Saltar para: Post [1], Comentários [2], Pesquisa e Arquivos [3]






Arquivo



O tampo da discórdia

por jonasnuts, em 01.10.08

Há anos que oiço falar do tampo da sanita como fonte de discórdia secular entre o elemento feminino e o elemento masculino do casal.

 

Confesso que sempre me fez confusão. Não percebo como é que uma coisa que eu nem sequer percebo para que é que serve, é um dos objectos mais vezes acusado de causador de sérias discórdias familiares.

 

Não percebo.

 

Os que querem para cima, ponham para cima, os que querem para baixo, ponham para baixo. Comigo vivem 3 homens (vá, 3 elementos do sexo masculino, para abreviar já mentes mais pecaminosas) e eu não me lembro de sequer me passar pela cabeça chatear-me porque o tampo está para cima.

 

A bem dizer, a coisa já é tão mecânica, que nem me suscita qualquer pensamento. Se está para cima, baixa-se, se está para baixo, sento-me.

 

É um mistério para mim como é que um objecto tão inútil e tão inofensivo causa tanta celeuma.

 

Alguém me explica?

Autoria e outros dados (tags, etc)



16 comentários

Imagem de perfil

De AnaD a 01.10.2008 às 23:51

Sorry ... cá em casa também nunca foi uma questão, pelos mesmos motivos, por isso não tenho explicação ... mas também gostava de saber.
Imagem de perfil

De esquisito a 02.10.2008 às 00:04

Deve ser 1 mito urbano... Possivelmente só meia dúzia de pessoas se preocupa com isso, os mesmos q se preocupam pq os lápis não estão alinhados e coisas desse tipo...

Embora haja também a possibilidade de algumas pessoas usem isso para ter mais um motivo para "implicar". Há pessoas que não estão bem se não estiverem a "implicar" com outra pessoa.

(surgiu-me agora a escrever que esta aplicação da palavra implicar é estranha... apesar de se usar muito em conversa...)
Sem imagem de perfil

De suskind a 02.10.2008 às 00:06

Eu só sei que para saber se um gajo vive/viveu muito tempo com uma gaja, é ver se quando mija baixa a tampa da sanita.

Pessoalmente... eu cá detesto que baixem a tampa da sanita do meu WC. Vou à rasquinha fazer o que tenho para fazer, já levo uma gota de fora e pimba... ainda tenho de levantar a tampa. :\
Imagem de perfil

De pedrocs a 02.10.2008 às 09:15

Isto é mais uma patetice americana que nos chegou via sitcoms. É um conflito inexistente. Bardamerda para os americanos e as suas quequices.
Imagem de perfil

De jonasnuts a 02.10.2008 às 09:20

Não, não é importação exclusiva das séries americanas.

Já tenho ouvido esta queixa a muita esposa portuguesa que assume que tem esta embirração.

Não me conseguem é explicar porquê.
Imagem de perfil

De pedrocs a 02.10.2008 às 15:11

Esposa portuguesa que apanhou isso a ver uma palermice americana qualquer como o sexo e a cidade ou seja lá o que for.
Imagem de perfil

De André a 02.10.2008 às 10:23

É engraçado que lá em casa é ao contrário.

Eu deixo sempre a sanita "arrumada" (tampo e tampa para baixo) e irrita-me chegar ao WC e não a encontrar assim.

Eu é que tenho de chamar a atenção às raparigas....

Curioso.
Sem imagem de perfil

De Daniel Marques a 02.10.2008 às 15:14

Também sou assim! O tampo tem de estar para baixo, também é para isso que existe um tampo, já foi tempo em que as sanitas eram um mero buraco. Agora há tampos coloridos e que são autênticas obras de arte. lol...
Imagem de perfil

De Mafalda a 02.10.2008 às 10:24

Também não percebo, se a mulher acha que o homem tem obrigaçao de por a tampa para baixo, ele tambem poderia achar que ela tem a obrigaçao de a por para cima! Parvoices de quem nao tem no que pensar, digo eu! ;)
E conheço quem leve isso aos extremos: Obrigava o marido a usar a sanita sempre sentado! lolol
Beijinhos
Sem imagem de perfil

De FlaviaPM a 02.10.2008 às 14:18

O único problema que temos com a sanita lá de casa é por causa da miúda, que ainda está na idade da curiosidade e, que quer a todo custo sempre enfiar alguma coisa lá dentro.
Então a regra é deixar sempre tudo abaixado para não termos nenhuma surpresa, como por exemplo, uma colher enfiada na sanita! :)
Imagem de perfil

De Pedro Chichorro a 02.10.2008 às 15:11

Mas o problema, acho eu de que, é o tampo pingado. Os seres do sexo masculino, quando urinam de pé tendem a pingar o tampo. Eu tendo e ralho comigo próprio aos berros a meio da noite.
Sem imagem de perfil

De Annah a 02.10.2008 às 16:47

Olá, Jonas,

Estou certa de que esse tipo de incompreensão denota incompatibilidade e falta de diálogo entre o casal.
Pequenos detalhes que viram monstros gigantes, sabe? Desnecessário.
O tampo vira um subterfúgio a problemas mais profundos, em doses homeopáticas.
Não há humor e relação que resista a isso.

Abraço!
Sem imagem de perfil

De Ana a 02.10.2008 às 17:37

poderá ser por uma mera questão de higiene?

Comentar post


Pág. 1/2






Arquivo