Saltar para: Post [1], Comentários [2], Pesquisa e Arquivos [3]






Arquivo



Ada Lovelace Day

por jonasnuts, em 07.01.09

Se querem saber quem foi a Ada Lovelace podem ir à respectiva página da Wikipédia, aqui.

 

Mas este post tem pouco a ver com a Ada, tem mais a ver com um movimento de que me apercebi já não sei onde. Twitter, Facebook, leitor de feeds de RSS, link que segui algures, mail que me chegou, sms. No idea. Também não interessa.

 

Parece que alguém sentiu a necessidade de exaltar as qualidades das mulheres em geral, no âmbito das tecnologias. Aparentemente as mulheres que se movimentam nesta área são pouco reconhecidas, pouco referidas, são desvalorizadas, a suas inovações e as suas caras pouco conhecidas. E continua por aí fora, com uma ode às heroínas por cantar. Então pede-se aos Blogs que falem dessas incompreendidas e desvalorizadas profissionais da área da tecnologia.

 

 

Ora isto irrita-me um bocadinho. O mesmo tipo de irritação que me provocam as quotas mínimas obrigatórias.

 

Se há imbecis que discriminam com base no género, é uma resposta igualmente (ou mais) imbecil responder com discriminação positiva.

 

Eu não quero ser contratada porque a empresa x tem de cumprir uma quota mínima de profissionais que têm vaginas em vez de pénis. Eu quero ser contratada (ou valorizada ou elogiada ou repreendida ou despedida) com base nas minhas competências (ou falta delas), e não com base em algo que não escolhi, e que não me define em regime de exclusividade.

 

 

 

Irrita-me o proteccionismo, cheira-me sempre a paternalismo bacoco, mesmo que inadvertido.

 

Eu trabalho há muitos anos numa área ligada à tecnologia. Há mais de 10 anos. Não cheguei a esta área nem por cunhas nem por quotas. Gosto de pensar que me mantenho por aqui, não só porque gosto, mas também porque as minhas competências são apreciadas. Gosto de ver o meu trabalho reconhecido (quando é caso disso), mas há um grupo muito reduzido de pessoas cujo reconhecimento valorizo (não chegam para preencher os dedos de uma mão).

 

Há duas pessoas no mundo que me podem avaliar e/ou reconhecer com base no sexo. O meu namorado e o meu filho (este último com exclusiva incidência ao período em que eu o amamentava).

 

Se há mulheres que se sentem discriminadas na área das tecnologias, que arranjem um par de tomates e façam frente a quem as discrimina, cara-a-cara, dia-a-dia. Não me venham cá pedir postezinhos piedosos de exaltação de qualidades que, em pessoas doutro sexo, seriam triviais.

Autoria e outros dados (tags, etc)



10 comentários

Sem imagem de perfil

De Pedro Aniceto a 08.01.2009 às 00:25

Tenho de confessar! Da família Lovelace a única mulher que eu conhecia era a Linda. E aposto o que tu quiseres (mesmo sem ir ver) que tem mais referências Web que a Ada... ;)
Sem imagem de perfil

De Marco a 08.01.2009 às 01:09

LOL. A Linda, essa profunda e mítica figura dos Lovelace...

Mas a sério: bom post.
Imagem de perfil

De pedrocs a 08.01.2009 às 11:03

Pobre Linda, com aquele problema na garganta...
Sem imagem de perfil

De Pedro Aniceto a 08.01.2009 às 01:32

Mais profunda que mítica... E a palavra post neste contexto ganha vida nova... ;)
Imagem de perfil

De pedrocs a 08.01.2009 às 11:03

Concordo em pleno com este post e acrescento que também não tenho saco para pessoas que fazem campanhas de "vota neste gajo, mesmo que não o conheças de lado nenhum".

Ainda há pouco tempo alguém andava a picar o pessoal para votarem num gajo qualquer para melhor twitterer português ou lá que era... não me lembro quem foi...
Imagem de perfil

De jonasnuts a 08.01.2009 às 12:54

Eu andei em campanha pelo twitter do José Afonso Furtado (jafurtado, vão votar), para os shorty awards, mas eu explicava exactamente o que é que me movia.

:)
Sem imagem de perfil

De pafmax a 08.01.2009 às 11:44

Não é mau-feitio, é sentido comum. Concordo com o facto de que as quotas são idiotas, tudo bem que haja igualdade, mas que seja isso: igualdade! As quotas são apenas, no fundo, o reconhecimento da desigualdade e da discriminação, o que não deixa de ser parvo. Quanto à tecnologia... É verdade que conheço poucas tecnófilas e que, cometendo o erro de generalizar, as mulheres não se interessam tanto por gadgets ou tecnologia como os homens.
Mas para tudo há excepções... A pessoa mais fanática e hábil em dungeons&dragons que conheço é uma mulher! :D
Imagem de perfil

De * * Grilinha * * a 10.01.2009 às 12:14

Bom Dia

Eu sei que a maioria dos desafios que por aí andam são como as correntes nos emails (spam) - ou seja, lixeira - mas desta vez decidi participar na brincadeira.

Calhou-te uma rifa (desafia-te a ti própria/o a cumprir alguns dos sonhos)
Imagem de perfil

De TNT a 12.01.2009 às 13:58

Essa conversa da discriminação positiva também me tira do sério... E o dia da mulher? Passo-me!

Comentar post






Arquivo