pedrocs a 25.01.2009 às 22:17

Por um lado estas conversas enjoam-me porque os media "tradicionais" andam tão sedentos de sangue que parece que publicam tudo sem nunca pensar duas vezes. E se o sangue escorrer da net, melhor ainda.

O facto demonstra que, de certa forma, ainda vêem a net como inimigo a abater, o que atesta a sua falta de inteligência.

O facto de que existe violência muito pior do que a que conseguimos imaginar é inegável. Não é por aparecer na internet que passa a existir: já lá estava antes.

Por outro lado, tenho testemunhado outra coisa idiota: jovens que se juntam para se espancarem, filmarem e porem online. Aí, o objectivo é pôr o vídeo na net e portanto, pode discutir-se que a violência é criada como meio de obter fama online.

Já vi putos que combinam andar ao soco para aparecerem num vídeo online. Quanto a isso, penso o que sempre pensei: pornogravia vs violência? Pornografia sempre.

Os jovens podiam igualmente juntar-se para mandar umas brelaitadas, filmar e meter online. Era bem melhor, ninguém se magoava e era muito mais fixe de ver.

De comum acordo, claro.
Sem imagem de perfil

De brecke a 26.01.2009 às 10:27

Isto foi precisamente o que eu comentei on-spot quando vi a reportagem lá em casa. Mas afinal eles não acham mal a violência existir, o grande problema é não haver uma entidade que censure a exposição dessa violência ao público (sim, eu, a televisão! aqui, aqui! eu! *aponta para a TV*)

E claro, o pedrocs tem toda a razão. Continuam estúpidos.
Sem imagem de perfil

De Vitor Domingos a 27.01.2009 às 00:10

Nos dias que correm, a moda é associar a Internet a casos de pedofilia e a casos de violência.

Nos telejornais do almoço ou jantar também existe a violência dos acidentes, mortos e operações com direito a paciente na maca e tudo e no entanto ninguem se queixa. Parece-me mais um tique do bom pecador.
Imagem de perfil

De jonasnuts a 27.01.2009 às 08:50

É possível, mas eu não vejo televisão.
Sem imagem de perfil

De isabelly a 07.07.2009 às 17:03

a internet , não é só um espaço onde acontecem coisas ruins , mais a maioria das vezes as pessoas que pensamos que somos nossas amigas não são , devemos tomar cuidado com o que vemos , cv , e falamos na internet , isso pode nos prejudicar muito , já penso se alguma coisa de grave acontece , pode ser um pedófilo procurado da policia por trás de uma tela conversando com agente , e não sabemos da gravidade que isso pode causar , os vírus , os sites de trabalho , que na realidade não são nada do que falam , uma menina iludida , que pensa que vai ir pro exterior trabalhar , lá elas são obrigadas a se prostituírem , e não conseguem fugir , porque são ameaçadas , não podemos nos deixar enganar , com esses tipos de coisa , devemos saber com quem cv , isso é uma coisa muito grave !
Sem imagem de perfil

De Rodrigo Sizo a 29.08.2009 às 18:34

Eu acredito que o problema da violência aparecendo nos videos é o modo que ela está sendo exibida: Jovens de classe média alta quebrando coisas e batendo em mendigos, brigas escolares, pedofilia etc.
Penso que deveria ter um controle maior na publicação de videos, filtrar toda essa violência e pornografia!

Comentar post






Arquivo