Saltar para: Post [1], Comentários [2], Pesquisa e Arquivos [3]






Arquivo



Anda por aí muito bandalho

por jonasnuts, em 03.12.08

Hoje ajudei uma amiga a configurar umas coisas online. Nada de extraordinário. Registar domínio, configurar DNS, usar Google APPS, para uma empresa recém criada poder começar a bombar com estas coisas da Internet já impressas no material de economato. Nada de complicado, nada que demorasse muito tempo (se não fosse a conversa extra sobre coisas muito mais interessantes e divertidas mas que nada tinham a ver com o caso).

 

Não é a primeira vez que assisto numa operação destas, fiz o mesmo há relativamente pouco tempo para uma empresa pequena mas muito conhecida, e o que mais me faz confusão, são as histórias que me chegam de "empresas" que fazem exactamente o que eu fiz (e às vezes menos) e cobram barbaridades, dizendo que é o preço do domínio, e o preço do DNS, e o preço do caraças dos agrafos e dos clips e do raio que os partam.

 

Saber um bocadinho mais destas coisas não significa que se possa enganar seja quem for portanto, senhores com pequenas empresas que não pescam um boi disto e querem ter um domínio próprio, com um site bonitinho e compostinho e endereços de mail personalizados com esse domínio próprio, quem vos vai fazer o trabalhinho vai gastar, mais coisa menos coisa (para um domínio .com.pt por 1 ano), €25. Tudo o resto é lucro. Paguem o que for justo, mas não se deixem chular.

Autoria e outros dados (tags, etc)



13 comentários

Imagem de perfil

De Tito de Morais a 03.12.2008 às 23:40

Viva!

Ui... histórias destas abundam!

Mas a mais radical de todas de que tive conhecimento era a do "Engenheiro" que ia todos os fim de mês a uma empresa para correr o programa de processamento de salários. Esse dia era, e suponho que continue a ser, um dia de grande stress para o dono da empresa, pois não se podia fazer quase nada que mexesse com os PC's... há clientes destes que são o ganha-pão de muito "consultor".

Enquanto a história anterior soube dela por intermédia pessoa, esta tive conhecimento por uma pessoa amiga que trabalha numa ONG onde todos os meses vai lá um "técnico" fazer as actualizações dos anti-vírus (!). E mais uma vez a mesma história... para a ONG é um dia "caótico" em que não se faz nada. Quando expliquei que o meu PC faz isso automaticamente sem eu ter de mexer em nada, a minha amiga lá exclamou "bem me parecia que aqui havia marosca"!

Enfim... é como dizes... bandalhos.

Mas já agora, também tenho dificuldade em perceber os custos de um domínio .pt comparado com um .com, que se compra online por menos de 10€!

Imagem de perfil

De jonasnuts a 03.12.2008 às 23:47

Pois, os custos dos domínios PT e a salganhada de registos burocráticos (conseguem ser burocráticos e lentos com um formulário online) são outros 500.
Sem imagem de perfil

De Alcides a 04.12.2008 às 00:32

Também conheço muitas histórias dessas.

Mas também conheço o lado de quem as faz, nunca se ia cobrar a um cliente 25 euros, porque se tem de cobrar as horas gastas. E o cliente quem uma coisa bonitinha (que provávelmente se conseguia num wordpress com tema personalizado numa tarde, ou até nos blogs do sapo :P) e acabam por perder uma semana a brincar com o flash.

E lá está, paga-se tudo no final e ficam a preços elevados.
Imagem de perfil

De jonasnuts a 04.12.2008 às 09:16

25€ é o preço de custo. Eu não disse para se pagar isso, disse para pagarem o que é justo, que é o custo mais as horas de trabalho. Os registos, mais o tempo que se gasta, mais uma nstalação de wordpress (ou de um Blog no SAPO), custam, no total, o preço do registo do dmínio, e gastas, vá, sendo lento e tratando-se da FCCN, 2 horas.
Sem imagem de perfil

De clara a 04.12.2008 às 09:20

Eu paguei 15€ pelo meu (domínio .com e alojamento), o ano passado.
Imagem de perfil

De jonasnuts a 04.12.2008 às 09:22

o .com não estava disponível :)
Sem imagem de perfil

De clara a 04.12.2008 às 10:25

Ah, bom claro que isso sem conteúdos e layout, que os fiz eu. Mas se não soubesse fazer, e para ter uma coisa em condições, teria de pagar bem mais.
Agora o deployment qq pessoa pode fazer desde q tenha o dominio e alojamento, é só passar as folhas para o servidor do alojamento (tenho quase a certeza que todos usam cpanel).
Imagem de perfil

De pedrocs a 04.12.2008 às 13:11

Só assim de memória, assim de repente, sem me esforçar muito... de facto não me ocorre mais ninguém que faça isto.

A não ser, claro, pedreiros.

Ah e pintores, electricistas, canalizadores...

E que dizer de empresas que preferem pagar 10 mil euros por mês por um outsourcer do que pagar 2 mil de salário a um empregado?

Deviam ir mas era todos para o caralho que os foda.
Imagem de perfil

De jonasnuts a 04.12.2008 às 13:15

Mas eu, que não percebo nada de canalizações, se vai um gajo lá a casa arranjar uma torneira, e leva um cordel na mão e não precisa de mais nada e no fim me pede 200 euros eu mando-o dar uma volta (e não o mando levar no cu que isto é um blog familiar).

Qualquer pessoa com senso comum consegue perceber se está ou não a ser chulada e, em caso afirmativo, se em muito se em pouco.

Nestas coisas das tecnologias, as pessoas, de facto, não sabem.
Imagem de perfil

De pedrocs a 04.12.2008 às 13:22

Ai, desculpa lá o final do meu comentário, é que ando puto da vida com porcarias com pedreiros e especialistas de gás e essa corja toda... podes apagar os palavrões se quiseres.

Não acredito que qualquer pessoa com senso comum saiba se um casquilho de meia polegada, cromado custa 4 ou 8, ou 16 euros. Duvido que a maioria das pessoas saiba quanto custa um tubo flexível de alumínio, um tubo de silicone ou uma bicha com válvula anti-retorno.

Achas mesmo que sim?
Imagem de perfil

De jonasnuts a 04.12.2008 às 16:45

Eu não edito comentários, caralho. Mesmo que quisesse não podia, que a plataforma não deixa (e ainda bem) :)

Assim nos euros miúdos acredito que uma pessoa possa ser anganada com alguma facilidade, mas nesse caso pede-se mais do que um orçamento, se se tratar de uma coisa mais avultada.

Eu conheço uma empresa que pagava 400 €/ano pelo domínio (sem alojamento). Um domínio .com. Não havia mais nenhum serviço associado. Era só "os registos" e a manutenção dos registos, e a configuração do DNS, tudo coisas que se fazem uma vez e está feito, paga-se de x em x anos e está a andar.
Imagem de perfil

De pedrocs a 05.12.2008 às 12:04

ouch...

E eu que tanta vez tive dificuldade em ter um cliente que pagasse mais que 400 euros ... por um site inteiro.
Sem imagem de perfil

De Mário Andrade a 04.12.2008 às 22:02

Também já conheci casos em que empresas pagavam até 250 euros por um dominio e se quisessem manutenção pagavam um total que rondava os 500 euros.

Visto que muitos dos dominios eram .com e comprados no godaddy é fazer contas...

Comentar post






Arquivo