Saltar para: Post [1], Comentários [2], Pesquisa e Arquivos [3]






Arquivo



Novos mundos

por jonasnuts, em 28.10.08

Por motivos que não interessam absolutamente nada, recentemente debrucei-me sobre o mundo da cosmética e das mistelas que, não sendo propriamente cosmética, têm tudo a ver.

 

Fiz um mini-curso e tudo.

 

Abriram-se portanto as portas daquilo que eu julgava ser um nicho, mas que afinal é um mundo, não sei se é admirável, mas para mim é novo.

 

Nunca me tornarei numa daquelas pessoas que não sai de casa sem colocar o creme A, mais a base B, e o pó, e o compacto, e o risco e mais o caraças. Conheço-me suficientemente bem para saber que é seguro utilizar a palavra "nunca", neste caso. Eu sou aquela pessoa que prefere ficar mais 1 minuto na cama, em vez de pôr as lentes de contacto. De manhã, reduzo tudo ao essencial. E se não fosse o puto, nem pequeno almoço tomava, mas pronto, temos que dar o exemplo.

 

Então noutro dia aventurei-me em territórios por explorar, no Corte Inglês. Eu costumo ficar ali pelos jogos, computadores, electrónica, máquinas fotográficas, vá, que uma vez por outra vou até ao material de economato comprar qualquer coisa para o puto, sou capaz de dar uma vista de olhos nos livros, mas não ultrapasso essas fronteiras. Aventurei-me, achando que o meu mini-curso me tinha preparado para, pelo menos, reconhecer o básico.

 

Engano meu. Aquilo é um mundo, entre bases líquidas, semi-líquidas, pinceis vários, aplicadores, pinças variadas, sombras, blushs, pré-bases, hidratantes, rimmel, brilho, opaco, eyeliner, baton, gloss, compacto, pó, creme para os olhos, para os lábios, para os cotovelos, para sítios que eu não sabia que existiam.....tudo tem direito a creme.

 

E se vocês acham que isto é baratinho, tirem daí a ideia. Um boião, igualzinho às amostras de compota dos hotéis, é coisa para custar, calmamente, €40. Dizem-me que dura muito. Pois duram, então se for em minha casa dura mesmo uma eternidade, que eu bem os compro (comprar cremes faz-me sentir bem), mas nunca os uso.

 

Reparei também que quando começa a aproximar-se a hora do almoço, os mostradores ou vitrinas ou expositores ou lá como é que se chama aquela porra, começam a encher-se de mulherio..... e toca de usar e abusar das amostras, e vão trabalhar, à tarde, como se fossem para um karaoke de travestis. É um espectáculo que vale a pena presenciar.

 

Vou continuar a explorar este mundo, porque continuo a gostar de comprar cremes, mas tenho em casa uma âncora firme, à qual estou bem ligada e que, na pior das hipóteses e se o cenário começar a ficar grave, me arranja um olho roxo, de borla, e me traz de volta à realidade.

Autoria e outros dados (tags, etc)



3 comentários

Sem imagem de perfil

De João Tomé a 28.10.2008 às 23:40

Nem mais! Somos dois.
Espreita aqui:
http://creatoroflife.blogspot.com/2004/11/procura-incessante-de-raquel.html
Sem imagem de perfil

De FlaviaPM a 29.10.2008 às 09:31

Sei bem do que falas, pois sou exactamente do mesmo jeito, até compro mas nunca uso!
Fica tudo lá por casa até perder o prazo de validade (6 anos ou coisa parecida).
Mas fartei mesmo de rir, sozinha aqui no escritório, quando mencionas o "mulherio pronto para um karaoke de travestis." LOl. Fiquei a imaginar a cena e a pagar o que for preciso para ver tal "espectáculo que vale a pena presenciar". :D
Sem imagem de perfil

De Vegas Cosmeticos a 22.11.2008 às 02:33

LOL. Quem gosta de cosmética tem que conhecer a Vegas Cosmeticos!

Comentar post






Arquivo