Saltar para: Post [1], Comentários [2], Pesquisa e Arquivos [3]

Jonasnuts

O Casino Patriarca

Anda aí tudo aos pulos, com as declarações que o Cardeal Patriarca de Lisboa fez no Casino da Figueira da Foz. Com alguma razão, diga-se. Mas, eu por acaso sei, quem é que está contentíssimo com a polémica. O dono do casino da Figueira deve estar exultante.

 

A coisa conta-se em poucas linhas. A Figueira da Foz é o Algarve do Norte. Estância de banhos de Coimbra, por exemplo. Não é que não seja uma cidade fantástica, e não tenha habitantes fabulosos (eu por acaso até conheço 4 deles, pessoalmente). Mas não tem uma dimensão muito grande. Rentabilizar um casino, em época baixa, não deve ser fácil. Na tentativa de dinamizar a actividade de época baixa do casino, o seu dono (ou responsável, who cares), lançou há cerca de um ano estas tertúlias.

 

Em Lisboa não se dá muito por elas, mas em Coimbra, por exemplo, são anunciadas em campanhas publicitárias de mupis e cartazes.

 

Não sei se têm tido sucesso ou não, mas tive oportunidade de estar presente num dos momentos iniciais de planeamento/discussão desta estratégia do Casino, e o objectivo era, claramente, promover a marca, e colocar o Casino na ordem do dia.

 

Até agora, nenhum dos convidados tinha sido suficientemente polémico nas suas declarações para que a coisa ganhasse alguma proporção, e nem sequer sei se a operação tem levado mais gente ao Casino, mas ontem foi diferente. Não sei se o Cardeal Patriarca é amigo do dono do Casino da Figueira, mas se não é, parece.

 

Pela primeira vez foram alcançados os objectivos, e já ouvi falar mais do Casino da Figueira esta manhã do que no resto da minha vida.

 

Claro que amanhã ou depois o Cardeal (ou o patriarcado) emitirá um comunicado explicando que não era bem aquilo, que estava descontextualizado, que a imprensa exagerou, que foi mal interpretado. Pode até pedir desculpas, a bem do bom relacionamento entre Igrejas (e a bem  do seu próprio cu, que quem o tem, tem medo), e fica a coisa mais ou menos como dantes.

 

Menos para o Casino. O Casino fica melhor.

3 comentários

Comentar post

Pesquisar

No twitter


Subscrever por e-mail

A subscrição é anónima e gera, no máximo, um e-mail por dia.

Arquivo

  1. 2018
  2. J
  3. F
  4. M
  5. A
  6. M
  7. J
  8. J
  9. A
  10. S
  11. O
  12. N
  13. D
  14. 2017
  15. J
  16. F
  17. M
  18. A
  19. M
  20. J
  21. J
  22. A
  23. S
  24. O
  25. N
  26. D
  27. 2016
  28. J
  29. F
  30. M
  31. A
  32. M
  33. J
  34. J
  35. A
  36. S
  37. O
  38. N
  39. D
  40. 2015
  41. J
  42. F
  43. M
  44. A
  45. M
  46. J
  47. J
  48. A
  49. S
  50. O
  51. N
  52. D
  53. 2014
  54. J
  55. F
  56. M
  57. A
  58. M
  59. J
  60. J
  61. A
  62. S
  63. O
  64. N
  65. D
  66. 2013
  67. J
  68. F
  69. M
  70. A
  71. M
  72. J
  73. J
  74. A
  75. S
  76. O
  77. N
  78. D
  79. 2012
  80. J
  81. F
  82. M
  83. A
  84. M
  85. J
  86. J
  87. A
  88. S
  89. O
  90. N
  91. D
  92. 2011
  93. J
  94. F
  95. M
  96. A
  97. M
  98. J
  99. J
  100. A
  101. S
  102. O
  103. N
  104. D
  105. 2010
  106. J
  107. F
  108. M
  109. A
  110. M
  111. J
  112. J
  113. A
  114. S
  115. O
  116. N
  117. D
  118. 2009
  119. J
  120. F
  121. M
  122. A
  123. M
  124. J
  125. J
  126. A
  127. S
  128. O
  129. N
  130. D
  131. 2008
  132. J
  133. F
  134. M
  135. A
  136. M
  137. J
  138. J
  139. A
  140. S
  141. O
  142. N
  143. D
  144. 2007
  145. J
  146. F
  147. M
  148. A
  149. M
  150. J
  151. J
  152. A
  153. S
  154. O
  155. N
  156. D
  157. 2006
  158. J
  159. F
  160. M
  161. A
  162. M
  163. J
  164. J
  165. A
  166. S
  167. O
  168. N
  169. D
  170. 2005
  171. J
  172. F
  173. M
  174. A
  175. M
  176. J
  177. J
  178. A
  179. S
  180. O
  181. N
  182. D